conecte-se conosco


Mato Grosso

Conferência discute processo de retomada de transplante renal em Mato Grosso

Publicado

Com o tema “Transplante Renal: Desafios e Oportunidade para a Nova Realidade de Mato Grosso”, os profissionais da Saúde que integram a equipe da Central Estadual de Transplante da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) e são atuantes no processo de retorno do serviço de transplante de renal no Estado participaram, nesta terça-feira (20), da Conferência de alinhamento dos procedimentos técnicos de desenvolvimento do programa.

O evento contou com a presença do secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, que falou sobre a importância do retorno desses serviços para os pacientes que precisam realizar este tipo de cirurgia.

“Essa força-tarefa, que envolve diversos protagonistas, retomará os transplantes de rim em Mato Grosso. Temos a certeza de que a convergência existente em um projeto dessa natureza será coroada com muito êxito e não faltará apoio do Governo do Estado no sentido de vencer os obstáculos – pois não é à toa que a iniciativa está paralisada há 10 anos. Pretendemos exercer um trabalho proativo de conscientização sobra a importância da doação de órgãos para a população que, certamente, será a maior beneficiada”, declarou.

Outro foco da Conferência foi reunir os representantes das Clínicas de Hemodiálise para apresentar o programa, visto que esses profissionais atuam na indicação dos pacientes que necessitam integrar a lista de pessoas à espera do transplante de rim.

Segundo informações repassadas pela coordenadoria Estadual de Transplantes, representado pela coordenadora Fabiana Molina, a Central já iniciou um processo de acompanhamento ambulatorial que está quantificando o número de pacientes que vão fazer parte da lista de seleção para realizar a cirurgia de transplante.

“Já iniciamos o acompanhamento ambulatorial, já avaliamos cerca de 200 pacientes, que estão em diversas fases. Nos próximos dias, vamos iniciar a listagem de pacientes, colocar todos no cadastro técnico para que eles possam de fato ser selecionados para um transplante na situação em que houver órgãos disponíveis aqui em Cuiabá”, explicou Fabiana.

A secretária adjunta de Regulação, Controle e Avaliação da SES-MT, Fabiana Bardi, disse que a retomada dos procedimentos de transplante Renal é uma grande conquista não penas para SES-MT, mas principalmente para Estado, pois este serviço foi interrompido há 10 anos.

“Agora nós conseguimos, vamos dar início a retomada deste serviço que é tão importante para aqueles que precisam. Além disso, com essa retomada, teremos uma grande economia para o Estado, pois um dos maiores valores é o gasto com transporte de pacientes para fora de Mato Grosso”, pontuou a gestora.

Ainda de acordo com a secretária, a SES-MT trabalha intensamente para que o Estado comece a realizar ainda este ano os primeiros transplantes, pois os procedimentos documentais já foram protocolados no Ministério da Saúde e o Secretário trabalha intensamente para buscar todas as liberações necessárias para reiniciar os trabalhos.

Para alinhar toda parte estratégica, a Conferência contou com a participação do médico Valter Garcia, membro da Câmara Técnica de Transplante Renal do Ministério da Saúde. O profissional possui e um vasta experiência e veio para contribuir com os elementos finais para o reinicio das atividades.

Fonte: GOV MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Produtos certificados: Ipem-MT dá dicas de segurança para o consumidor

Publicado

O Carnaval é considerado por muitos um momento de bastante alegria. Entretanto, muitas vezes, ocorrem situações que acabam com esse sentimento. Pensando nisto, o Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem – MT) resolveu listar informações importantes para quem quer cair na folia sem perder a diversão.

O preservativo masculino, a exemplo, é um dos itens mais importantes nesta e em outras épocas do ano. Além de proteger contra doenças sexualmente transmissíveis,  evita gravidez. Contudo, para que a prevenção seja eficaz é preciso ter a marca do Inmetro, o número do registro do Ministério da Saúde e dados do fabricante.

O presidente do Ipem-MT, Bento Bezerra, explica que com esses itens não há possibilidades de riscos, desde que sejam certificados. “O preservativo é certificativo, isto quer dizer que esteve em um laboratório e passou em vários testes. Não vai rasgar tão fácil”, afirma.

No Carnaval, é comum que jovens e adultos se fantasiem. Contudo, é necessário a atenção com aquilo que se usa sobre o corpo para evitar alergias ou outros problemas. De acordo com o presidente do Ipem-MT, para isso, é essencial olhar as etiquetas de roupas. Nelas se encontram informações como a marca, CNPJ do fabricante, tamanho, país de origem e composição têxtil. As informações podem garantir o conforto para a população.

Sob supervisão de Thielli Bairros

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Tráfico de pessoas é tema de campanha realizada em Várzea Grande

Publicado

A Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), por meio do Comitê Estadual de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (Cetrap-MT), realizou uma blitz educativa alertando a população sobre o crime de tráfico de pessoas, suas modalidades e formas de prevenção.

A iniciativa ocorreu nesta sexta-feira (21.02), em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social de Várzea Grande, propositalmente na véspera do feriadão de Carnaval, período em que há mais incidência do crime.

A ação foi realizada no Aeroporto Internacional Marechal Rondon e no Trevo do Lagarto. Foram distribuídos panfletos com orientações que visam sensibilizar as pessoas sobre as vítimas do tráfico de pessoas.

“Essa campanha é para avisar que o crime acontece em eventos com grande aglomeração de pessoas, tornando-as vulneráveis. Esta ação será realizada nos próximos 15 dias”, disse a coordenadora do Cetrap, Dulce Regina Amorim.

Dulce explica ainda que as pessoas devem ficar atentas com promessas e sempre desconfiar de qualquer proposta generosa, sem referências e com alta remuneração. Ela salienta a necessidade do trabalho de prevenção durante o ano e o fortalecimento das ações no interior do Estado.

“Geralmente, nesses casos, a pessoa é seduzida. Quem oferece esse tipo de trabalho não vem de maneira violenta, vem com uma falsa promessa de emprego ou de casamento. Por isso, o tema deste ano é ‘ Em Várzea Grande o Carnaval é 100 violência doméstica, 100 violência ao idoso, 100 violência de gênero, 100 violência contra PCD, 100 exploração sexual e 100 trabalho infantil ‘”, completou.

A juíza Renata do Carmo Evaristo Parreira, da 9ª Vara Criminal, que participou da ação, reforçou a importância da mobilização, devido ao fluxo intenso nos aeroportos, rodoviárias e estradas.

“Nessa época, muitas pessoas são vítimas desse tipo de tráfico de pessoas. Elas são aliciadas, recebem uma proposta achando que irão levar vantagens e acabam sendo aliciada para o tráfico”, concluiu.  

Canais de atendimento 

Disk 100 Direitos Humanos

Conselho Tutelar 98464-6294 (Centro); 98464 9166 (Jardim Glória), 98464 5766 (Cristo Rei)

Guarda Municipal 153 ou 3688 3107

PRF 191

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana