conecte-se conosco


Política MT

Começa hoje IV Simpósio sobre Dislexia

Publicado

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso será palco para a discussão a respeito da dislexia, nesta quinta (23) e sexta-feira (24). O evento terá início às 17h30 e contará com a participação de especialistas sobre o assunto de vários estados brasileiros. A coordenação do IV Simpósio sobre Dislexia é dos deputados estaduais Wilson Santos (PSDB) e Silvio Fávero (PSL), em parceria com representantes do grupo Dislexia MT e Associação para Defesa dos Direitos dos Disléxicos.

Com militância na educação e professor por décadas em instituições de ensino, o deputado Wilson Santos afirma que o debate a respeito da dislexia é necessário para garantir a inserção social de crianças, adolescentes e até adultos que apresentam sintomas da doença.

“A exemplo do autismo, que também patrocinei a discussão, o conhecimento a respeito dos disléxicos é necessário para evitar qualquer discriminação. Uma sociedade mais humana exige conhecimento para pôr fim às discriminações”, afirma.

Fávero, que tem seu trabalho voltado às causas sociais, afirma apoiar o simpósio com muito orgulho e se coloca à disposição na construção de políticas públicas voltadas à dislexia, assunto ainda desconhecido por milhares de brasileiros. “Ser sensível a esse debate é um ato digno. Sou conhecedor da importância desse debate voltado às pessoas, em especial às crianças, que possuem transtornos de aprendizagem. Elas são capazes de ter uma vida cotidiana normal, afinal de contas, dislexia não é doença”, ressaltou Fávero.

Com o tema central “O Cérebro e a Dislexia”, o primeiro dia vai contar com a palestra “Neurologia Infantil”, conduzida pela médica Newra Rotta, que se dedica aos estudos de saúde materno-infantil, atuando principalmente nos temas de Transtorno do Aprendizado, Exame Neurológico Evolutivo e Criança.

Newra Rotta é autora dos livros Transtornos da Aprendizagem, Rotinas em Neuropediatria, Neurologia e Aprendizagem – Abordagem Multidisciplinar e, mais recentemente, Plasticidade Cerebral e Abordagem.

A presidente da Associação Brasileira de Dislexia, Maria Angela Nogueira Nico, também autora do livro Facilitando a Alfabetização, vai compor a mesa-redonda juntamente com o promotor de Justiça do Ministério Público de Mato Grosso, Miguel Slhessarenko.

No dia 24 de maio, o tema central será “Estilos de Aprendizagem” e “Dislexia na Vida Adulta”. Haverá o depoimento do publicitário e fundador do DislexClub, Felipe Ponce, “o Pippo”, para abordar o tema “Uma História de Sucesso”.

Também marcam presença os conferencistas Lucas Emanuel Ramos Pereira, fonoaudiólogo e mestre em Educação pela Universidade de Ouro Preto e com a psicóloga Inez Ocanaã de Luca, mestre em Psicologia, pós-graduada em Aprendizagem e membro da equipe multidisciplinar da Associação Brasileira de Dislexia (ABD) e do Centro Especializado em Distúrbios de Aprendizagem.

Os últimos 20 minutos do evento, compreendidos no período das 21h40 às 22h, serão dedicados aos questionamentos da plateia. O evento termina às 22h, com moção de aplausos e encerramento.

O evento tem o apoio da concessionária Energisa, Unimed Cuiabá, Laboratório Carlos Chagas, cooperativa de crédito Sicoob e Faculdade Invest de Ciência e Tecnologia.

Oficinas – O IV Simpósio sobre Dislexia em Mato Grosso vai contar em 2019 com a novidade de oficinas práticas. Trata-se de cursos de curta duração com a entrega de certificados comprovando a carga horária.

Nos dias 23 e 24 de maio, das 9h às 12h, haverá as oficinas com os temas “Sinais, indicativos, escolares e emocionais para Dislexia, Discalculia e Disgrafia e “Estratégia para alunos com problemas de  aprendizagem”.

No período das 15h às 18h serão disponibilizadas as oficinas “Psicomotricidade e Dislexia” e “Intervenção Pedagógica na leitura e escrita por meio de atividades práticas e jogo de regras”.

Os oficineiros serão os doutores e mestres Rauni Alves, Priscila Biaggi Alves de Alencar, Mariana Coelho Carvalho Fernandes e Maria Aparecida Lacerda Novak.

Fonte: ALMT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

No bastidor, Taques tenta superar preferência por Leitão para disputa ao Senado

Publicado

Embora afastado da vida política desde que terminou seu mandato no governo do Estado, após ser derrotado na tentativa de se reeleger, o ex-governador Pedro Taques (PSDB), está trabalhando nos bastidores a possibilidade de disputar a eleição suplementar do Senado da República, já marcada para o próximo dia 26 de abril, com a cassação da senadora Selma Arruda (Podemos), por caixa 2 e abuso de poder econômico.

No seu partido, o PSDB, Taques tem como adversário o ex-deputado federal Nilson Leitão, que dificilmente perderá a condição de disputa para o ex-governador. Os dois foram derrotados na campanha de 2018. Pedro Taques era candidato à reeleição e ficou em terceiro lugar no pleito e Nilson Leitão ficou em 5° lugar na disputa ao Senado.  “Não debati isso com o PSDB. O nosso partido tem sim bons candidatos, mas precisamos aguardar a Justiça Eleitoral decidir sobre as regras”, diz o ex-governador.

Empolgado com resultado de uma pesquisa interna, na qual estaria bem pontuado, aparecendo entre os preferidos ao Senado, mesmo após deixar o cargo de governador com grande desgaste, Pedro Taques vem flertando com alguns partidos, como o Cidadania, comandado em Mato Grosso pelo seu ex-secretário Marco Marrafon, e também com o Solidariedade.

O líder do Solidariedade no Estado, o prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio, deseja atrai-lo para partido. Acontece que Taques perdeu espaço no PSDB, cuja maioria prefere apostar de novo na candidatura de Nilson Leitão.

Agora, o ex-governador entende que só vai conseguir ser candidato se o Tribunal Regional Eleitoral permitir filiações às vésperas do pleito suplementar de 26 de abril e concorrer por outra legenda. Na eleição de 2018, Taques, que disputou a reeleição, entrou para a história em Mato Grosso como o primeiro governador no exercício do cargo que não conseguiu se reeleger.

Continue lendo

Política MT

Com três aliados pré-candidatos ao Senado, Mauro adia a anuncio público de quem apoia

Publicado

O governador Mauro Mendes (DEM), apesar dos apelos de aliados para que fique neutro em relação à eleição suplementar do Senado, já marcada para 26 de abril próximo, decidiu colocar um fim ao assunto: “vou, como cidadão, dizer a minha opinião, mas tenho tempo para fazer isso”, resumiu.

Conforme Mendes, “a eleição tem passos e datas definidas. Portanto, vou esperar  esses passos serem dados para ter um cenário concreto. Eu não preciso ficar antecipando um problema que vou ter daqui a 20, 30 dias”, observou.

Segundo o democrata, “uma possível declaração de apoio poderia causar ciúmes nos outros. Digo sempre: há pessoas que ficam contentes e pessoas que ficam descontentes quando assumimos um lado. Então, nesse momento, o mais sábio é que eu continue cuidando de Mato Grosso”, disse.

Mendes adiantou que na reunião do DEM que oficializou a autorização para que o ex-governador Júlio Campos movimentasse sua candidatura, decidiu ficar neutro apenas por enquanto. “O cenário não está definido. Então vamos esperar os candidatos registrarem as suas candidaturas e aí nós vamos analisar, conversar, para ver se muda alguma coisa”, comentou. “Eu acho natural os candidatos que pretendem disputar essa vaga comecem a fazer suas movimentações

“Sobre eu apoiar mais incisivamente alguém, eu acho que a população é muito sabida, muito esperta, muito conectada, então, eu tenho um voto apenas e vou dizer como cidadão qual é minha opinião, mas tenho tempo para isso”.

Mendes vem desde o início do ano sento aconselhado por aliados a se manter neutro em relação a eleição do Senado da República. O fato de o governador ter pelo menos três aliados com pretensão de disputa, o próprio Júlio Campos (DEM), o ex-vice-governador do Estado e atual representante do escritório de Mato Grosso em Brasília, Carlos Fávaro (PSD) e o vice-governador Otaviano Pivetta (PDT), no entendimento dos aliados, é a grande justificativa para a neutralidade do governador.

ResponderEncaminhar

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana