conecte-se conosco


Política Nacional

Comissões debatem mobilidade para pessoas com deficiência visual

Publicado


Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília
Direitos Humanos - deficentes - deficiência visual cegos sinalização horizontal piso tátil acessibilidade mobilidade urbana (Rodoviária de Brasília)
Audiência vai debater tecnologias urbanas para facilitar a vida dos deficientes visuais

Audiência conjunta das comissões de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, e de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados discute, nesta segunda-feira (6), a mobilidade de pessoas com deficiência visual.

O debate será às 10 horas, no plenário 5, e poderá ser acompanhado de forma virtual e interativa pelo e-Democracia.

O debate atende pedido dos deputados Waldenor Pereira (PT-BA), Paulo Teixeira (PT-SP) e Erika Kokay (PT-DF).

Eles argumentam que, no dia a dia de nossas cidades, as pessoas com deficiência visual são “invisibilizadas”, e defendem o uso de “tecnologia assistiva na construção de uma cidade inteligente”, contribuindo para o aprimoramento do conceito de smart city, que implicará a construção de uma cidade efetivamente para todos.

Segundo os autores, a audiência pública visa a “obtenção de ideias práticas para tornar mais efetiva a remoção das barreiras que ainda colocam as pessoas com deficiência visual, aqui compreendida em todo o seu espectro, em situações que as impossibilita de exercerem, com autonomia, sua vida em sociedade”.

Debatedores
Entre os convidados para a audiência estão:
– a advogada e especialista em inclusão de pessoas com deficiência, Emmanuelle Garrido Alkmin;
– o consultor em acessibilidade e em audiodescrição e membro da Rede Brasil de Turismo Acessível, Ednilson Sacramento;
– a presidente da Associação Conquistense de Integração do Deficiente, pedagoga e especialista em educação inclusiva, Alana Santos;
– a representante do Ministério do Desenvolvimento Regional, Lais Andrade Barbosa de Araujo;
– o representante da Visibilidade Cegos Brasil, Roberto Leite;
– o ex-presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade) Flávio Henrique.

Da Redação – RS

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Campinas: Gustavo Reis é reeleito pela terceira vez presidente da RMC

Publicado


source
Gustavo Reis
Reprodução/Facebook Gustavo Reis

Gustavo Reis

O prefeito de Jaguariúna e atual presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas (RMC), Gustavo Reis, foi reeleito para mais um mandato à frente do colegiado. A eleição foi realizada durante a primeira reunião do Conselho do ano, na manhã desta segunda-feira, dia 17 de janeiro, na cidade de Campinas. O prefeito Luiz Dalben, de Sumaré, continua como vice-presidente.

Gustavo Reis presidirá o Conselho de Desenvolvimento da RMC pela terceira vez. A primeira foi em 2010. Em 2021, Reis foi eleito vice-presidente do colegiado, mas assumiu em definitivo a presidência após a morte do prefeito de Hortolândia, Angelo Perugini, que ocupava o posto.

“Recebi de forma unânime a votação dos demais prefeitos. É um desafio enorme a gente poder continuar realizando esse trabalho à frente do Conselho da RMC, ao lado do prefeito Luiz Dalben, reeleito como vice-presidente. Sinto-me preparado e tenho o apoio necessário para continuar o desenvolvimento desse trabalho”, comentou Reis.

O Conselho de Desenvolvimento da RMC é um órgão deliberativo, que trata de reivindicações e projetos conjuntos dos municípios, além de convênios e da utilização de recursos do Fundocamp (Fundo de Desenvolvimento da RMC). O fundo é formado pelas anualidades pagas pelas próprias prefeituras e tem na Agemcamp (Agência Metropolitana) o braço executivo para implementar políticas e ações.

A RMC é composta por 20 municípios, é a segunda maior do Estado e a quinta maior do país, com um PIB de quase R$ 200 bilhões.

Continue lendo

Política Nacional

Allan dos Santos diz que está sem advogado e pede ajuda voluntária

Publicado


source
Allan dos Santos
Alessandro Dantas/ PT no Senado

Allan dos Santos

Foragido da Justiça, o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos pediu ajuda para seus apoiadores no Telegram. Em mensagem, ele afirmou não ter dinheiro para pagar advogados.

“Por falta de dinheiro para pagar o único advogado que sobrou, preciso encontrar advogados voluntários para tocar os processos em andamento no Brasil. Quem estiver interessado em ajudar, por favor, entre em contato comigo pelo site”, escreveu.

Criador do site “Terça Livre”, Allan é investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em dois inquéritos sobre propragação de fake news e milícias digitais que atacaram a democracia brasileira.

Em outubro do ano passado, o ministro Alexandre de Moraes determinou a prisão do blogueiro. Na decisão, ele afirmou que existe “uma verdadeira organização criminosa” que ameaça a Democracia e o Estado de Direito.

Allan está nos Estados Unidos e é considerado foragido. Banido de outras redes sociais, ele utiliza o Telegram para compartilhar mensagens contra o STF, compartilhar informações falsas sobre a Covid-19 e outros posicionamentos.


Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana