conecte-se conosco


Esportes

Com transmissão da Rádio ODOC, Cuiabá tenta reabilitação nesta 6ª diante do Vitória-BA

Publicado

O Cuiabá tem a chance nesta sexta-feira 11 de se reabilitar diante de sua torcida das três partidas sem vencer. O Time, desfalcado, vem de um empate diante do Atlético-GO e pega o rubro-negro baiano.

Já o Vitória tentará triunfar pela segunda vez seguida, algo raro na Série B do Campeonato Brasileiro. O ameaçado clube baiano, aliás, conseguiu tal feito só uma vez. Depois de bater o Oeste, o Rubro-negro tentará repetir a dose contra o Cuiabá nesta sexta-feira, às 21h30, na Arena Pantanal, pela 28ª rodada.

A única vez que o Leão deu duas mordidas seguidas foi contra Paraná e CRB pela 15ª e 16ª rodada, respectivamente. O problema é que os baianos sofreram 23 dos seus 35 tentos na Série B como visitante. Isso equivale a 65,7%. Fora de casa, o Vitória tem a quarta pior campanha da Série B. Os nordestinos venceram só duas vezes. Aproveitamento modesto de 20,5%.

No geral, o Vitória ocupa a perigosa 16ª colocação com 29 pontos, a mesma pontuação da zona de rebaixamento. O Cuiabá, por sua vez, é o 11º colocado com 36.

DURA REALIDADE!
Sem vencer há três jogos, o Cuiabá terá que superar os desfalques para voltar a sorrir. O técnico Itamar Schulle não poderá contar com o lateral-direito Jonas, com uma lesão no pé, o meia Renan Bressan, com lesão no joelho, e o atacante Júnior Todinho, que se recupera de uma cirurgia após ter fraturado a mandíbula.

Sem falar que os meio-campistas Moisés e Alê, o meia Escudero e o atacante Rodolfo estão em transição do DM para o campo. Do quarteto, Alê poderá surgir como opção, mas ainda não é certo.

CONFIANÇA NO ELENCO!
Wesley e Felipe Garcia estão suspensos e não estarão à disposição do técnico Geninho. O lateral Capa, o volante Rodrigo Andrade e o meia Felipe Gedoz, porém, foram vetados pelo departamento médico. O atacante Negueba voltou a ser relacionado e estará à disposição. O mesmo acontece com o volante Baraka, recuperado de uma lesão grau 1 na coxa.

“Quanto a perder jogador, vou ver o que tenho. Quem joga ali. Tenho certeza que os 11 que eu escolher vão brigar tanto quanto quem vem jogando”, resumiu Geninho.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

Covid-19: sem vacina até dezembro, "não haverá Olimpíada", diz Conrado

Publicado


.

O presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Mizael Conrado, entende que os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio (Japão), em 2021, estão comprometidos se a vacina contra o novo coronavírus (covid-19) não for aprovada até o fim deste ano. A pandemia sanitária já provocou o adiamento dos eventos, inicialmente previstos para 2020.

“Tenho observado (o cenário) com bastante preocupação e temos uma posição bem concreta. Basicamente, o que a gente entende é bastante simples e objetivo. Nosso entendimento é que se não houver uma vacina aprovada até dezembro deste ano, não haverá Jogos em 2021”, disse Conrado à Agência Brasil. “Digo isso não só com relação à Paralimpíada mas à Olimpíada também. Entendo que (a covid-19) é um problema de saúde pública e afeta toda a sociedade”, completou.

O adiamento dos Jogos foi anunciado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) em 24 de março. Quatro dias antes, o dirigente do CPB havia declarado, ao site GloboEsporte.com, ser contrário à realização dos eventos em 2020, em meio à pandemia. A Olimpíada foi remarcada para ocorrer entre 23 de julho a 8 de agosto de 2021. Já a Paralimpíada será de 24 de agosto a 5 de setembro, também do ano que vem.

O presidente do COI, Thomas Bach admitiu, em entrevista à rede britânica BBC, que as disputas em Tóquio podem ser canceladas se a covid-19 não estiver controlada até lá. Discurso semelhante ao do mandatário do Comitê Organizador dos Jogos, Yoshiro Mori, que reconheceu, em declarações aos diários japoneses Nikkan Sports Kyodo News, a possibilidade de os eventos não ocorrerem.

Antes de a Olimpíada ter a data alterada, comitês olímpicos e paralímpicos pelo mundo chegaram a anunciar que não participaram dos eventos em razão do novo coronavírus – no dia 22 de março, o Canadá foi o primeiro a se manifestar nesse sentido. Perguntado pela Agência Brasil se o CPB pensa em adotar posição semelhante caso a Paralimpíada seja mantida para 2021 mesmo sem a vacina, Conrado afirmou que a entidade não discute essa possibilidade.

“Não pensamos nisso porque acreditamos muito na responsabilidade dos movimentos olímpico e paralímpico internacionais. Tenho absoluta certeza de que se houver qualquer risco à saúde dos atletas, as nossas organizações e representações internacionais adotarão as medidas necessárias para garantir a segurança”, acredita.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) rregistrou mais de 6,2 milhões de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no mundo, e cerca de 376 mil mortes. Ainda não há uma vacina considerada eficaz contra a doença. Na última terça-feira (2), o Governo Federal anunciou a participação do Brasil numa iniciativa internacional para produção de vacina, medicamentos e diagnósticos, que reúne mais de 44 países, empresas e entidades internacionais, entre elas, a própria OMS.

 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

Esportes

Clubes do Rio reúnem-se neste sábado (6) para discutirem o Estadual

Publicado


.

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) convocou, nesta quarta-feira (3), os clubes que disputam o Campeonato Estadual, além de um representante da categoria de atletas, para participarem neste sábado (6), de reunião do Conselho Arbitral. Entre os assuntos em pauta está a volta da disputa do Campeonato Estadual, suspenso desde o dia 16 de março, devido á pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Com a competição interrompida na quarta rodada do segundo turno -Taça Rio, restam algumas partidas a serem disputadas para sabermos quem será o campeão estadual em 2020. No que diz respeito à quantidade de jogos, o regulamento permite que seja definido em dois possíveis cenários. E isso vai depender do Flamengo, campeão do primeiro turno – Taça Guanabara:

1 – Flamengo campeão dos dois turnos e líder da classificação geral – Seriam 15 jogos: as duas últimas rodadas da fase grupos, as semifinais e a final da Taça Rio;

2 – Flamengo campeão ou não da Taça Rio, mas sem liderar a classificação geral – Seriam 17 jogos: as duas últimas rodadas da fase grupos, as semifinais e a final da Taça Rio e as finais do Estadual;

No encontro virtual do Conselho Arbitral também será discutida a retomada dos confrontos relacionados ao Grupo Z. Nele estão lutando contra o rebaixamento América, Americano e Nova Iguaçu. Deste triangular, somente o último disputará a segunda divisão (Série B1) em 2021. Faltam dois jogos para esta definição: Americano x América e América x Nova Iguaçu. Até o momento, em quatro partidas já disputadas, o Americano soma 9 pontos; o América tem 3 e o Nova Iguaçu, nenhum.

No mesmo dia, os clubes terão de indicar os nomes que vão compor o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD).

A convocação saiu na mesma data em que a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro divulgou o recorde de mortes em 24 horas por covid-19 no estado: 324. Desde o início da pandemia foram registrados 6.010 mortos e 59.240 infectados pelo vírus.

Edição: Sergio du Bocage

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana