conecte-se conosco


Esportes

Com gol de Daniel Alves, São Paulo bate Ceará no Morumbi

Publicado

A tarde de estreias no Morumbi foi coroada com a garantia de mais três pontos ao São Paulo no Campeonato Brasileiro. A 15ª rodada da competição levou 47.705 torcedores ao estádio na capital paulista para assistir a vitória dos mandantes por 1 a 0 em cima do Ceará. O herói foi justamente Daniel Alves, que vestiu a camisa 10 são-paulina pela primeira vez. O tento anotado com o novo uniforme azul da equipe ainda teve participação de Juanfran, outro veterano que está chegando ao Tricolor.

Apesar de toda euforia compreensível dos donos da casa, pelo lado cearense não faltou reclamação. Isso porque o árbitro pernambucano Gilberto Rodrigues Castro Júnior deixou de marcar o que para os visitantes fora pênalti claro cometido por Tiago Volpi em cima de Felippe Cardoso em meio ao segundo tempo. O VAR Rodrigo Nunes de Sá endossou a decisão de campo e gerou ainda mais indignação.

Polêmica à parte, o time de Cuca chegou aos 27 pontos, agora na quinta colocação, a cinco pontos do líder Santos e com um jogo a menos que os concorrentes diretos. Quarta-feira, contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada, o São Paulo se igualará em número de jogos com os demais e terá a chance de encostar ainda mais no topo.

O Vozão teve sua sequência de duas vitórias seguidas interrompida, caiu para a 11ª colocação, com 20 pontos, e terá nada menos que o Flamengo no próximo domingo pela frente. Ao menos, o jogo está agendado para o Castelão.

O resultado positivo do São Paulo em um domingo de muito calor, de fato, foi uma daquelas partidas de futebol em que o placar não reflete exatamente o que se viu em campo.

O Ceará conseguiu imprimir conter a empolgação são-paulina e foi mais perigoso no ataque. Desde o primeiro tempo, Tiago Volpi teve muito trabalho. Foram defesas e mais defesas para evitar que o adversário abrisse o placar.

Bastou uma vacilada de Luiz Otávio em jogada de Juanfran, já nos instantes finais da etapa inicial, para Raniel escorar e Daniel Alves estufar as redes. O Morumbi foi à loucura pelo autor do gol e ganhou uma sensação de alívio.

A segunda etapa não foi tão diferente. Talvez em função de tantos desfalques, casos de Arboleda, Hernanes, Alexandre Pato, Pablo e Rojas, o São Paulo sofreu para se entender com uma formação inédita.

Além do pedido de pênalti em saída espalhafatosa de Volpi em cima de Felippe Cardoso, o Vozão assustou em finalizações de Ricardinho e Samuel Xavier. Antes, Raniel chegou a mandar uma bola no travessão, mas foi só.

No fim, lamentação e revolta de um lado. Alívio e empolgação com a sequência positiva do outro, ainda mais com direito a gol de Daniel Alves, a bola da vez no Tricolor.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 0 CEARÁ

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 18 de agosto de 2019
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Clóvis Amaral da Silva (PE)
Cartões amarelos: Everton, Bruno Alves, Luan (SP); Lima, Samuel Xavier (CEA)
Público/Renda: 47.705 / R$ 3.353.610,00

GOL:
São Paulo: Daniel Alves, aos 39 minutos do 1T.

SÃO PAULO: Tiago Volpi, Juanfran, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Liziero (Luan), Tchê Tchê e Daniel Alves; Everton (Helinho), Antony (Vitor Bueno) e Raniel
Técnico: Cuca

CEARÁ: Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio (Tiago Alves), João Lucas; Fabinho, Ricardinho e Thiago Galhardo; Lima (Wescley)), Leandro Carvalho (Matheus Gonçalves) e Felippe Cardoso
Técnico: Enderson Moreira

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Domenèc Torrent quer Fla ofensivo, rápido e pressionando adversários

Publicado


.

Domènec Torrent, ou apenas Dome, como prefere ser chamado, participou, nesta segunda-feira (03) de sua primeira entrevista coletiva na função de técnico do Flamengo. Paciente, diplomático e tentando improvisar um “portunhol”, o catalão deixou bem claro como pretende trabalhar com o elenco rubro-negro, as mudanças que deve fazer no estilo de jogo e admitiu que já tem até uma possível escalação para a estreia do Campeonato Brasileiro.

Em todos os momentos, Dome fez questão de deixar claro a grandeza do Flamengo, afirmando ser um dos 10 maiores clubes do mundo e conhecido na Europa. Ao receber a proposta do Rubro-Negro, ele não hesitou.

“Eu não sei se Brasil sabe o quanto o Flamengo é respeitado fora da América. Na Espanha, quando você fala de uma equipe brasileira, a primeira que vem à cabeça é o Flamengo. Quando pessoas que eu confio me falaram sobre o Flamengo eu disse: para tudo. Primeiro é o Flamengo     e se a coisa for adiante e tivermos um processo bom, é minha primeira opção 100%. Só há dez equipes no mundo que se podem comparar a Flamengo. Foi fácil para mim. Quando me falaram sobre o interesse do Flamengo era minha primeira opção de poder trabalhar com esse grandioso clube”.

Dome admitiu que acompanhou cerca de 10 jogos recentes do Flamengo e, dentre eles, as finais da Libertadores e do Mundial Interclubes. Apesar de elogiar o trabalho de Jorge Jesus, que ganhou quase tudo pelo clube, o novo comandante rubro-negro revelou que vai mudar, aos poucos, a maneira de o time atuar. Para isso, conta com a ajuda dos jogadores, e já sabe até a escalação para o primeiro compromisso do Campeonato Brasileiro.

“Quando você ganha tudo quer dizer uma coisa: os jogadores são ‘top’, são muito inteligentes, e não têm nenhum problema em mudar. O mais importante não é ganhar, é voltar a vencer quando já venceu antes. Isso é muito difícil. Já tenho experiência em como tratar esses tipos de jogadores. É muito fácil jogar com esses tipos de jogadores, que conheço perfeitamente todos, ou quase todos. Praticamente conheço todo o plantel e já tenho em mente a equipe para a próxima partida”.

Dome afirmou que vai jogar para frente, pressionando o adversário e revelou que prefere ganhar de 4 a 3 do que de 1 a 0. E como o técnico pretende mudar o Flamengo?

 “Acho que a grande diferença é a rapidez que se joga na Europa, o ritmo de treinamento é muito alto. Acredito que as pessoas pensam que o jogador brasileiro gosta muito de tocar a bola e joga mais lento. Eu não penso assim. Eu acho que o jogador brasileiro pode jogar de qualquer maneira porque tem muita qualidade. O mais importante é ter qualidade. Você pode jogar aqui como na Europa, rápido, esta é minha ideia. O que eu quero dizer é que se você pode jogar com dois toques, não jogue com três. Se pode jogar com três toques, não dê quatro. Dar velocidade ao jogo sendo muito ofensivo”.

Ouça na Rádio Nacional

Ao ser questionado sobre uma possível crítica ao Flamengo por ter contratado mais um técnico estrangeiro, Dome preferiu elogiar os treinadores brasileiros e lembrou que na Espanha há muitos técnicos de diversas nacionalidades.

Para o torcedor rubro-negro que ainda está magoado com a saída de Jorge Jesus logo depois de ter renovado contrato, Dome declarou que tem outro objetivo

“Eu quero que o Flamengo tenha um estilo muito próprio e eu gostaria de ficar aqui no Rio por muitos anos. Isto quer dizer que ganhamos muitos títulos, que os dirigentes estão felizes, os torcedores contentes e eu também. Não estou aqui para ficar um ou dois anos, ter sucesso e sair. Quando estou feliz em algum lugar, quero ficar 2,3,4 ou 5 anos. Quer dizer que nós ganhamos, ganhamos, ganhamos e ganhamos.

Domenèc Torrent trouxe dois profissionais para integrar a comissão técnica do Flamengo. O auxiliar Jordi Guerrón e o analista de desempenho, Jordi Gris.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

Esportes

Sete modalidades abrem Paralimpíada de Tóquio no ano que vem

Publicado


.

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio divulgou nesta segunda-feira (3) o cronograma das Paralimpíadas, que serão realizadas entre 24 de agosto e 5 de setembro de 2021. As disputas na capital japonesa começam para valer no dia 25, com cinco modalidades: goalball, natação, tênis de mesa, basquete em cadeira de rodas e esgrima em cadeira de rodas. As competições terão início 9h, no horário local, ou seja, 21h no Brasil, no horário de Brasília. Ao longo do dia, também haverá provas de ciclismo de pista e o início do rugby em cadeira de rodas.

A expectativa é que a primeira medalha saia no ciclismo, na perseguição individual feminina (3 Km) pela classe C1-3 (atletas com deficiência físico-motora e amputados), no velódromo de Izu, cidade a cerca de 130 quilômetros de Tóquio. A modalidade ainda terá outras três provas valendo pódio no mesmo dia. Ainda haverá disputas por medalha na natação (16) e na esgrima (quatro).

Das novas modalidades paralímpicas, o badminton será a primeira a debutar em Tóquio, em 1º de setembro. No dia seguinte, será a estreia do taekwondo. Já no último dia dos Jogos, além da cerimônia de encerramento, haverá as disputas finais de atletismo (provas de maratona), badminton, tiro esportivo, vôlei sentado feminino e basquete em cadeira de rodas masculino.

Serão 539 eventos de 22 modalidades. O atletismo, com 167 provas, é o esporte que mais distribuirá medalhas. O dia 29 de agosto, um domingo, é o que concentrará mais brigas pelo  pódio em Tóquio: 63 disputas, sendo 20 no atletismo, 13 na natação, cinco no judô, quatro no remo, quatro no triatlo e uma no rugby para cadeirantes.

“O anúncio do cronograma de competições é sempre um marco para toda Paralimpíada. Com um ano pela frente, os atletas podem, agora, saber quando competirão e os espectadores terão como se planejarem para quais eventos assistir, pessoalmente ou pela televisão”, declarou Andrew Parsons, presidente do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, sigla em inglês), em comunicado oficial da entidade.

Olimpíada

O cronograma oficial da Olimpíada de Tóquio havia sido divulgado no último dia 22 de julho. Apesar de a cerimônia de abertura estar programada para 23 de julho do próximo ano, as disputas terão início dois dias antes. No dia 21, às 9h, no horário local (21h do dia 20, no horário de Brasília), o duelo entre Austrália e Japão, pelo softbol, abre os Jogos na cidade de Fukushima, a 240 quilômetros da capital japonesa. No mesmo dia, está previsto o começo do futebol feminino. O Brasil é um dos países classificados.

A Olimpíada de 2021 seguirá até 8 de agosto, com as maratonas masculina e feminina e as finais de basquete feminino, boxe, ciclismo de pista, handebol feminino, ginástica rítmica, vôlei feminino e polo aquático masculino, além da cerimônia de encerramento. Ao todo, serão 339 eventos valendo medalha em 33 modalidades.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana