conecte-se conosco


Mato Grosso

Com custo zero, Seduc participa de projeto de eficiência enérgica

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) assinou um contrato com a Empresa Energisa e Ecosol Energia e Tecnologia para melhorar a eficiência energética de quatro escolas estaduais. O Projeto de Eficiência Energética (PEE), desenvolvido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e Energisa prevê a troca de todas as lâmpadas e a instalação de placas fotovoltaicas para a produção de energia elétrica. O contrato prevê custo zero para a Seduc.

Segundo o secretário Adjunto Executivo Alan Porto, além das lâmpadas substituídas serem mais econômicas, as placas vão produzir energia elétrica que irá diminuir o valor da conta de luz no final do mês. “Vamos ter uma economia maior no período de recesso onde o consumo é mínimo e a produção de energia será a mesma”, assinala o secretário adjunto.

Conforme o contrato, “as ações voltadas à eficiência no uso, na oferta e na conservação de energia elétrica são de total relevância, porque visam alcançar economia em razão de redução do consumo e da demanda, como também perseguem a melhoria da qualidade dos sistemas elétricos”. O Retorno Custo Benefício (RCB) previsto é de 40%.

O projeto no valor total de R$ 1.225.561,88, contempla as Escolas Estaduais Presidente Médici, Heliodoro Capistrano e Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) Cesário Neto, todas em Cuiabá e EE Adalgisa de Barros, em Várzea Grande. A partir da assinatura do contrato, as escolas serão informadas do projeto e terão acesso a esses benefícios.

 “Além do custo zero, projeto tem uma proposta pedagógica relacionada a economia de energia. Os profissionais da educação dessas escolas terão cursos de capacitação sobre consciência energética, envolvendo a criação de hábitos de consumo com gasto menor”, assinala Alan Porto.

Na sexta-feira (26.06), o secretário e dois superintendentes – Artur Barros, administrativo e Fernando Wilcjoreck, infraestrutura – e alguns técnicos participaram de uma webconferência com representantes da empresa que ganhou o contrato e da Energisa.    

Alan Porto explica que a empresa vencedora vai iniciar os serviços. A primeira etapa é a compra de equipamentos. Em seguida, será realizada a troca das lâmpadas e instalação das placas.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Operação Pantanal II reduz focos de calor em 73%

Publicado


.

A Operação Pantanal II reduziu em 73% o número de focos de calor no bioma. Na sexta-feira (07), quando foi deflagrada a operação, o satélite NPP registrou 1.370 focos de calor e nesta sexta (14.08), foram registrados 368. Os dados foram repassados hoje pela manhã pelo Centro Integrado Multiagências de Coordenação Operacional (Ciman-MT).

Os combatentes obtiveram êxito na construção de uma linha de defesa de 14 quilômetros para proteção de uma área de mais de 26 mil hectares da Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN) Sesc Pantanal. A área protegida equivale a 10 vezes o arquipélago de Fernando de Noronha.

Também foram destinadas equipes para monitoramento nas proximidades da casa do senhor Dito Verde. A casa de barro, patrimônio Cultural do Pantanal, foi defendida em um intenso combate realizado na quinta-feira (13). Graças ao trabalho das equipes o local continua sendo preservado. O pantaneiro nasceu e cresceu na área da RPPN e construiu a casa há 64 anos.

As ações para defesa da maior planície alagável do mundo, contam mais 134 pessoas atuando no combate aos incêndios. São 38 bombeiros militares de Mato Grosso e 12 de Mato Grosso do Sul.  Do Governo Federal, atuam oito militares da FAB e 23 da Marinha, além de 14 brigadistas do ICMBio. O Sesc Pantanal disponibilizou 39 funcionários, sendo quatro em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso.

Para ação, estão sendo empregados duas aeronaves de combate a incêndio do CBMMT e outas duas do ICMBio. Um helicóptero da Força Aérea Brasileira e outro da marinha atuam na operação para deslocamento de equipes e identificação das éreas atingidas. Nesta sexta-feira (14), mais um helicóptero do Ibama irá atuar na região do Porto Jofre, em Poconé.

Por terra, as equipes recebem o apoio de duas camionetes, uma van, um caminhão, um ônibus e dois quadriciclos também do Corpo de Bombeiros Militar e três máquinas oriundas de apreensão cedidas pela Sema. De recursos privados, estão em campo uma aeronave e três camionetes do Sesc Pantanal, três caminhões pipa, três tratores pipa, um microônibus, um quadriciclo e uma van. Máquinas de diversos produtores rurais estão sendo empregadas na construção das linhas de defesa. As estimativas apontam que uma área de 204 mil hectares foi atingida pelo fogo nos municípios de Barão de Melgaço e Poconé.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Escola distribui cadeira de rodas personalizadas para seus alunos

Publicado


.

A Escola Estadual Especial Raio de Sol entrega cadeiras de rodas para seus alunos que mais necessitam dos aparelhos. De imediato sete cadeiras estão sendo entregues para os pais, por meio de agendamento – os pais vão até a escola em dia e hora marcada. As cadeiras, confeccionadas conforme as medidas de cada aluno, são entregues em uma parceria entre a escola e o Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa (Cridac).

Segundo a coordenadora pedagógica Valdite Heinsen, as cadeiras atendem as necessidades dos estudantes, uma vez que são adaptadas. A escola enviou as medidas individuais para o Cridac, que fez a adaptação individual.  

“Tínhamos muitas cadeiras velhas que estavam sem condição de uso. Então, a diretora entrou em contato com a gerente do Cridac e fizemos uma permuta. A escola levou as sucatas e eles fizeram as cadeiras adaptadas”, destaca a coordenadora.

Para a diretora Leila Bacani Barbosa, as cadeiras vão fazer a diferença, pois a preocupação da equipe gestora da escola é o atendimento integral aos alunos. As novas cadeiras têm mais conforto e atenderão os estudantes para além da escola, pois é um equipamento que eles utilizam em todas as suas atividades diárias.

“A nossa escola tem a preocupação de atender bem nossos estudantes, e esse atendimento vai muito além da sala de aula, nos preocupamos com o bem-estar deles em casa também. Entramos em contado constantemente para saber como estão. As famílias ajudam muito com informações, pois ninguém os conhecem melhor do que os pais “, salienta da diretora.

Leila explica que a EE Raio de Sol fez arrecadação de fraldas, de produtos alimentícios (além dos kits da merenda escolar que chegaram na sua terceira etapa).

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana