conecte-se conosco


Turismo

Comissária de bordo fala o que você pode fazer para ter um voo muito melhor

Publicado

Quem não quer receber o melhor serviço possível, quando o assunto é viajar de avião? Para uma comissária de bordo, deparar-se com bons serviços não é meramente uma questão de sorte, mas, sim, do resultado de algumas boas escolhas.

Comissária de bordo
shutterstock

Comissária de bordo revela atitudes que podem resultar em um bom serviço de viagem

Leia também: Comissários de bordo revelam 6 segredos úteis para viajantes; confira

De acordo com a comissária de bordo nova-iorquina Stella Connolly, em entrevista à NBC News , escolher voos que acontecem durante o período matutino pode ser uma boa ideia: “Voos de manhã cedo são os melhores. Eles estão quase sempre no horário”, Stella explica.

A comissária ainda expõe que o voo nesse horário acaba influenciando também no próprio comportamento da tripulação: “Ficamos mais felizes se o voo decolar a tempo. Queremos chegar em casa ou chegar a nossos destinos tanto quanto você”.

Leia também: Comissária de bordo revela as cenas mais inusitadas que já viu na carreira

Voos atrasados acabam gerando uma bola de neve, segundo comissária

Aeromoça preocupada
shutterstock

Segundo a comissária de bordo, voos atrasados acabam deixando a própria tripulação estressada

Em meio à entrevista para a NBC News , Stella completa que voos atrasados geram consequências ao longo do dia:  “À medida que o dia passa, se um voo está atrasado, é um efeito de bola de neve e há uma chance maior de voos se atrasarem”. A comissária tem seu veredicto: “Eu recomendo voar cedo”.

Stella também aconselha a não viajar de avião durante épocas mais movimentadas, como nas férias, em que os aviões acabam ficando cheios e isso resulta em uma tripulação completamente estressada, o que torna a experiência bem menos agradável.

Leia também: Comissário de bordo revela item que passageiros não podem esquecer na viagem

Outro conselho da comissária de bordo é que, se o passageiro precisa fazer uma conexão, é interessante avisar antecipadamente a equipe: “Se você nos alertar sobre a situação, podemos fazer um anúncio antes que os passageiros saiam, pedindo que eles deixem os passageiros com conexão sendo prioridade. Tentamos trabalhar com passageiros que estão com pressa e precisam fazer suas conexões”, explica.

Fonte: IG Turismo
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Turismo

Sem tempo ruim! Atrações culturais internas para quem quer fugir da chuva

Publicado

source

O tempo chuvoso vem preocupando o paulistano nos últimos dias, principalmente depois do temporal que parou a metrópole na última segunda-feira (09), criando centenas de pontos de alagamentos e deixando a cidade em estado de atenção.

Leia também: São Paulo de graça: 40 passeios para fazer pela cidade de segunda a domingo

Obras que estão sendo expostas no MASP arrow-options
divulgação/Masp

Obras que estão sendo expostas no MASP

Apesar de todo o caos no início da semana, a cidade de São Paulo conta com diversas atrações culturais que ficam na parte interna de prédios, que não são afetados pela chuva, os famosos “indoor” e continuam operando apesar do mau tempo.

Pensando em quem quer fazer um passeio legal pela cidade de São Paulo, porém sem passar perrengue por causa da chuva, separamos dois destinos para visitar sem ter medo de nenhuma tempestade.

Museu da Imagem e do Som (MIS)

Foto do Museu da imagem e do SOM arrow-options
Divulgação/MIS

O MIS (museu da imagem e do som) foi criado com o objetivo de apresentar e preservar manifestações artísticas como fotografia, música, cinema e artes gráficas.

O Museu da Imagem e do Som agora tem duas unidades em São Paulo. Além da opção no Jardim Europa, um segundo museu, que leva o nome de MIS  Experience, foi inaugurado em novembro de 2019, no bairro da Água Branca, zona oeste de São Paulo.

Ambos são oportunidades “indoor” para curtir durante o fim de semana. Confira as exposições em cartaz.

  • Músicas no cinema

Mulher de vestido amarelo e home de camisa e gravata dançando no filme LA LA LAND arrow-options
Divulgação/MIS

La La Land, que recebeu 14 indicações ao Oscar, é um dos filmes abordados na exposição

O MIS do Jardim Europa está com uma exposição sobre o panorama da música no cinema, tanto no cenário nacional quanto no internacional, desde o início do cinema até os musicais mais recentes, como La La Land e Rocketman. Se você tem interesse em visitar a exposição, não deixe para depois, já que a mostra ficará disponível até o dia 26/02.

Essa unidade do Museu da Imagem e do Som fica aberta de terças aos domingos, inclusive nos feriados. De terças a sábados, horário de funcionamento é das 10 horas da manhã até as 8 horas da noite, e aos domingos o museu funciona das 10h às 19h.

Leia também: Polo de ecoturismo de São Paulo passará por melhorias para se tornar sustentável

Os ingressos custam R$20 (inteira) e R$10 (meia), e podem ser comprados pela internet, no próprio site do MIS, ou na recepção do museu. Confira a localização do MIS Jardim Europa.


  • MIS Experience

Obras de Da Vinci no MIS Experience arrow-options
Divulgação/MIS

A exposição conta com a reprodução de algumas obras de Da Vinci

Inaugurado no final do ano de 2019, o MIS Experience está com uma exposição sobre um dos maiores gênios da história da humanidade, Leonardo Da Vinci. Intitulada “500 anos de um gênio” a mostra tem parceria com o Museo Leonardo Da Vinci, que fica em Roma, capital da Itália.

Com 18 áreas temáticas, a exposição é considerada a investigação mais completa sobre o trabalho do pintor, apresentando toda a trajetória do artista. O viajante também encontrará conteúdo multimídia, que ajuda o público a entender a exibição de uma forma mais imersiva e divertida. A mostra ficará disponível para a visitação do público até o dia 01 de março.

Obra homem vitruviano sendo projetadada nas paredes arrow-options
Divulgação/MIS

Outra famosa obra de Da Vinci, o Homem Vitruviano também é projetada nas paredes.

O MIS Experience funciona das terças aos domingos, inclusive nos feriados, das 9 horas da manhã até as 7 horas da noite. Durante a semana, o ingresso para ver a exposição custa R$35 (inteira) e R$17,50 (meia), e aos sábados, domingos e feriados o preço sobe um pouco, custando R$45 (inteira) e R$22,50 (meia).A entrada do museu é gratuita às terças feiras. Confira a localização do museu.


Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP)

Fotografia do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand. arrow-options
shutterstock

Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, mais conhecido como MASP, é parada obrigatória para quem está conhecendo a cidade

O MASP já é um velho conhecido dos paulistanos. Localizado na Avenida Paulista, o museu é um dos pontos turísticos mais procurados por quem visita a cidade de São Paulo, e também para quem mora por aqui. 

O MASP funciona de terça à domingo, inclusive nos feriados. Durante as terças-feiras, o museu fica aberto das 10 h às 20 h; nas quartas aos domingos e feriados, o horário de funcionamento é das 10 h às 18h.

Os ingressos para a entrada no museu custam R$45 (inteira) e R$22 (meia). Podem ser comprados pela internet, no próprio site do Masp, ou nas bilheterias presentes no local. Nas terças-feiras, a entrada para o museu é gratuita.

Confira abaixo as mostras em cartas no museu:

  • Linha emancipada

foto da exposição da artista. arrow-options
divulgação/Masp

A exposição conta com diversas obras da artista, que se inspirou em linhas paralelas e em nós lineares.

A exposição ‘Linha Emancipada’ inclui cerca de 150 trabalhos de Gertrud Goldschmidt, artista que é conhecida por suas obras de abstração geométrica. O acervo apresenta uma perspectiva cronológica do trabalho de Gego, como era conhecida, desde os anos 1950 até a década de 1990, incluindo desenhos, gravuras e esculturas.

A exposição da artista alemã Gertrud Goldschmidt ficará em exposição até o dia 01 de março.

Leia também: São Paulo passa Salvador na lista de lugares para o Carnaval; veja mais citados

  • Brasil nativo / Brasil Alienígena

4 mesas com obras da artista Anna Bella Geiger arrow-options
divulgação/Masp

As obras de Geiger foram influenciadas pelas ações repressivas do governo militar contra os indígenas.

A mostra “Brasil Nativa / Brasil Alienígena” reúne cerca de 190 obras da artista Anna Bella Geiger, que foi uma das pioneiras da arte abstrata no Brasil.  A exposição tem o nome de uma das obras mais conhecidas de Geiger, Brasil nativo / Brasil alienígena. A exposição pode ser visitada até 01 de março.

  • Vazios, intervalos e juntas

Obra de Leonor Antunes exposta na galeria do Masp arrow-options
divulgação/Masp

As obras de Leonor Antunes tem uma dedicação ainda mais especial aos materiais que são usados, que são geralmente orgânicos ou naturais.

A exposição “Vazios, Intervalos e Juntas” conta com obras feitas pela artista Leonor Antunes, que se inspira nas relações entre esculturas, arquitetura, luz, design e o próprio corpo do espectador que anda pela exposição. A mostra estará disponível para o público até o dia 12 de abril.

Confira a localização do MASP.


Fonte: IG Turismo
Continue lendo

Turismo

Saiba por que diminuir as luzes do avião é uma importante medida de segurança

Publicado

source

Durante os pousos e decolagens de um avião, tanto os comissários de bordo quanto os pilotos do avião realizam diversos procedimentos de segurança para certificar que nenhum tripulante ou passageiro se machuque enquanto o avião levanta voo ou pousa, porém um desses procedimentos passa despercebido até por quem viaja de avião com frequência, e ele é bem mais importante do que muitos possam imaginar.

Leia também: Ouvido tampado e zumbidos? Saiba como ter menos incômodos durante o voo

Pessoas sentadas nas suas poltronas do avião. arrow-options
shutterstock

Os procedimentos de segurança que são orientados pela tripulação do avião devem ser seguidos para uma viagem segura.

O procedimento em questão é diminuir a intensidade da luz no avião. Por mais estranho que isso pareça, a medida de precaução é uma das mais importantes durante o pouso e a decolagem.

De acordo com o piloto de avião Patrick Smith, a intensidade da luz da aeronave é diminuida para que, em caso de emergência, os olhos dos tripulantes da aeronave e dos passageiros possam se acostumar com o escuro caso o avião enfrente algum tipo de problema, como uma pane elétrica ou algo do tipo.

Ele completa dizendo que os caminhos e as luzes de emergência também se tornam mais visíveis, ajudando tanto a equipe de voo quanto os passageiros a se orientarem.

Mulher nervosa e com medo ao lado da janela do avião. arrow-options
shutterstock

Em caso de turbulência ou problema técnico, siga as instruções da tripulação do avião.

Leia também: Manual de sobrevivência: 10 dicas do que não fazer durante uma viagem de avião

Rohan Bhatnagar, outro piloto de avião, também explicou o motivo quando viu o questionamento no site Quora.

De acordo com o piloto, a possibilidade de uma aeronave se envolver em um acidente é muito maior durante os pousos e as decolagens, então para que o olho humano não tenha que se acostumar com a escuridão repentina caso haja algum tipo de acidente, a intensidade das luzes é diminuida, assim os passageiros podem seguir as instruções de evacuação do avião com mais segurança e sem confusão.

Fonte: IG Turismo
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana