conecte-se conosco


Política Nacional

Comissão sobre abertura do mercado de energia será instalada nesta quarta-feira

Publicado

Caio Coronel/Itaipu Binacional
Energia - Renováveis - Hidreletrica - Itaipu - A Barragem de Itaipu é uma enorme barragem hidroelétrica no rio Paraná, entre o Brasil e o Paraguai

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), convocou para esta quarta-feira (1º), às 14h30, a reunião de instalação da comissão especial que vai analisar a modernização do setor elétrico (Projeto de Lei 414/21, do Senado, e outros).

A proposta do Senado estabelece prazo para a abertura do setor elétrico, quando todos os usuários poderão comprar energia do mercado livre. Atualmente, os usuários com consumo menor do que 500 kW (os chamados consumidores cativos) compram energia do ambiente de contratação regulada.

Já os maiores podem optar pela compra do ambiente de contratação livre, negociando diretamente os contratos.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Carol Siqueira
Edição – Pierre Triboli

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política Nacional

Jair Renan diz que Bolsonaro faz ‘terror psicológico’ e apanha da mãe

Publicado

Jair Renan e o pai, Jair Bolsonaro
Reprodução: instagram – 01/07/2022

Jair Renan e o pai, Jair Bolsonaro

O quarto filho do presidente Jair Bolsonaro (PL) , o Jair Renan , revelou que sofre “terror psicológico” do pai e que apanha da mãe. Ele é fruto do casamento do mandatário com Ana Cristina Valle , investigada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) por suspeitas de envolvimento em esquema de rachadinhas.

Jair Renan falou sobre a convivência com o pai em seu podcast  “Zer04”, onde entrevistou o cantor Negão da BL. O caçula entre os filhos homens afirmou que Bolsonaro o “prendia” e não dava a liberdade que ele queria, o que causava muita “briga” entre eles.

“Meu pai me prendia muito, fui conhecer o mundo de 16 para 17 anos, [antes era] só desavença, só brigava comigo, só fazia merda também. Até hoje, tive oportunidade de fazer muita merda, não perdi nenhuma! Hoje em dia sou mais centrado. Hoje em dia vejo o exemplo que ele e minha mãe queriam dar para mim”, declarou.

Ele ainda acrescentou que o pai faz “terror psicológico” e que apanha da mãe, Ana Cristina. 

“Minha mãe me bate e ele [meu pai] faz terror psicológico. Eu prefiro que me bata do que faça minha cabeça, falar no meu ouvido. Aquilo que eu fico duas semanas pensando no que ele falou”, contou Jair Renan, ressaltando que após o fim do casamento de seus pais, ele morou seis anos com Bolsonaro, enquanto a mãe foi morar no exterior.

“Depois que terminou o casamento com meu pai, minha mãe foi morar fora. Fiquei cinco ou seis anos com meu pai. Hoje moro com ela”, completou.

Sobre política, o quarto herdeiro afirmou que as coisas em Brasília são diferentes devido aos “puxa-saco” e que há mais “malandros” em Brasília do que no Rio de Janeiro.

“Aqui em Brasília é até engraçado. É diferente de qualquer lugar do Brasil, aqui tem baba ovo, puxa-saco, um dando pernada em outro. Os influenciadores se matam, ninguém quer ver o outro crescer. Ainda mais por ser capital do país, cidade política, o negócio aqui é intenso”, disse. “Quando saí do Rio e vim para cá, foi um choque de realidade, bem pior. Para você crescer, se apoiar, sempre tem alguém? Se você acha que o Rio de Janeiro tem malandro, você não viu Brasília”, finalizou.

Jair Renan é alvo de investigação que apura supostas práticas de tráfico de influência e lavagem de dinheiro. O processo foi aberto pelo MPF (Ministério Público Federal) em março de 2021, após a empresa do quarto filho do presidente, chamada “Bolsonaro Jr. Eventos e Mídia”, ter a festa de inauguração custeada por uma produtora que prestava serviços ao governo federal.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Continue lendo

Política Nacional

CRA pode votar autorização para barragens em áreas de preservação ambiental

Publicado

A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária pode votar a proposta (PL 1.282/2019) do senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) que autoriza a construção de reservatórios para projetos de irrigação em áreas de preservação permanente. O relator, Esperidião Amin (PP-SC), no entanto, condicionou a liberação das obras ao licenciamento ambiental prévio.

Fonte: Agência Senado

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana