conecte-se conosco


Mato Grosso

Comitê do Fogo orienta produtores rurais para prevenção de incêndios

Publicado


.

O Comitê Estadual de Gestão do Fogo divulgou nota técnica orientativa para os produtores rurais de Mato Grosso. O documento está disponível no site da Sema  e propõe as estruturas mínimas que devem ser mantidas para evitar o alastramento do fogo.

O documento prevê que devem ser criados no mínimo seis sistemas: de vigilância, de acesso, de compartimentação por talhões, de mananciais, de apoio a combate a incêndio florestal e de proteção de áreas edificadas.

O sistema de vigilância consiste em instalação de equipamentos como câmeras ou infravermelhos ou ainda o emprego de funcionários da fazenda para monitorar princípios de incêndio, especialmente no horário mais quentes do dia, entre 11h e 16h. O segundo sistema consiste na construção de pistas para carros leves interior da área privada permitindo acesso a todo imóvel. Os acessos devem estar divididos em no mínimo quatro setores: Norte, Sul, Leste e Oeste.

Este sistema de acesso, é a base para compartimentação da propriedade em talhões, o terceiro sistema. De acordo com o documento, os aceiros que contornam os talhões devem ter três metros de largura também permitindo o tráfego de veículos.

O quarto item a ser observado é ter um sistema de mananciais em que cada ponto de captação de água esteja a uma distância máxima de cinco quilômetros. A nota técnica alerta que caso seja necessário buscar água em rios, a legislação para interferência na área de preservação permanente deve ser seguida, causando o mínimo de dano possível à vegetação.

Para dar as primeiras respostas aos incêndios as propriedades devem manter brigadistas capacitados e com os equipamentos necessários para conter os primeiros focos de incêndio. Com formação das brigadas, o produtor estará estruturando o sistema de apoio a combate a incêndios florestais.

“Todo incêndio começa pequeno e se combatido logo no início, temos grandes chances de sucesso no controle. Nossa sugestão, é que fazendas com poucos funcionários se unam a propriedades de outras regiões para criação de brigadas locais”, explica o secretário executivo do Comitê Estadual de Gestão do Fogo, o coronel BM Paulo André Barroso. Ele alerta que devido às condições climáticas todo Estado está classificado com alto risco de incêndio.

Por último, os produtores devem proteger edificações como residências, currais, armazéns, dentro outros. A orientação é que essas áreas sejam isoladas por aceiros de 60 metros para proteger a integridade física de pessoas e animais.

Período proibitivo

De acordo com dados do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), até 31 de julho, Mato Grosso somava 9176 focos de calor. Devido a baixa média histórica de chuvas, o Estado definiu o período proibitivo de uso do fogo na zona rural no período de 01 de julho a 30 de setembro, podendo ser prorrogado. A decisão também levou em consideração os riscos que a poluição do ar traz à saúde humana, especialmente em um momento que o mundo enfrenta uma pandemia de uma síndrome respiratória, a Covid-19. 

As queimadas em zona rural podem ser denunciadas no 0800 647 7363, já na zona urbana, em que as queimadas são proibidas durante todo ano, as queixas podem ser registradas nas prefeituras. O acionamento do Corpo de Bombeiros Militar é feito pelo 193.

Sobre o Comitê

O Comitê Estadual de Gestão do Fogo promove ações de prevenção, monitoramento e controle das queimadas e dos incêndios florestais, visando reduzir a incidência desses eventos em Mato Grosso. O grupo é presidido pela Sema e a secretaria executiva é de responsabilidade do Corpo de Bombeiro Militar (CBMMT), por meio do Batalhão Especial de Emergências Ambientais (BEA). Integram o grupo instituições públicas, empresas privadas, ONGs e entidades de classe.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Unidades penais do Estado recebem furgões para transporte de reeducandos

Publicado


.

Nove unidades penais receberam veículos furgões para transporte de reeducandos. A solenidade de entrega foi realizada na sexta-feira (25), na sede da Coordenadoria de Ensino e Aperfeiçoamento do Servidor Penitenciário (Ceasp), em Cuiabá. O ato também marcou o Dia do Servidor Penitenciário.

Os furgões foram doados pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Cada veículo já vem com câmera de videomonitoramento instalada no interior e têm capacidade para transportar oito recuperandos, além da equipe de policiais penais. As unidades que foram contempladas estão sediadas nos municípios de Cuiabá (4), Sinop (2), Várzea Grande (1), Rondonópolis (1) e Água Boa (1).

Na capital, os veículos foram entregues para a Penitenciária Central do Estado (PCE), Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), Gerência de Custódia Metropolitana e Serviço de Operações Penitenciárias Especializadas (SOE).

Outras obras também foram inauguradas nesta sexta-feira: a Sala de Apoio aos Acadêmicos do Sispen “Eutália Cecília da Silva”, um espaço voltado para garantir o aperfeiçoamento profissional dos servidores, a galeria dos gestores anteriores da coordenadoria e, pela manhã, ocorreu o encerramento do curso de equoterapia, oferecido aos servidores do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Campus da Agronomia e Zootecnia.

“É uma satisfação imensa celebrar esta data com entregas tão importantes. A realização de hoje é um projeto que começou em agosto do ano passado, data que assumi a coordenadoria. Estas ações fazem parte do programa de valorizar o servidor. Neste ato também queremos agradecer a todos que atuaram como gestores porque aqui temos um trabalho de continuidade”, enfatizou o coordenador da Ceasp, Rege da Rocha.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, enalteceu os servidores pelo trabalho prestado. “Estamos comemorando hoje o aniversário do servidor do Sistema Penitenciário e com essa comemoração a gente está melhorando a estrutura aqui da Escola Penitenciária com a inauguração da biblioteca com o nome de uma servidora que trabalhou muito tempo com a gente. Além disso, a inauguração também da galeria dos ex diretores, um marco para a história que fica guardado e mais a entrega de nove viaturas que vão ser distribuídas na nova unidade do Estado para melhorar o atendimento. E o melhor que tem de tudo é dar parabéns aos servidores, quem têm melhorado a qualidade do atendimento e feito um trabalho de supremacia no Sistema Penitenciário. O Estado agradece e dá os parabéns”.

Já o secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores, destacou que todos os avanços obtidos pela categoria são resultados da soma do trabalho de cada servidor penitenciário. “Eu quero parabenizar cada profissional que com afinco e dedicação na sua atuação faz do Estado de Mato Grosso referência nacional em segurança pública.

Além do secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, do adjunto da SAAP, Emanoel Flores, estiveram presentes também a superintendente de Política Penitenciária, Michelli Egues Dias Monteiro, o superintendente regional leste, Anderson Santana da Costa e diretores das unidades penais contemplados com os veículos furgões.

Homenagem

O nome dado a Sala de Apoio aos Acadêmicos do Sispen é uma homenagem a servidora “Eutália Cecília da Silva”, que trabalhou por 18 anos no Sistema Penitenciário. O início desta trajetória de dedicação e resultado começou no ano de 2000, quando foi aprovada no concurso público. Sempre dedicada, a profissional não media esforços para se aperfeiçoar cada vez mais e dar o melhor de si em suas funções.

Eutália começou a carreira na unidade penal feminina Ana Maria do Couto May, em Cuiabá e terminou na Penitenciária Central do Estado (PCE), no ano de 2019, aos 62 anos.

A filha de Eutália, Inês Cecília Felski, agradeceu o reconhecimento. “É uma honra estar aqui. Ela fez diferença no serviço público. Enquanto ela pode, sempre fez o melhor sempre com uma atuação voltada para o humanitário”.

Já o esposo, Ondário João da Silva, falou da alegria com a homenagem. “Minha esposa foi uma heroína. Trabalhou muito e se manteve honesta. Ela amava este trabalho”.

Mato Grosso conta com 48 unidades penais, masculinas e femininas, e cerca de três mil servidores

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Escolas estaduais superam média do Ideb para séries iniciais

Publicado


.

Escolas estaduais de campo obtiveram nota acima de 6,0 no Ideb das séries iniciais do ensino fundamental, um índice considerado excelente e acima da média estadual e nacional.

A EE Santo Antônio de Pádua, localizada no município de Juscimeira (cidade a 157 quilômetros ao sul da Capital), conquistou a nota 6,9. A EE de Machado de Assis, em Nova Monte Verde (a 968 quilômetros ao norte da Capital) conseguiu 6,6 e a EE de Faustino Dias de Amorim, localizada em Santo Antônio do Leverger (a 34 quilômetros ao sul da Capital) com 6,4 de Ideb.

Para a superintendente de políticas de diversidades educacionais da Seduc, Lúcia Aparecida dos Santos, esse resultado pode ser creditado ao compromisso pela educação, por parte da equipe gestora, profissionais da educação, alunos e pais.

“É a interação entre os grupos. A nossa expectativa é que as escolas ampliem a nota do Ideb”, salienta.

Na escola Faustino Dias, equipe gestora e professores comemoraram o índice. Além de uma nota acima da média, foi a melhor das 8 escolas estaduais no município.  A diretora Rosângela Campos destaca que a escola investiu em cultura e literatura, tendo apoio cultural de escritores mato-grossenses. Os projetos de leitura são todos realizados com o apoio dos escritores e demais parceiros da comunidade.

“Tentamos o tempo todo proporcionar aos nossos alunos, experiências pedagógicas diversificadas. Nossos alunos vão a cinema, teatro, festas literárias, lançamentos de livro, etc. Oferecemos a chance que muitos não teriam naturalmente por viver em zona rural. Para uma escola do campo, vale ressaltar que nossos alunos frequentam eventos como exposições, lançamentos de livros, saraus, cinema, teatro, conhecem a AML e todos os escritores matogrossenses. Somos apaixonados pela literatura”, salienta.

A coordenadora pedagógica Kelly Carvalho frisa que o fato de ser uma escola de campo sempre a estigmatizou, mas com um trabalho com afinco resultou, nos últimos três anos, na ampliação de matrículas por conta de uma batalha contra o fantasma do fechamento de turmas.

“Sempre tivemos uma parceria muito efetiva com a Comunidade, que vê nesta escola, a única referência educativa e cultural para seus filhos. O trabalho desempenhado pelos professores é sempre muito compromissado porque, além das cobranças da coordenação pedagógica, ainda tem os pais que fiscalizam tudo o tempo todo” comemora.

Educação de qualidade

Na EE Machado de Assis, o ambiente também é o melhor possível. A diretora Reni de Lara ressalta que a equipe tanto gestora como os professores são comprometidos com uma educação de qualidade. Embora com uma nota acima da média, a meta além de melhorar é envolver todos os segmentos escolares no processo de aprendizagem.

“A participação que faz a diferença. Pais comprometidos e empenhados na educação dos filhos. Como é uma comunidade, o interesse por um estudo de qualidade é almejado por todos”, explica.

Fruto de trabalho

No entendimento da diretora Marly Estevão dos Santos, a EE de Santo Antônio de Pádua, a nota 6,9 do Ideb não veio por acaso. A gestora aponta que o sucesso da unidade escolar é fruto de muito esforço e dedicação de todos profissionais, levando em conta que a escola é de porte pequeno com poucos alunos e funcionários, não influencia na dedicação e comprometimento dos profissionais da educação.

“É um marco para a história da educação da nossa escola. Sinto muito orgulho em poder fazer parte dessa conquista, juntamente com minha equipe. Aliás, essa é a equipe que nós chamamos de família Santo Antônio de Pádua”, festeja.

A diretora frisa que o foco da escola é enriquecer o processo de ensino e aprendizagem. Para isso, a unidade escolar busca trabalhar a autoestima dos alunos por meio de projetos com temas voltados às necessidades reais das crianças, com ações que visam sanar as dificuldades dos estudantes.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana