conecte-se conosco


Esportes

Com Neymar apagado, Brasil fica no empate com Senegal

Publicado

Roberto Firmino abriu o placar para a Seleção, mas equipe africana empatou com Diédhiou

Gazeta Esportiva – Na manhã desta quinta-feira (10), em partida de caráter amistoso, aSeleção Brasileira enfrentou Senegalno Estádio Nacional de Singapura e a partida acabou empatada por 1 a 1. Realizando sua centésima partida com a camisa da Seleção, Neymar teve atuação apagada – sobretudo no primeiro tempo – e não conseguiu desenvolver o futebol que se esperava dele. Firmino abriu o placar aos oito minutos de jogo, após boa jogada de Gabriel Jesus. Aos 45, Diédhiou, de pênalti, empatou para Senegal.

Com isso, o Brasil chega a três jogos consecutivos sem vitória – antes, havia empatado em 2 a 2 com a Colômbia e perdido por 1 a 0 para o Peru – sequência essa que não ocorria desde 2013.

A equipe comandada pelo técnico Tite volta a entrar em campo já neste domingo, no mesmo estádio, novamente às 9h (horário de Brasilia), desta vez diante da seleção da Nigéria.

A equipe comandada por Tite começou com uma marcação alta, pressionando a saída de bola de Senegal e forçando os erros do adversário. Quando tinha a bola nos pés, as jogadas eram sempre pelo lado direito, onde apareciam Gabriel Jesus e Daniel Alves.

Aos oito minutos de jogo, foi justamente por esse lado do campo que saiu o gol brasileiro. Jesus recebeu na ponta, fez boa jogada individual derivando pelo meio e descolou uma grande bola enfiada para Firmino, que entrou fazendo o facão. Frente a frente com o goleiro, o atacante do Liverpool teve calma para dar uma cavadinha e abrir o placar.

Após o tento, a Seleção continuou com um ritmo parecido, mas acabava esbarrando no bloqueio defensivo senegalês e não conseguia finalizar. A equipe africana, por sua vez, aos poucos ia se soltando em busca de um contra-ataque promissor. Aos 18 minutos, em uma das primeiras chances, Gueye arriscou de fora da área e mandou por cima do gol.

Leia Também:  Sport vira, Cuiabá goleado, Criciúma reage: veja trodos resultados da Série B

Realizando sua centésima partida com a Amarelinha, Neymar estava muito apagado e chegou inclusive a errar alguns passes. Com isso, o desempenho ofensivo do Brasil caiu, e Senegal começou a gostar do jogo, chegando a ter maior posse de bola já a partir da metade do primeiro tempo. Aos 25, Mané parou na defesa de Ederson, e aos 38, foi a vez do goleiro brasileiro segurar a tentativa de Diédhiou. Os africanos eram superiores no jogo, e o gol parecia questão de tempo.

Já aos 44 minutos, Mané recebeu pela esquerda, ainda no campo de defesa, e avançou. Após passar por Daniel Alves, o camisa 10 derivou para o meio da área, deu uma caneta em Marquinhos e, na sequência, foi derrubado. O árbitro marcou pênalti, e na cobrança, Diédhiou bateu rasteiro, no canto esquerdo, sem chances para Ederson. Logo na sequência, o Brasil ainda teve a chance de ir para o intervalo em vantagem, mas de dentro da área, Neymar parou no goleiro Gomis.

Na etapa complementar, a Seleção Brasileira continuava no mesmo marasmo, e aos 15 minutos, Tite promoveu a entrada de Everton Cebolinha na vaga de Roberto Firmino. Aos 22, foi a vez de Matheus Henrique entrar no lugar de Arthur, e logo na sequência, em uma das poucas participações que fez no jogo, Neymar cobrou falta com muito perigo.

Leia Também:  Confira a agenda do futebol desta terça-feira, 16 de abril de 2016

Em busca de novas alternativas de jogo, Tite começou a mexer mais na equipe, colocando Richarlison no lugar de Coutinho e Renan Lodi na vaga de Alex Sandro. As mudanças, contudo, não surtiram efeito, pois quem criou as melhores chances foi a seleção de Senegal. Aos 39, após boa troca de passes, Sidy Sarr chegou batendo da entrada da área e fez o goleiro Ederson trabalhar bem. Na sequência, foi a vez de Mané finalizar e carimbar a trave brasileira.

Aos 41, o Brasil respondeu com Neymar, que recebeu dentro da área, mas teve o chute bloqueado pela defesa adversária. Logo na sequência, o camisa 10 acionou Richarlison, que da entrada da área, bateu bem, mas a bola saiu à direita do gol. Dai para frente, a Seleção nada criou, e após cinco minutos de acréscimos, a partida acabou mesmo empatada em Singapura.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 1 X 1 SENEGAL

Local: Estádio Nacional, em Kallang (Singapura)

Data: 10 de outubro de 2019 (Quinta-feira)

Horário: 9h (de Brasília)

Árbitro: Muhammad Taqi Alliaffari (Singapura)

Público: 20.621 torcedores

Renda: Não divulgado

Cartões amarelos: Marquinhos e Alex Sandro (Brasil); Kouyaté e Koulibaly (Senegal)

Gols: Brasil: Roberto Firmino, aos oito minutos do primeiro tempo. Senegal: Diédhiou, aos 45 minutos do primeiro tempo.

BRASIL: Ederson, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro (Renan Lodi); Casemiro, Arthur (Matheus Henrique), Phillipe Coutinho (Richarlison); Gabriel Jesus, Neymar e Roberto Firmino (Everton)

Técnico: Tite

SENEGAL: Gomis, Gassama, Koulibaly, Sané e Coly; Kouyate (Sidy Sarr), Gueye (Ndiaye) e Diatta; Sarr (Thioub), Mané e Diédhiou (Diallo)

Técnico: Aliou Cissé

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

Cuiabá recebe Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia de quarta-feira a domingo

Publicado

Competição acontece no estacionamento do Ginásio Aecim Tocantins

Uma grande estrutura está sendo montada no estacionamento do Ginásio de Esportes Aecim Tocantins para receber os jogos do Circuito Brasileiro Open de Vôlei de Praia. A competição, que acontece de 23 a 27 de outubro, terá a participação das melhores duplas do país, inclusive quatro medalhistas olímpicos e cinco campeões mundiais. A entrada é gratuita.

O processo de montagem da Arena de vôlei de praia teve início ainda na semana anterior e está em fase de finalização para abrigar as disputas, a partir das 8 horas de quarta-feira (23). A estrutura montada conta com quadras de areia, iluminação, gradis, banheiros químicos, coberturas, cadeiras e arquibancadas com cerca de 1300 lugares para a torcida mato-grossense acompanhar de perto os duelos. Para assegurar a qualidade técnica da competição, foram adquiridos 1500 metros cúbicos de areia, que serão posteriormente utilizados para abastecer quadras de areia da cidade.

Segundo o presidente da Federação Mato-grossense de Voleibol (FMTV), Nicanor Lopes Filho, o apoio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) foi fator decisivo para trazer o evento de porte nacional a Cuiabá. “Foi um apoio imprescindível. O auxílio com a entrega da infraestrutura necessária é uma contrapartida básica para que o evento viesse pra cá”, explica.

Leia Também:  City vence o Tottenham, “se vinga” e volta à liderança do Campeonato Inglês

O Circuito Brasileiro é a maior competição de vôlei de praia do país e ficou sete anos longe da capital mato-grossense.  A última vez que a cidade recebeu o torneio foi em 2012. Neste ano, Cuiabá recebe a segunda etapa da temporada 2019/2020, que estreou em Vila Velha (ES), em setembro, e segue para Ribeirão Preto (SP), em novembro. Já as etapas de 2020 passarão por João Pessoa (PB), Maceió (AL), Aracaju (SE) e Rio de Janeiro (RJ).

“Faz sete anos que o Estado não recebe o Open de Volei de Praia. E agora, o público mato-grossense terá de novo a oportunidade de ver jogar todas as estrelas do vôlei de praia mundial. Teremos aqui as quatro duplas quer vão representar o Brasil nas próximas Olimpíadas, e outros campeões olímpicos e mundiais”, anuncia Nicanor.

Brasil é o país com mais medalhas no vôlei de praia nos Jogos Olímpicos, somando três ouros, sete pratas e três bronzes. Participam da competição em Cuiabá, os medalhistas olímpicos Alison (ES), Bárbara Seixas (RJ), Juliana (CE) e Ricardo (BA), além do campeão mundial André Stein (ES) e dos medalhistas pan-americanos Álvaro Filho (PB), Ângela (DF), Carol Horta (CE) e Vitor Felipe (PB), e outros vários atletas revelação da nova geração.

Leia Também:  Copa do Brasil 2019: sorteio dos duelos e de mando sexta-feira (12)

Representando Mato Grosso, irão competir duas duplas do naipe masculino (Alcir/Paulo e Ricardo/Ricardo Queiroz) e no feminino serão cinco atletas: a dupla Ana/Bárbara, além das atletas Dani, Laryssa e Priscila, com parceiras de outros Estados.

Para o titular da Secel, Allan Kardec, o apoio básico em infraestrutura oferecido ao evento, possibilitará resultados socioeconômicos positivos. “Mais uma vez, apoiamos um grande evento esportivo que traz muita visibilidade à cidade e ao Estado e que movimenta muitos setores. Também estamos muito felizes por possibilitar o acesso da população mato-grossense a um belo espetáculo do esporte, ajudando a incentivar a prática desportiva”.

Todos os jogos do torneio principal serão transmitidos. Da fase de grupos às semifinais, os jogos podem ser assistidos ao vivo no site voleidepraiatv.cbv.com.br e no Facebook da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). As finais são exibidas exclusivamente pelo SporTV, no sábado à noite (masculino) e no domingo de manhã (feminino).

Para assistir os jogos ao vivo a entrada é gratuita, limitada à capacidade do espaço que contará com estrutura adequada e toda segurança possível. Na parte externa também haverá um telão para transmissão das partidas em tempo real. (Com informações da Assessoria de Imprensa da CBV)

 

Continue lendo

Esportes

Imbatível, Flamengo vence clássico e dispara na liderança do Brasileirão

Publicado

O Flamengo segue imparável no Campeonato Brasileiro e chegou a sua vigésima vitória na competição. A vítima da noite neste domingo foi o rival Fluminense, que saiu de campo derrotado por 2 a 0. Bruno Henrique e Gerson marcaram para o Rubro-Negro no Maracanã, pela 27ª rodada da competição nacional.

Com 64 pontos, a equipe de Jorge Jesus segue disparada na ponta da tabela, e agora volta suas atenções para o confronto decisivo das semifinais da Libertadores, diante do Grêmio, na próxima quarta-feira, no Maracanã. Na sequência do Brasileiro, pela 28ª rodada, o adversário será o CSA, no domingo, também no Rio de Janeiro.

O Fluminense, por sua vez, tem a chance de se reabilitar contra a Chapecoense, em confronto direto contra o rebaixamento, no sábado 26, no Maracanã. Com 29 pontos, o Tricolor segue próximo da zona do rebaixamento e aguarda o encerramento da rodada nesta segunda-feira, quando Ceará e CSA, as duas primeiras equipes dentro do Z4 com 26 pontos, estarão em campo.

O Jogo – O clássico começou em ritmo eletrizante no Maracanã, com o Flamengo pressionando o Flu como se o título estivesse em jogo em cada bola. Sufocado em sua defesa, até Yony González voltou para ajudar, e aos 3 minutos, tentou dar um chutão próximo à linha de fundo e acabou passando a bola para Gabigol na área. O artilheiro matou e chutou no canto, mas Muriel tocou com a ponta dos dedos para escanteio.

Leia Também:  Confira a agenda do futebol desta terça-feira, 16 de abril de 2016

Everton Ribeiro cobrou curto para Rodinei, que levantou na área. Bruno Henrique subiu sozinho e testou no canto de Murile para fazer Fla 1 a 0.
O Fluminense, mesmo sufocado, quase chegou ao empate em lance que gerou protestos da defesa do Flamengo, aos seis minutos. Gilberto cobrou escanteio pela esquerda, Yony González tentou o cabeceio e a bola sobrou para Wellington Nem na pequena área. Ele tentou de voleio de primeira e Diego Alves salvou no reflexo.

Aos 27, quase o segundo do Fla. Everton Ribeiro cobrou escanteio e levantou na área. A zaga rebateu de cabeça e Rodinei, na intermediária, tocou de primeira na lateral do campo para Vitinho, que cruzou no segundo pau e Rodrigo Caio acertou o cabeceio. Muriel voou e evitou o gol, mas deu rebote para o meio da área. Everton Ribeiro chegou primeiro e tocou para a pequena área, mas a zaga conseguiu afastar.

O Flu ainda teve uma chance antes do apito final da primeira etapa. Jogada pela esquerda, Caio Henrique levanta na área e Yony González tenta uma bicicleta e manda muito perto do gol.

O Flamengo começou o segundo tempo em cima do Flu e Gabigol quase amplia com um minuto de bola rolando. Frazan vacila e o artilheiro roubou a bola, entrou na área e quase consegue driblar Muriel, mas o goleiro conseguiu tirar a bola antes que ele finalizasse.

O segundo gol finalmente saiu aos 20. Gabigol puxou o contra-ataque e tocou na frente para Reinier, que tabelou e dominou na meia lua antes de tocar para Gerson na direita. O meia cortou para o meio e bateu de canhota no canto, e a bola ainda bateu em Gilberto antes de entrar.

Leia Também:  Copa do Brasil 2019: sorteio dos duelos e de mando sexta-feira (12)

O Flu ainda chegou perto de diminuir aos 48, em escanteio de Gilberto, Lucão desviou e Frazan tentou bater de voleio, mas Diego Alves garantiu o placar para sua equipe com mais uma defesa.

FICHA TÉCNICA FLAMENGO-RJ 2 X 0 FLUMINENSE-RJ
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 20 de outubro de 2019, domingo
Hora: 18h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Cartões amarelos: Piris da Motta, Pablo Marí, Gabigol (Fla); Ganso, Caio Henrique, Frazan, Lucão (Flu)
Renda: R$ 2.565.378,25
Público: 52.279 (47.496 pagantes)
Gols:
FLAMENGO: Bruno Henrique, aos 3 min do 1º tempo; Gerson, aos 20 min do 2º tempo
FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís (Renê); Piris da Motta, Gerson (Willian Arão) e Éverton Ribeiro; Vitinho (Reinier), Bruno Henrique e Gabigol
Técnico: Jorge Jesus
FLUMINENSE: Muriel, Gilberto, Nino, Frazan e Caio Henrique; Allan, Daniel e Paulo Henrique Ganso (Lucão); Nenê (Yuri), Wellington Nem (João Pedro) e Yony González
Técnico: Marcão

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana