conecte-se conosco


Política MT

Com mais de 600 atendimentos, Qualivida segue com posto de apoio aos servidores e familiares com suspeita de Covid

Publicado


.

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Em funcionamento desde o dia 01 julho deste ano, o posto de atendimento da Supervisão de Qualidade de Vida da Assembleia (Qualivida), que oferece os primeiros cuidados aos servidores e familiares com sintomas respiratórios e suspeita de covid-19, já realizou mais de 600 exames para diagnóstico e tratamento.

 “O trabalho envolve toda equipe da unidade, que realiza as consultas presenciais dos casos suspeitos, mas também oferece teleatendimentos para aqueles que não podem se expor por compor o grupo de risco. Todo fluxo segue um prévio agendamento e uma organização para poder oferecer o melhor suporte”, destaca a gerente de saúde do Qualivida, Ivana Mattos Mello.

O atendimento é para servidores e familiares, ativos e inativos, além de pensionistas, que apresentam sintomas da doença. A consulta presencial acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h30min às 15 horas. Já as teleconsultas acontecem de terça a quinta-feira, na parte da tarde, e são voltadas àqueles que compõem o grupo de risco ou para os que já estão em tratamento, mas sem resposta satisfatória ao protocolo indicado inicialmente, para avaliação e possível mudança na medicação.

Além das consultas, hoje a unidade atende 32 servidores sob acompanhamento da equipe de fisioterapia e oito com profissionais de psicologia. Todos em recuperação da doença.

A gerente afirma que o impacto dessa iniciativa contribuiu significativamente para evitar o alastramento e a complicação decorrentes das contaminações entre os profissionais do Legislativo estadual. Segundo Ivana, muitos diagnósticos foram precoces e com isso foi possível acompanhar a evolução de cada caso e administrar as medicações já nos primeiros sintomas, diminuindo significativamente o risco de mais complicações.

Ela ressalta que a unidade conta com a atuação dos profissionais para dar o melhor suporte aos servidores e familiares. “A Casa de Leis, desde o início, não mediu esforços para criar uma estrutura de acolhimento, com todos os profissionais da área de saúde devidamente equipados com material de segurança, além de disponibilizar exames para diagnóstico, insumos, medicamentos e acompanhamento multidisciplinar para garantir as melhores condições para cuidar da saúde e o bem-estar de todos”, defendeu Ivana.

“Nesta hora, de tantas incertezas, poder oferecer um espaço seguro e com condições acessíveis de atendimento médico e acompanhamento faz toda diferença no enfrentamento da doença” afirma a gerente, com satisfação. “O mais importante é o servidor ficar atento ao surgimento dos primeiros sintomas e buscar ajuda no posto de atendimento do Qualivida”, reforça.

Para ter acesso à consulta e acompanhamento, o servidor deve fazer o agendamento pelo telefone (65) 3313-6433 – Qualivida.

 

Fonte: ALMT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Avalone lamenta desidratação tucana e critica ausência nas eleições a prefeito de Cuiabá, após nove disputas

Publicado

O deputado estadual Carlos Avalone (PSDB), presidente do partido em Mato Grosso, disse que ficou frustrado com o fato de os tucanos não terem uma candidatura própria na sucessão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), em Cuiabá. “Tentamos até o último momento. Não sendo possível, os vereadores entenderam que o caminho do PSDB era o prefeito Emanuel Pinheiro”, disse.

“Fico frustrado por não ter candidatura própria, não com o apoio ao Emanuel. A frustração é que o partido que fez seis prefeitos em Cuiabá, em nove candidaturas, não ter um prefeito para disputar, perde o protagonismo”, acrescentou.

“Mas isso não foi possível. Neste momento aqui o Diretório Municipal entendeu que o caminho correto é apoiar Emanuel Pinheiro, e a tendência é essa, é acompanhar essa decisão. Com certeza, quem trabalha partido fica triste não ter candidato em Cuiabá”, resumiu.

O presidente do PSDB de Mato Grosso descartou qualquer possibilidade de retaliação do deputado Wilson Santos, por conta de participar como marqueteiro da campanha do prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio. “O Diretório de Rondonópolis estava chateado porque o Wilson comunicou que iria trabalhar na questão do marketing. Começar uma nova função pensando no encerramento da carreira política, parece que ele quer disputar mais uma eleição”, disse.

Conforme Avalone, “o PSDB não teve candidatura própria em Rondonópolis. Esse assunto está superado. É muito importante a permanência do Wilson, é um deputado muito importante para nós”, declarou.

No caso da sucessão da prefeita Lucimar Campos (DEM), de Várzea Grande, Avalone adiantou que o partido vai apoiar a candidatura do ex-vereador Kalil Baracat, do MDB. “Nós vamos com o Kalil Baracat. O partido está unido, coeso com a candidatura dele. Teve apenas um problema com o Tião da Zaeli que queria apoiar o Flávio Vargas e decidiu deixar o partido”

Continue lendo

Política MT

Líder comunitária há 30 anos e técnica da Educação, candidata insiste no voto feminino para Câmara

Publicado

Uga com o candidato a vice-prefeitoe presidente do PV, José Roberto Stopa

DA REDAÇÃO

Dividindo suas expectativas e projetos como líder comunitária e técnica da Educação, a candidata a vereadora Uga Cruz, ou apenas Uga (PV) já foi aclamada candidata pela convenção do partido e já iniciou uma série de visitas e contatos a fim de convencer, principalmente, as mulheres sobre a importância da eleição de representantes femininas na Câmara Municipal no ano que vem.

-“Temos um grande potencial em ideias e projetos, somos a maior parte do eleitorado, entretanto temos um parlamento predominantemente masculino. Nada contra a eleições dos homens, mas precisamos tomar parte desse espaço”, observa ela.

Presidente do bairro Novo Colorado há três mandatos e com três décadas de militância comunitária, Uga crê em um trabalho consistente para ajudar as comunidades. “ É essa mensagem que estamos levando para as pessoas”, diz. Com apoio de  muitos colegas de profissão nas escolas e creches, além do apoio fechado da família e amigos dos bairros, ela quer romper uma barreira histórica de participação das mulheres na política.

-“Os homens, muitos deles, têm seu valor, mas precisamos de vozes femininas porque muitos temas são relacionados às mães, às vítimas de violência e às desigualdades, e, por isso, que trabalho para que haja mulheres eleitas, como eu, para que possamos cuidar dessa pautas com a sensibilidade que esses assuntos merecem”, finaliza.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana