conecte-se conosco


Economia

Começa leilão de arrendamento de seis terminais portuários no Pará

Publicado

Começou há pouco o leilão de arrendamento de seis terminais portuários no Pará. São ofertadas à iniciativa privada cinco áreas no porto organizado de Belém e uma no porto de Vila do Conde, em Barcarena. O leilão ocorre na B3, Bolsa de Valores de São Paulo, e teve início às 10h.

Todos os terminais têm como objetivo principal a movimentação de granéis líquidos, principalmente combustíveis. Ao todo, deverão ser gerados R$ 420 milhões de investimentos nos portos. Pelas regras do certame, o valor mínimo de outorga começa em R$ 1. 

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, chegou a São Paulo às 9h para acompanhar o certame. De acordo com o ministério, essa modelagem do leilão, com preço simbólico, “privilegia a realização de investimentos para maior capacidade de movimentação de cargas e melhor prestação de serviços aos usuários, e não na acumulação de recursos no caixa da União”.

As sessões acontecerão de forma individual para cada terminal. As propostas serão classificadas em ordem decrescente de valor de outorga. No caso de duas ou mais propostas, a disputa vai para o pregão viva-voz, na qual quem pagar maior outorga leva.

Além disso, os proponentes não poderão arrematar mais de duas áreas, salvo nos casos de propostas únicas. A intenção é promover maior competição entre os operadores portuários e reduzir o preço por tonelada.

Os contratos vão de 15 a 25 anos de arrendamento, mas podem ser renovados até um limite de 70 anos.

Áreas a serem leiloadas

Veja as áreas que serão leiloadas:

Porto Organizado de Belém

Bel 02B: previsão de investimento de R$ 27,4 milhões. 15 anos de arrendamento, prorrogável sucessivas vezes no limite de 70 anos, a critério do governo;

Bel 04: investimento de R$ 11,6 milhões. 15 anos de arrendamento, prorrogável sucessivas vezes no limite de 70 anos, a critério do governo;

Bel 08: previsão de investimento de R$ 89 milhões. 20 anos de arrendamento, prorrogável sucessivas vezes no limite de 70 anos, a critério do governo;

Bel 09: investimento de R$ 128 milhões. 20 anos de arrendamento, prorrogável sucessivas vezes no limite de 70 anos, a critério do governo.

Porto de Vila do Conde

VDC12: previsão de investimento de R$ 126,3 milhões. 25 anos de arrendamento, prorrogável sucessivas vezes no limite de 70 anos, a critério do governo.

Edição: Kleber Sampaio

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Summit Êxito de Empreendedorismo chega ao fim com mais de 60 horas de conteúdo

Publicado


source

Brasil Econômico

Summit Êxito de Empreendedorismo
Divulgação

Summit Êxito de Empreendedorismo chega ao fim com mais de 60 horas de conteúdos gratuitos

Neste domingo (29), a segunda edição do Summit Êxito de Empreendedorismo , maior congresso de empreendedorismo do Brasil, chegou ao seu fim. O evento, que aconteceu totalmente online e foi gratuito, que teve como tema central ” Empreendedorismo, Tecnologia e Inovação em uma sociedade disruptiva “.

Iniciado na última terça-feira (24), foram mais de 60 horas de transmissão, com 137 palestras ministradas por 137 empreendedores conferencistas.

O presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo e idealizador do Summit Êxito de Empreendedorismo, Janguiê Diniz, fez um balanço positivo do Summit. “Conseguimos reunir em tempo recorde um time de empreendedores palestrantes que realmente entendem e vivem na prática os dilemas, os desafios e as vantagens de ser um empreendedor”, relatou. 

“Atingimos um número expressivo de pessoas que acompanharam o evento e isso nos deixa muito felizes. O nosso objetivo é impactar o maior número de pessoas possível para que possamos transformar o nosso país, e não vamos descansar”, completou.

Todo o material já está  disponível na plataforma do Instituto Êxito de Empreendedorismo à  disposição de todos. Porém, como novidade, na segunda quinzena de janeiro evento será reprisado com o título de  Summit Êxito de Empreendedorismo 2020 –  Revival .

A reprise ocorrerá com a realização de uma ampla campanha de marketing digital para atingir ainda mais pessoas com o conteúdo. “A ideia é ultrapassar mais fronteiras e transmitir uma mensagem de otimismo e possibilidades em consonância com o ano novo que estará iniciando”, disse, em nota, o Instituto .

Participaram do evento nomes do empreendedorismo nacional como o fundador da XP Investimentos, Guilherme Benchimol; o fundador do Banco BTG Pactual, André Esteves, o fundador da JR Diesel, Geraldo Rufino; o presidente do Instituto Brasileiro de Coaching, José Roberto Marques; o fundador do O Primo Rico, Thiago Nigro; o empreendedor e autor do livro “Seja Foda!”, Caio Carneiro; o presidente do Credit Suisse no Brasil, José Olympio Pereira; o criador da metodologia do Coaching Integral Sistêmico (CIS), Paulo Vieira; o palestrante, empreendedor e psiquiatra Roberto Shinyashiki; o fundador e CEO da Polishop, João Appolinário; o diretor-presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), Celso Niskier; o hipnólogo e empreendedor Pyong Lee; entre outros grandes nomes.

A plataforma online do Summit Êxito de Empreendedorismo foi desenvolvida pela Edulabzz , edtech parceira do Êxito com soluções tecnológicas de ensino. Para quem perdeu o evento ou quer rever alguma apresentação é possível assistir todas as palestras no site www.institutoexito.com.br . Para ter acesso é necessário fazer um cadastro totalmente gratuito.

Continue lendo

Economia

Felipe Neto faz alerta sobre “day traders safados e picaretas”

Publicado


source
undefined
Luciano Rocha

Felipe Neto faz alerta sobre “day traders safados e picaretas”

O youtuber Felipe Neto fez um alerta sobre a atividade de day trade no Twitter. A mensagem foi publicada no final de semana, em 28 de novembro. Segundo Neto, a atividade está cheia de “picaretas safados” que vendem a ilusão de ganhos fáceis na bolsa.

Junto com seu alerta, o youtuber publicou um texto. Na matéria, escrita pelo investidor Mark Lyck, é dito que 80% dos day traders perdem dinheiro nas operações .

O alerta de Neto ainda fala sobre o que seria uma “onda” de propagação de negócios relacionados ao day trade. No entanto, ele cita apenas o mercado de ações, deixando de lado outros como moedas (forex) e criptomoedas .

Traders e vendedores de cursos são criticados no YouTube

Não é a primeira vez que o youtuber faz críticas a pessoas que vendem produtos relacionados a investimento.

No dia 11 de outubro, ele falou sobre José Roberto Marques, fundador do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC). Segundo o jornal O Globo, Marques teve seus bens bloqueados por causa de uma dívida de R$ 2,2 bilhões.

“- Deve R$2.2 milhões em aluguel; – Bens bloqueados para reparar danos por inadimplência; – Acusado de plágio; – Pediu JUSTIÇA GRATUITA alegando não ter como pagar os custos processuais; — Parem de pagar cursos e coachs que prometem te ensinar a ficar rico. PELO AMOR DE DEUS”, afirmou Neto.

Recentemente, muitos youtubers e influenciadores estão fazendo vídeos sobre essa nova ” indústria da riqueza “. Eles ironizam quem oferece os cursos e esclarecem alguns aspectos desse negócio.

Um deles foi Maicon Küster , que possui 2,72 milhões de inscritos em seu canal. Conforme relatou o CriptoFácil, Küster gravou um vídeo onde explica o modus operandi dos vendedores de cursos.

“Eu posso até não ser o maior entendedor de investimento do mundo. Mas acho que acaba sendo um pouco mais difícil de você fazer um dinheiro extremamente fácil. A não ser que você venda um curso sobre como ganhar dinheiro fácil”, ironizou Küster.

Riscos de day trade podem ser ainda maiores

Embora o texto compartilhado por Felipe Neto cite 80% dos traders com prejuízo, os números são ainda maiores. Uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostrou que até 99% dos day traders podem ter prejuízo .

Para Guilherme Affonso Ferreira, sócio-fundador da gestora de investimentos Teorema Capital (agora MOS), muita gente ” vai apanhar ” com day trade no país.

“A gente assistiu com entusiasmo chegar a 3 milhões de CPFs, uma evolução de 30 vezes. É o que tem que acontecer em um país que quer democracia de capital. Só torço para que não tenha muito amadorismo dos novos entrantes, que tomam pancada e nunca mais voltam”, disse o economista.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana