conecte-se conosco


Meu Pet

Como ficam os atendimentos veterinários durante a crise do coronavírus?

Publicado

Com o crescimento dos casos confirmados do novo coronavírus no Brasil muitas atitudes estão sendo tomadas. A recomendação é que as pessoas fiquem em casa para evitar a proliferação do Sars-Cov-2. Diante do fechamento de vários estabelecimentos e suspensão de serviços, como  restaurantes sem funcionar no Rio de Janeiro  e  suspensão temporária do serviço de transporte público municipal em sete cidades  de São Paulo, muitos donos de animais estão se perguntando se haverá atendimento veterinário para seus pets caso necessário. 

O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) recomenda que o atendimento em clínicas e hospitais veterinários funcionem normalmente. “Assim como os profissionais de saúde, os veterinários estão autorizados, por enquanto e até segunda ordem, a manter o atendimento. Isso pode variar de uma região para outra do país e os profissionais devem sempre observar e respeitar as restrições determinadas pelas autoridades locais”, comunicou o órgão. 

gato em atendimento veterinário arrow-options
Shuttersock

Gato em atendimento veterinário

Leia também: Como entreter o cão dentro de casa durante a quarentena do coronavírus

Para manter o atendimento e evitar ao máximo a proliferação do coronavírus, a recomendação é que apenas um dono acompanhe o animal na consulta, evitando a aglomeração de pessoas nas clínicas e pet shops. Além disso, recomenda-se que os tutores evitem visitar os animais internados e reprogramem serviços e consultas que não são de urgência ou emergência. Conforme determina o Código de Ética do médico-veterinário, consultas a distância continuam proibidas. 

Durante o período de crise do coronavírus, a higine deve ser redobrada. O CFMV recomenda que o recinto seja limpo a cada atendimento, dando atenção especial para mobiliários e utensílios que tiveram contato direto com o animal ou com o tutor. Os veterinários devem  lavar as mãos e os antebraços com água corrente e sabão, antes e após os atendimentos. 

Leia também: Morre cão que testou positivo para coronavírus em Hong Kong

Vale lembrar que não é comprovado que os animais de estimação ficar doentes ou transmitir o novo coronavírus. Mesmo assim, por cautela, a recomendação é de que as pessoas infectadas evitem o contato com seus cães e gatos. 



publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meu Pet

Gato testa positivo para COVID-19 em Hong Kong; é terceiro caso pet confirmado

Publicado

De acordo com o departamento de agricultura de Hong Kong, um gato testou positivo para o Covid-19 após sua dona ser diagnosticada com a doença. É o segundo gato a apresentar o vírus. Um caso foi registrado na Bélgica na semana passada

Gato malhado de olhos fechados arrow-options
Stockexpert/Divulgação

Gato é segundo a testar positivo para COVID-19 após caso confirmado na Bélgica

De acordo com o site South China Morning Post, o gato apresentou sinais da doença após sua dona, de apenas 25 anos, ficar em estado grave devido ao novo coronavírus. A presença do Sars-Cov-2 foi detectado por coletas de amostras da boca, do nariz e do reto do animal.

Além de ser o segundo caso confirmado de um gato, é o terceiro de um animal de estimação no mundo. Um cachorro também havia testado positivo para o vírus em Hong Kong. Profissionais da saúde afirmam que não há evidências de que os pets sejam transmissores do vírus.




Continue lendo

Meu Pet

Fotos e vídeos de animais fofos que foram compartilhados para melhor o seu dia

Publicado

Após o surto no novo coronavírus, foi recomendado que as pessoas ficassem em suas casas de quarentena . Com essa medida, os pets começaram a passar mais tempo com os tutores, que compartilham nas redes inúmeros momentos entre eles de morrer de tanto rir ou de tanta fofura. 

No twitter, uma das principais redes que estão bombando com as publicações, viralizou nesta terça-feira (31), postagens de bichinhos fazendo várias coisas diferentes com seus donos em casa. Confira algumas delas. 

Leia mais: Alerta fofura! Donos compartilham fotos dos animais durante quarentena

O andré colocou o gatinho para praticar um esporte novo: salto ao papel higiênico

O cachorro da Lorenza também está aproveitando para se exercitar com a dona

Aqui, a dona puxa o gato até para dançar!

A adriane jura que seu gato falou o nome dela. Eaí? Falou mesmo ou é efeito da quarentena na cabeça da dona?

Esse aqui ensinou o cachorrinho a fingir que ele levou um tiro 

Leia mais: Gata se mostra irritada com os donos em casa durante quarentena; veja vídeo

O cachorro da Lara nos representa nessa quarentena!

Esse gato prodígio já aprendeu a segurar o celular da dona para assistir as coisas que gosta

Alguns animais já não aguentam mais os donos em casa


Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana