conecte-se conosco


Turismo

Comissária de bordo revela truque para lidar com passageiros bêbados

Publicado

source

O medo de altura faz alguns passageiros ingerirem bebidas alcoólicas antes de uma viagem de avião, para relaxar ou pegar no sono com mais rapidez durante o percurso. Porém, alguns exageram e enchem a paciência das comissárias de bordo.

Leia também: Quais perguntas você deve evitar fazer para comissária de bordo?

comissária de bordo arrow-options
shutterstock

Comissária de bordo na Inglaterra revela como distraía passageiros bêbados

Participando de um programa de televisão britânico do Channel 5, a comissária de bordo aposentada, Patricia Pearce, comentou como ela reagia aos passageiros bêbados durante os voos da companhia em que trabalhava.

“Eu acho que o maior desafio é lidar com os passageiros que estão no bar antes de entrar no voo. Uma das coisas que eu costumava fazer era quando eles pediam outra bebida, em vez deles irem até lá eu levava a bebida”, disse Pearce.

E por que isso? “Digamos que eles tenham um gim-tônica, por exemplo. Eu colocava um tônico no copo e esfregava o gim ao redor da borda para, quando eles virassem, pudessem cheirar o gim e saboreá-lo pelo aro. Eles achavam que estavam tomando gim-tônica e estavam muito felizes”, revelou.

Leia Também:  Companhia aérea da Disney pode virar realidade em breve; entenda os rumores

Portanto, para fugir do assédio dos passageiros bêbados , a aeromoça tentava enganá-los com os cheiros das bebidas. E como estavam já muito alterados, ninguém percebia.

Estar bêbado em avião é crime?

No Brasil não, mas as companhias aéreas podem se recusar a atender um passageiro alcoolizado. Na Inglaterra, por exemplo, é proibido entrar no avião bêbado e, segundo um levantamento da polícia britânica, na temporada de 2017/18, cerca de 70 pessoas foram presas suspeitas de estarem bêbadas a bordo de um avião.

Leia também: Veja por que comissários de bordo não podem carregar a sua bagagem

O hábito também não é muito recomendado e pode fazer mal ao passageiro. Um dos desconfortos de embarcar bêbado é levantar muitas vezes para ir ao banheiro, além de mal estar, dores no corpo, dor de cabeça e a chance de surtos com comissária de bordo .

Fonte: IG Turismo
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Turismo

Noruega quente e Mônaco para todos: veja mitos e verdades sobre 4 destinos

Publicado

source

Nunca se deixe enganar pelas fofocas a respeito de destinos turísticos pelo mundo. Principalmente no caso de lugares famosos, existem diversos mitos e verdades que podem mais atrapalhar do que ajudar sua experiência.

Leia também: 11 atrações turísticas tão famosas quanto decepcionantes

Turista pensativa sobre fundo amarelo arrow-options
shutterstock

Já se perguntou quais os mitos e verdades de destinos como a Noruega ou a Jordânia? Pois é hora de tirar as dúvidas

Com essa lista, você conseguirá distinguir alguns desses mitos e verdades sobre destinos de todo o mundo, indo desde a Noruega, no gélido extremo norte do planeta, até as ilhas Seychelles, arquipélago tropical no Oceano Índico.

Mitos e verdades sobre a Noruega: um país sempre frio?

Pessoas nadando em praia na Noruega arrow-options
shutterstock

Mitos e verdades no turismo: a Noruega pode ser bem fria no inverno, mas também oferece calor no verão

Sim, é verdade: explorar os pontos turísticos da Noruega pode ser um teste de resistência climática para os turistas, especialmente durante o inverno, quando os termômetros no país podem cair até -40ºC em algumas regiões.

Mas isso não quer dizer que o país viva num estado permanente de congelamento. Durante o verão, as temperaturas ficam bem mais amenas, podendo inclusive bater na casa dos 30ºC nas regiões mais ao sul da Noruega – um clima ideal para aproveitar uma praia.

Leia Também:  Já pensou em se hospedar em uma batata gigante? Nos Estados Unidos é possível

Mitos e verdades sobre Mônaco: só para os ricos?

Vista panorâmica de Monaco a partir das montanhas arrow-options
shutterstock

Mitos e verdades no turismo: Mônaco pode ser um destino luxuoso, mas também pode ser aproveitado sem gastar muito

Quando se fala em viagem pelo mundo de alto custo, Mônaco é um dos primeiros destinos que aparecem na imaginação dos turistas. Mas fazer uma viagem para lá sem gastar uma fortuna também é possível e pode se mostrar uma ótima decisão.

Existem diversos hotéis três estrelas com preços equivalentes ao de outras capitais europeias, museus com entradas acessíveis, passeios e pontos turísticos gratuitos e restaurantes com bom custo-benefício. Além disso, devido a seu tamanho, o país pode facilmente ser explorado a pé, barateando os custos da viagem ainda mais.

Leia também: Confira 10 mitos e verdades sobre fazer uma viagem de navio

Mitos e verdades sobre as ilhas Seychelles: o arquipélago de lua de mel?

Famoso entre os casais à procura de um paraíso para a lua de mel, não se pode negar que o arquipélago de Seychelles acabou ficando associado a esse tipo de viagem. Contudo, essas ilhas do Oceano Índico também oferecem estrutura completa para famílias e grupos de amigos.

Isso vale principalmente para os amantes da natureza, que contarão com uma estrutura de hospedagem completa próxima de um ecossistema bastante preservado e diverso, com animais únicos como as tartarugas gigantes e atividades como mergulho,  snorkeling e passeios de barco.

Mitos e verdades sobre a Jordânia: o país de uma atração só?

Ruína de anfiteatro romano em Jerash arrow-options
shutterstock

Mitos e verdades no turismo: a Jordânia também reserva outras surpresas, como as ruínas romanas de Jerash

A cidade histórica de Petra talvez seja o atrativo turístico mais famoso da Jordânia, mas não é o único. A começar pelo fato de que existem diversas atrações para se explorar no caminho de dois dias até uma das 7 maravilhas do mundo moderno.

Outros atrativos do país incluem o Monte Nebo e Madaba, cidade onde fica um mosaico do mapa de Jerusalém e da Terra Santa, o Mar Morto, o Wadi Rum, também conhecido como Vale da Lua, as ruínas romanas de Jerash e a capital do país, Amã.

Leia também: YouTuber dá dicas do que fazer numa viagem pelo mundo para explorar as suas 7 maravilhas

Com os mitos e verdades sobre esses destinos esclarecidos, você já pode programar uma viagem de verão para a noruega ou um tour ecológico pelas ilhas Seychelles sem medo de errar.

Fonte: IG Turismo
Continue lendo

Turismo

Londres terá o primeiro museu da vagina do mundo; saiba quando visitar

Publicado

source

Desde 1997 existe na Islândia um museu totalmente dedicado ao pênis, órgão genital masculino, mas você sabia que até setembro de 2019 não existe nenhum museu dedicado à vagina, órgão genital feminino, em todo o mundo?

museu da vagina arrow-options
Reprodução/ Site oficial

O museu da vagina ficará no Mercado Camden, em Londres, e é o primeiro do gênero no mundo

Leia também: Primeira vez em Londres? Saiba os passeios e paradas essenciais na cidade

Mas graças à comunicadora científica Florence Schechter, essa disparidade irá acabar. Em 16 de novembro de 2019 será inaugurado o museu da vagina no Mercado Camden, em Londres.

“Por que fazer um museu dedicado às vaginas? Porque as vaginas são incríveis! Existe uma variedade tão maravilhosa por aí e a diversidade é o que torna este mundo bonito. As vaginas não são discutidas o suficiente. Por que isso?”, questionou Florence ao site Mashable .

O projeto começou a ser idealizado em março de 2017 e tem como objetivo passar uma mensagem forte de empoderamento feminino . Além das mostras fixas, o museu da vagina também abrigará um programa de apoio à educação sexual e de relacionamento saudável/ inclusivo e trabalhará com médicos e profissionais de saúde para oferecer serviços e apoio à comunidade trans e intersex.

Leia Também:  Companhia aérea da Disney pode virar realidade em breve; entenda os rumores

A exposição inaugural se chama ‘Muff Busters: Mitos da vagina e como combatê-los’ e estará em cartaz de 16 de novembro a 16 de fevereiro de 2020, tanto no espaço físico como on-line. 

museu da vagina arrow-options
Reprodução/ instagram @vagina_museum

No Camden Market irá funcionar a primeira locação do Museu da Vagina; a vulva de crochê é um dos itens da lojinha

Acontecerá uma pré-abertura do espaço a partir de 5 de outubro até o dia da inauguração oficial. Os horários de funcionamento são: segunda à sábado, das 10h às 18h, e aos domingos das 11h às 18h, sempre com entrada gratuita.

Para ajudar o museu a se manter, os visitantes podem colaborar com doações de 10 libras (r$ 51) no site oficial do espaço . Por lá também estão disponíveis os eventos programados e os dias de funcionamento.


Leia também: Saiba quais são os 25 museus mais curiosos do mundo

Você, mulher, gostaria de visitar o museu da vagina ? Deixe seu comentário.

Fonte: IG Turismo
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana