conecte-se conosco


Esportes

Com um jogador a menos Vasco é superado pelo Coritiba

Publicado


Com um a menos desde os 30 minutos do primeiro tempo, o Vasco foi superado pelo Coritiba, no sábado (16/01)  pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo permanece na 15ª posição, com 32 pontos. O próximo compromisso do Gigante da Colina, será diante do Bragantino na próxima quarta-feira (20), às 21h30, no Estádio Nabi Abi Chedid.

A partida começou bem equilibrada, com as duas equipes se estudando muito. A primeira boa chegada do Vasco veio aos 11 minutos, Léo Matos avançou pela direita, achou um belo cruzamento na entrada da pequena área, procurando Talles Magno. Antes do camisa 11 chegar a zaga adversária cortou e por pouco não sobrou para Germán Cano, que antes de chegar na bola a zaga adversária conseguiu afastar novamente. Aos 14, Yago Pikachu achou um belo lançamento para Germán Cano, que dominou invadiu a área e acabou sendo travado pela defesa adversária na hora do chute.

A partida ficou paralisada por três minutos, para uma análise no VAR. O árbitro da partida foi chamado para checar uma possível cotovelada do lateral vascaíno Henrique, no meia do Coritiba Sarrafiore. No final, o árbitro optou por expulsar o lateral. O Vasco voltou a incomodar a defesa adversária aos 35, Germán Cano recebeu pela direita, invadiu área e quase sem ângulo chutou sob a meta adversária. Aos 43, o Coritiba abriu o placar com um chute de longa distância de Hugo Moura: Coritiba 1 a 0. Aos 48 minutos, Léo Gil cobrou a falta na entrada da pequena área e achou Germán Cano livre, o argentino testou firme e acabou parando na boa defesa do goleiro Wilson.

O Vasco começou a segunda etapa, tentando incomodar a zaga adversária e com uma postura mais ofensiva. A primeira boa investida vascaína veio aos 21 minutos, Léo Matos recebeu pela direita, cortou para o meio e engatilhou um forte chute, que acabou parando na defesa do goleiro adversário. Aos 28, Léo Matos recebeu, levantou a cabeça e achou Martin Benítez na entrada da área, o camisa 10 chegou batendo de primeira e mandou para fora.

Tentando um último suspiro aos 50 minutos, Werley levantou para a área na direção de Leandro Castan, o zagueiro desviou para trás e achou Germán Cano livre, o argentino dominou, encheu o pé e parou na boa defesa do goleiro Wilson.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Jair Ventura renova e comandará o Sport em 2021

Publicado


O Sport Club do Recife anuncia com satisfação a renovação de contrato com Jair Ventura e sua comissão técnica, que esteve à frente do Leão desde agosto do ano passado. O treinador assinou até o final da temporada de 2021.

Em 29 partidas, o técnico comandou 11 vitórias e 5 empates, tornando-se o quarto treinador leonino com mais vitórias no Brasileirão de pontos corridos. Pela temporada 2021, Jair já tem pela frente o Campeonato Pernambucano e Copa do Nordeste, competições em andamento e inéditas no seu currículo.

Continue lendo

Esportes

Marcelo Cabo é apresentado como o novo técnico do Vasco

Publicado


Na manhã desta terça-feira (02/03), o técnico do futebol profissional Marcelo Cabo foi apresentado oficialmente pelo Club de Regatas Vasco da Gama, em coletiva de imprensa virtual realizada em São Januário, que contou ainda com a participação do Diretor Executivo de Futebol, Alexandre Pássaro.

O novo comandante chegou ao estádio acompanhado de seu filho e auxiliar, Gabriel Cabo, e foi recebido pelo 1º Vice-Presidente, Carlos Roberto Osório, pelo Vice-Presidente de Responsabilidade Social e História, Horácio Junior, e pelo historiador Walmer Peres. Marcelo realizou um tour pela Colina Histórica, visitou o Ginásio onde jogou quando foi atleta de futsal do Clube e conheceu o Salão de Troféus na companhia de Alexandre Pássaro.

Marcelo Cabo chega a São Januário(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Após o tour, Marcelo Cabo recebeu sua carteirinha de Sócio Gigante e concedeu entrevista coletiva, transmitida ao vivo pela Vasco TV. Confira alguns trechos.

– É uma alegria muito grande voltar a São Januário, voltar para o clube onde vivi bons momentos como atleta e agora espero viver bons momentos como treinador. Quero agradecer ao Presidente e a toda diretoria pelo convite para essa missão que será capitanear o Vasco na temporada de 2021. – afirmou o técnico.

Marcelo Cabo visita o ginásio de São Januário (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Perguntado sobre a disputa da Série B e reforços, Marcelo Cabo, campeão com o Atlético-GO em 2016 e vice campeão com o CSA em 2018, contou sobre a sua experiência na competição e o planejamento que começa a ser traçado com a diretoria.

– Eu tenho dois acessos em um espaço curto de tempo. Essa vai ser minha sexta vez na segunda divisão, tenho conhecimento pleno da competição e vou dizer com convicção: o Vasco vai apenas passar pela Série B. Com certeza vamos trabalhar bastante para que no final da temporada a gente dê essa alegria ao torcedor que é o retorno à Série A. Também vamos disputar o Carioca, temos a Copa do Brasil, mas a grande e maior meta é o Campeonato Brasileiro.

– É claro que teremos uma reformulação, vamos sentar e ver o que é preciso repaginar. Vamos criar novos mecanismos para que tenhamos uma equipe competitiva com conquista para o Vasco neste ano. Eu inicio meu trabalho no Vasco hoje, junto com a diretoria, junto com o Pássaro, para que a gente possa pautar e planejar essa temporada de 2021. O torcedor vascaíno pode ter certeza, dentro do que o Vasco pode fazer, teremos uma equipe competitiva que vai entrar nas competições e buscar conquistas, que é o que o Vasco sempre fez na sua história.

Presidente Jorge Salgado recebe Marcelo Cabo e seu filho Gabriel Cabo (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Além do passado como atleta do Clube, Marcelo Cabo convive diariamente com o amor ao Vasco dentro de casa. Duda, sua filha, é torcedora do Gigante da Colina e viralizou na internet ao comemorar a chegada do pai ao time do coração. O técnico contou que teve o apoio da família para voltar ao Rio de Janeiro e aceitar esse desafio do Vasco.

– A reação da Duda foi maravilhosa, vi a alegria dela quando eu recebi o contato do Vasco. Também conversei com a família, tive a decisão de vir pautada na família porque a gente tem que se mudar, mudar de estado, voltar pra cidade natal, mas a Duda ficou muito alegre. Um dia eu falei pra ela: “Papai vai trabalhar bastante pra um dia treinar o seu time do coração.” Aceitei esse convite com muita alegria e a gente espera fazer um grande trabalho. Não só a Duda, toda família está muito feliz com essa volta à São Januário.

Marcelo Cabo visita Salão de Troféus de São Januário (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Sobre a utilização dos meninos da base, Marcelo Cabo foi pontual ao dizer que eles serão utilizados, mas com sabedoria e estudo em um trabalho integrado com o Carlos Brazil, Diretor do Futebol de Base.

– O Vasco sempre foi um clube que revelou muitos jogadores. costumo dizer que a base, em um time com o tamanho do Vasco, é o oxigênio do clube. O Carlos Brazil é um companheiro que eu conheço há muito tempo e vamos trabalhar de forma integrada. Quero parabenizar o trabalho feito na base do Vasco da Gama, a gente vem ao longo desses anos acompanhando as conquistas e a gente sim, vai usar a base, mas com muito critério, com muito ajuste, pra gente poder potencializar esses jogadores e no momento certo trazer os frutos que a gente espera deles na equipe principal.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana