conecte-se conosco


Entretenimento

Com carreira estagnada, Hilary Duff retorna à Disney com ares de filha pródiga

Publicado

source

Hilary Duff anunciou recentemente seu retorno à Disney no papel mais icônico de sua carreira como atriz: Lizzie McGuire. A série homônima foi exibida entre janeiro de 2001 e fevereiro de 2004 no canal infantil da empresa do Mickey Mouse, virou febre e conquistou uma legião de fãs.

Leia também; Confira as principais novidades de Disney, Marvel e Lucasfilm na D23 Expo

Hilary Duff em arrow-options
Divulgação/Imdb

Hilary Duff em “Lizzie McGuire”


Na mesma época, outras séries originais da emissora eram exibidas e também fizeram sucesso, como “As Visões da Raven”, “Kim Possible” e “Phil do Futuro”. No entanto, a atração protagonizada por Hilary Duff se tornava ainda mais popular entre o público da época, que não perdia um episódio.

Se você nasceu já nos anos 2000, provavelmente nunca deve ter escutado falar na série. Mas não se preocupa, a gente te conta. A produção contava a história de Lizzie, uma garota de 13 anos que atravessava a adolescência com seu alter-ego, representado por um personagem animado.

Os dramas, paixões, questões, medos, dilemas e confusões da adolescente eram todos retratados na série, o que fazia com que vários telespectadores da mesma faixa etária da personagem se identificassem.

Desde o fim da produção, Hilary não parou de trabalhar. Música, televisão, cinema e até o mercado literário entraram nas apostas da loira. Abaixo, fizemos um apanhado de tudo o que a artista fez em sua vida profissional até o retorno à Disney.

Hilary Duff arrow-options
Reprodução/Instagram/@hilaryduff

Hilary Duff


Pouco antes da série chegar ao fim, Duff lançou seu segundo álbum “Metamorphosis” em 2003 e dele saíram três singles: Why Not, So Yesterday e Come Clean. As três canções são algumas das mais conhecidas da cantora. A primeira, inclusive, virou trilha sonora do filme “ Lizzie McGuire – Um Sonho Popstar”, de 2003. O CD de estreia da estrela, “Santa Claus Lane”, foi lançado em 2002 e contava com músicas natalinas.

Leia também: Disney apresenta suas armas para a guerra dos streamings

Em 2004, mais um filme integrava o currículo da atriz e, talvez, seja o mais marcante de sua carreira. Ao lado do galã teen da época, Chad Michael Murray, Hilary estrelou “A Nova Cinderela”. Junto com o longa, ela lançou seu terceiro álbum, que levava seu nome.


Ainda no mesmo ano, ela protagonizou “Na Trilha da Fama”. Fly e Someone’s Watching Over Me foram os singles escolhidos do terceiro álbum, ganharam clipe e este último entrou para a trilha do filme, que contava a história da jovem Terry Fletcher, uma jovem que tinha o sonho de estudar na melhor escola de música de Los Angeles.

Já em 2005, mais um longa! Foi a vez de “Paixão de Aluguel” ganhar espaço nos cinemas e Duff viveu a jovem Holly Hamilton. A personagem era filha de Jean, interpretada por Heather Locklear, uma mãe que adorava namorar e que, a cada decepção amorosa, mudava de cidade com as filhas.

A estrela da Disney  ainda fez parte de outra franquia familiar no cinema: “Doze é Demais” e “Doze é Demais 2” trouxeram a loira ao lado de nomes como Steve Martin, Bonnie Hunt e Tom Welling.  

Em 2006, ela estrelou “Material Girls”, ao lado da irmã, Haylie Duff. A produção, no entanto, recebeu inúmeras críticas negativas à época de seu lançamento e foi classificado como um dos piores filmes da década de 2000.

A música só voltou em 2007, quando o CD “Dignity” chegou às lojas. Dele, saíram singles como Stranger, With Love e Play With Fire , que ganharam seus respectivos clipes. As letras apresentavam uma Hilary muito mais madura, sensual e menos infantil do que antes.


A fase adulta finalmente chegou em 2009 e isso também refletiu em mais um trabalho no cinema. Em “Greta”, a loira interpretou a personagem que leva o mesmo nome que o filme, uma jovem problemática e com sérios problemas psicológicos e suicidas. No mesmo ano, a moça participou de alguns episódios de “Gossip Girl”, interpretando a atriz Olivia Burke.

O papel de Duff na série criada por Josh Schwartz deu o que falar, uma vez que ela se relacionou com Dan (Penn Badgley) e Vanessa (Jessica Zhor). Ali, o público finalmente entendeu que a princesinha das séries infantis havia crescido.

Em 2010, a atriz resolveu investir em outro ramo, o literário. Hilary lançou uma trilogia: Elixir (2010), Devoted (2011) e True (2013). O romance conta a história da fotógrafa Cleo, que entra em desespero com o desaparecimento de seu pai, um renomado cirurgião. Na trilogia, ela embarca para o Brasil e visita grandes cidades do mundo para tentar descobrir o paradeiro do pai.

Leia também: “A Dama e o Vagabundo”: live-action ganha trailer fofo

Depois disso, ela ainda atuou em alguns outros filmes, como “Beleza No Mundo dos Negócios”, “O Retorno de Bloodworth”, “E Se O Amor Acontece” e “She Wants Me”. Em 2014 foi anunciado que Duff faria parte do elenco de “Younger” e, no ano seguinte, a série estreou. A produção da TV Land está no ar até hoje.

Pouco tempo depois da estreia da série, ela lançou “Breathe In, Breathe Out”, seu quinto álbum de estúdio. O single Chasing The Sun foi lançado um ano antes e, até agora, conta com mais de 47 milhões de visualizações. Depois, ela ainda lançou mais dois singles: Sparks e All About You. No entanto, o sucesso de Hilary na música nunca mais foi o mesmo.


Vale lembrar que, na vida pessoal, as coisas mudaram bastante. Em 2007, ela começou a namorar o jogador canadense Mike Comrie e, três anos depois, os dois se casaram. Em março de 2012, Hilary anunciou o nascimento do seu primeiro filho, Luca. Dois anos depois, ela e o jogador se separaram.

Depois disso, ela ainda namorou o personal trainer Jason Walsh, entre agosto de 2015 e novembro de 2016. Em janeiro de 2017, ela assumiu o namoro com o produtor Matthew Koma. Os dois têm uma filha, a pequena Banks, de quase um ano de idade, e estão noivos.

Hilary Duff com o noivo, Matthew Koma, e os filhos Luca e Banks arrow-options
Reprodução/Instagram/@hilaryduff

Hilary Duff com o noivo, Matthew Koma, e os filhos Luca e Banks


Ainda falando sobre a vida pessoal, Hilary, até hoje, mantém o status imaginário de filha pródiga da Disney. Totalmente ao contrário de Lindsay Lohan, Britney Spears e Amanda Bynes, por exemplo, a loira jamais se envolveu em polêmicas e escândalos relacionados a drogas e álcool.

Menos ainda em assuntos que envolvam clínicas de reabilitação, como Demi Lovato e Selena Gomez.  A última aparição de  Hilary Duff  no cinema foi em “The Haunting of Sharon Tate”, em que interpreta a própria Sharon, brutalmente assassinada em 1969, quando estava grávida, por membros da seita do serial killer Charles Manson.

Fonte: IG Gente
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Entretenimento

Gyselle Soares abre o jogo: “Peguei o dinheiro da Playboy e investi na carreira”

Publicado

source

Gyselle Soares viu a vida virar pelo avesso nos últimos anos. Vice-campeã da oitava edição do reality show ” Big Brother Brasil “, da Globo , a piauiense se mudou para Paris , na França, em 2010, para dar o pontapé inicial em sua carreira internacional. E não é que deu muito certo? Gravou seriado, protagonizou filme, apresentou programa, atuou em peças de teatro e ingressou na carreira musical. Soma-se a isso o début como escritora. Para o segundo semestre, está previsto o lançamento do livro de bolso “Como Fazer Sucesso Fora do Brasil”, com dicas, como fez questão de frisar, valiosas para quem pretende se estabelecer na Europa .

Leia também: Equipe de Iza barra parte da imprensa em ensaio de carnaval

Gyselle Soares arrow-options
Divulgação/TIbério Hélio

Vice-campeã da oitava edição do “BBB”, Gyselle se mudou para Paris em 2010


Cheia de projetos e propostas na manga, Gyselle está por aqui ensaiando “The Breakfast Club”, que estreia em maio no Teatro Vannucci, na Gávea, na zona sul do Rio de Janeiro , além de um curta-metragem. Mas as empreitadas não param por aí. A atriz também está confirmada no elenco do espetáculo “Paixão de Cristo”, em Teresina. “Estou muito emocionada e, ao mesmo tempo, com frio na barriga, afinal, são esperadas mais de 70 mil pessoas na apresentação a céu aberto”. Já sobre a preparação, afirmou que está vendo muitos filmes bíblicos franceses. “Quero ser Maria de uma maneira mais europeia, mas sem esquecer esse meu lado brasileiro, claro”. Quer saber o que mais ela falou? Vem com a gente!

1) Você tem um palpite formado sobre quem deve levar essa edição comemorativa do reality show da Globo?

Gyselle Soares arrow-options
Divulgação/TIbério Hélio

Gyselle Soares torce para Babu Santana no “BBB 20”


Sim, o Babu . Além de ser um cara super-humano, está sendo ele mesmo, não faz tipinho, não tem texto decorado, é intenso, tem sua forma de pensar e é muito generoso. Estou torcendo por ele.

2) Juliana Alves, da terceira edição, disse que nunca voltaria ao “BBB”. E você?

Voltaria! Na verdade, entraria em ” A Fazenda “, ” Dancing Brasil ” e em todos os outros realities. Não teria problema algum em participar. Seria uma experiência incrível e, como sou bastante competitiva, um desafio e tanto. Estou mais madura, e seria único.

Gyselle Soares arrow-options
Divulgação/TIbério Hélio

Gyselle diz que sua carreira deu certo internacionalmente

3) Em recente entrevista, Mayra Cardi contou que sofreu preconceito por sua participação na nona edição: “É como se fosse leproso”. Como você classifica essa declaração?

Desculpa, não conheço a história dela, mas cada um sofreu e viveu sua participação de uma maneira diferente. A minha deu supercerto internacionalmente. Sofri um pouco de preconceito no Brasil por ser nordestina e por querer trabalhar como atriz pós-reality, mas mudei o ciclo. Peguei todo o dinheiro da ” Playboy ” e investi na minha carreira. Fiz curso de teatro na escola Cours Florent, onde também estudou Catherine Deneuve. Lá, fui descoberta pelo diretor francês Arnaud Lemort, que me deu a primeira oportunidade como protagonista. Não deixei o preconceito me desanimar, não. Corri atrás do meu sonho de criança.

4) Se pudesse acordar amanhã com qualquer qualidade ou habilidade nova, qual seria?

A qualidade seria deixar de ser tão metódica, e a habilidade seria dançar sapateado como ninguém. Acho lindo!

5) O que mais mudou na Gyselle de anos atrás para a de hoje?

Gyselle Soares arrow-options
Divulgação/TIbério Hélio

Gyselle Soares diz que é menos tímida atualmente


Hoje sou uma pessoa menos tímida. Estou mais desinibida, mais viajada, mais culta e mais sensível. Uma mulher que sabe o que quer, que sabe se defender e, o melhor, perceber quem chega para tentar prejudicar.

Leia também: Vivi Romanelli sobre Marlene Mattos: “Não tem nada de bicho-papão, não”

6) Como se reciclou e se preparou para esse retorno aos palcos com o espetáculo “The Breakfast Club” e o curta-metragem “O Trunfo de Truffaut”? Profissionalmente falando, dá uma sensação de “cheguei lá”?

Estou muito animada com esses novos projetos. Adoro dançar, cantar e atuar na minha língua, me faz bem, pois sempre atuo em francês. Muito feliz também com o convite dos diretores Leandro Fleury, Walfredo Lucas e Isabella Barros para participar de “The Breakfast Club” e do diretor e roteirista Marcelo Câmara para o curta-metragem “O Trunfo de Truffaut”. Vou dar o meu melhor! Já sobre a preparação, estou vendo musicais da Broadway em casa, mas me inspirando principalmente no filme ” La La Land “. Sou louca pelo trabalho de Emma Stone . Para mim, uma das melhores atrizes de sua geração. Ah, e nunca senti essa sensação de “cheguei lá”. Realizei desejos, sempre com muita luta, mas ainda tenho muitas coisas para conquistar. Tudo isso é o começo desta profissão tão incrível.

7) Quais as dicas e os truques de beleza que acha que vale a pena compartilhar?

Gyselle Soares arrow-options
Divulgação/TIbério Hélio

Aos 36 anos, Gyselle tem muito cuidado com a pele


Aos 36 anos, tenho muito cuidado com a minha pele, principalmente a do rosto. É que, em 2003, quando fui embora para a Europa, descobri que as francesas não lavam o rosto com água da torneira, pois tem impurezas. Por isso, elas têm a aparência tão jovial. Agora, antes de usar os meus óleos de hidratação, sempre lavo o rosto com água mineral ou água termal.

8) Você é de uma geração em que o feminismo e o empoderamento estão mais enraizados. Pode-se dizer que se considera feminista?

Sim, com certeza. Buscamos a igualdade. Nada mais justo.

9) Sua carreira internacional deu um salto gigantesco em pouquíssimo tempo. Você atuou no seriado francês “Camping Paradis”, apresentou o programa “Diner Presque Parfait”, participou dos filmes “Dépression et des Potes” e “Les Lendemains qui Chantent” e integrou o elenco da peça “Les Derniers Jours”. Como está administrando isso na sua cabeça? Em algum momento bateu algum tipo de deslumbramento?

Não. Nunca! Sei de onde vim e para onde eu vou. Sou a mesma menina humilde, do Piauí, e sonhadora. Todas as minhas conquistas foram com muita luta e esforço. Ainda nova, fui morar fora, longe da minha família, e isso me doía muito. Sofri muito com a saudade da minha mãe e dos meus irmãos, mas tinha o objetivo de consolidar a minha carreira. Tenho muita coisa para aprender ainda. É só o começo!

10) Qual o seu maior pesadelo na hora de atuar?

Odeio trabalhar com pessoas que não são generosas, que só querem o melhor para si, que não dividem “aquele momento a dois” e atuam sozinhas.

Leia também: Jornalista da Globo que prestou socorro a idoso ao vivo é vítima de homofobia

11) Você faria qualquer tipo de transformação física por um personagem? Acha que está psicologicamente preparada para uma mudança super-radical?

Gyselle Soares arrow-options
Divulgação/TIbério Hélio

Gyselle Soares perdeu 8 kg para viver personagem


Eu amo atuar. Uma vez, perdi 8 kg para viver a dançarina Tália em ” Dépression et des Potes “. Topo tudo para viver desafios no meu trabalho.

12) Por falar nisso, em 2017, você ingressou na carreira musical e lançou a música “Cantar”. É um sonho antigo e algo que você pretende seguir fazendo daqui para frente?

Não! Foi só uma experiência bacana. Como a música latina estava fazendo muito sucesso lá fora, principalmente Anitta , um produtor top me convidou, e eu aceitei. Adorei!

13) Você joga o seu nome no Google para saber o que estão falando de você?

Antigamente sim, mas agora não (risos). Tenho mais o que fazer! (mais risos)

Gyselle Soares arrow-options
Divulgação/TIbério Hélio

A maior realização da atriz foi o papel de protagonista no filme “Dépression et des Potes”

14) Como lida com as críticas? Elas a abalam ou você já aprendeu a tirar de letra?

Muito bem. A crítica é importante. A gente lê, escuta e depois separa aquilo que realmente é importante e ajuda a crescer.

15) Voltando a falar de “BBB”, ele foi a maior realização da sua vida?

Não. O ” Big Brother Brasil 8 ” deu visibilidade para o meu trabalho como atriz. A maior realização mesmo foi o papel de protagonista no filme “Dépression et des Potes”.

Fonte: IG Gente
Continue lendo

Entretenimento

“Tudo OK” é o hit mais ouvido durante o Carnaval no Spotify

Publicado

source

Pelo visto todo mundo brotou no bailão para o desespero do ex neste Carnaval de 2020. E não foi só nos bloquinhos de rua, avenidas e trios elétricos, mas também no Spotify. A música mais ouvida do Brasil na plataforma durante o Carnaval, entre os últimos dias 21 e 25, foi “ Tudo OK ”, de Thiaguinho MT, Mila, e JS o Mão de Ouro. Além dessa faixa, o brega-funk emplacou outros 2 hits na lista das dez músicas mais ouvidas no carnaval e continua dominando as paradas a cada mês em todo território nacional. 

Leia também: Thais Fersoza solta o rebolado e mostra os bastidores do Carnaval de Michel Teló

Spotify arrow-options
Divulgação

Spotify


A faixa “SENTADÃO”, de Felipe Original, JS o Mão de Ouro e Pedro Sampaio foi o terceiro hit mais ouvido do Brasil no Carnaval, enquanto “Surtada”, de Dadá Boladão, OIK e Tati Zaqui ocupou a sétima colocação para deixar os recifenses e pernambucanos ainda mais orgulhosos. Em segundo lugar e completando o pódio no Carnaval foi o sertanejo “Liberdade Provisória”, de Henrique e Juliano, que está há meses entre as músicas mais ouvidas do país. 

Leia também: Autores da música Dona vão à Justiça contra versão que exalta Regina Duarte

Além do crescimento e ascensão do brega-funk nacionalmente, o  Spotify  mostra outras curiosidades importantes durante a maior festa popular do Brasil. Chegamos à marca de 1 milhão de playlists já criadas para curtir o carnaval e a folia no Spotify. Só em 2020, os usuários criaram mais de 90 mil playlists para curtir o carnaval no Brasil.  

Leia também: Som na caixa! Ouça as músicas chiclete que bombaram em 2019

Apesar do funk e, principalmente, o brega-funk terem sido os grandes destaques do Carnaval, o sertanejo foi o que dominou as playlists dos brasileiros.“Liberdade Provisória” de Henrique & Juliano foi o hit mais ouvido no Spotify em Brasília, Goiânia e, acredite, São Paulo.

Aqui estão algumas curiosidades carnavalescas do  Spotify:

Músicas mais ouvidas do Brasil no Carnaval no Spotify (21/2 a 25/2)

  1. Tudo Ok – JS o Mão de Ouro, Mila, Thiaguinho MT 
  2. Liberdade Provisória – Ao Vivo – Henrique & Juliano
  3. SENTADÃO – Felipe Original, JS o Mão de Ouro, Pedro Sampaio
  4. Vem Me Satisfazer – DJ Henrique da VK, MC Ingryd 
  5. Combatchy (feat. MC Rebecca) – Anitta, Lexa, Luísa Sonza, Mc Rebecca
  6. A Gente Fez Amor – Ao Vivo – Gusttavo Lima
  7. Surtada – Remix Brega Funk – Dadá Boladão, OIK, Tati Zaqui 
  8. Graveto – Ao Vivo – Marília Mendonça
  9. S de Saudade – Luíza & Maurílio, Zé Neto & Cristiano 
  10. Rave de Favela – Anitta, MC Lan, Major Lazer

 Músicas mais ouvidas de Recife no Carnaval no Spotify (21/2 a 25/2)

  1.  SENTADÃO – Felipe Original, JS o Mão de Ouro, Pedro Sampaio
  2. Tudo Ok – JS o Mão de Ouro, Mila, Thiaguinho MT 
  3. Te Prometo – Dennis DJ, Mc Don Juan 
  4. Surtada – Remix Brega Funk – Dadá Boladão, OIK, Tati Zaqui 
  5. Amor de Que – Pabllo Vittar     
  6. Liberdade Provisória – Ao Vivo – Henrique & Juliano
  7. Vem Me Satisfazer – DJ Henrique da VK, MC Ingryd 
  8. Combatchy (feat. MC Rebecca) – Anitta, Lexa, Luísa Sonza, Mc Rebecca
  9. Contatinho – Ao Vivo Em São Paulo / 2019 – Anitta, Leo Santana 
  10. Bota Bota – 10G, MC Losk, Mc Morena, Shevchenko e Elloco

 Músicas mais ouvidas de Goiânia no Carnaval no Spotify (21/2 a 25/2)

  1. Liberdade Provisória – Ao Vivo – Henrique & Juliano
  2. Tudo Ok – JS o Mão de Ouro, Mila, Thiaguinho MT 
  3. S de Saudade – Luíza & Maurílio, Zé Neto & Cristiano 
  4. A Gente Fez Amor – Ao Vivo – Gusttavo Lima
  5. SENTADÃO – Felipe Original, JS o Mão de Ouro, Pedro Sampaio
  6. Graveto – Ao Vivo – Marília Mendonça
  7. Bebi Minha Bicicleta (Coração Falido) – Ao Vivo – Zé Neto & Cristiano   
  8. Volta por Baixo – Ao Vivo – Henrique & Juliano 
  9. Litrão – Ao Vivo – Matheus & Kauan 
  10. 3 Batidas – Ao Vivo – Guilherme & Benuto        

Músicas mais ouvidas de Fortaleza no Carnaval no Spotify (21/2 a 25/2)

  1. Tudo Ok – JS o Mão de Ouro, Mila, Thiaguinho MT 
  2. SENTADÃO – Felipe Original, JS o Mão de Ouro, Pedro Sampaio
  3. Vem Me Satisfazer – DJ Henrique da VK, MC Ingryd 
  4. Liberdade Provisória – Ao Vivo – Henrique & Juliano
  5. Surtada – Remix Brega Funk – Dadá Boladão, OIK, Tati Zaqui 
  6. Amor de Que – Pabllo Vittar     
  7. Combatchy (feat. MC Rebecca) – Anitta, Lexa, Luísa Sonza, Mc Rebecca
  8. Rave de Favela – Anitta, MC Lan, Major Lazer
  9. Contatinho – Ao Vivo Em São Paulo / 2019 – Anitta, Leo Santana 
  10. Te Prometo – Dennis DJ, Mc Don Juan 

Músicas mais ouvidas de Salvador no Carnaval no Spotify (21/2 a 25/2)

  1. Tudo Ok – JS o Mão de Ouro, Mila, Thiaguinho MT 
  2. SENTADÃO – Felipe Original, JS o Mão de Ouro, Pedro Sampaio
  3. Contatinho – Ao Vivo Em São Paulo / 2019 – Anitta, Leo Santana 
  4. Liberdade Provisória – Ao Vivo – Henrique & Juliano
  5. O Mundo Vai – Ivete Sangalo   
  6. Amor de Que – Pabllo Vittar
  7. Vem Me Satisfazer – DJ Henrique da VK, MC Ingryd 
  8. Ela Não Quer Guerra Com Ninguém – Parangolé 
  9. Combatchy (feat. MC Rebecca) – Anitta, Lexa, Luísa Sonza, Mc Rebecca
  10. Surtada – Remix Brega Funk – Dadá Boladão, OIK, Tati Zaqui 

Músicas mais ouvidas de Manaus no Carnaval no Spotify (21/2 a 25/2)

  1. Tudo Ok – JS o Mão de Ouro, Mila, Thiaguinho MT 
  2. SENTADÃO – Felipe Original, JS o Mão de Ouro, Pedro Sampaio
  3. Liberdade Provisória – Ao Vivo – Henrique & Juliano
  4. Vem Me Satisfazer – DJ Henrique da VK, MC Ingryd 
  5. Combatchy (feat. MC Rebecca) – Anitta, Lexa, Luísa Sonza, Mc Rebecca
  6. Amor de Que – Pabllo Vittar     
  7. Surtada – Remix Brega Funk – Dadá Boladão, OIK, Tati Zaqui 
  8. Rave de Favela – Anitta, MC Lan, Major Lazer
  9. Dance Monkey – Tones and I 
  10. A Gente Fez Amor – Ao Vivo – Gusttavo Lima

Músicas mais ouvidas de Belo Horizonte no Carnaval no Spotify (21/2 a 25/2)

  1.  Tudo Ok – JS o Mão de Ouro, Mila, Thiaguinho MT 
  2. Liberdade Provisória – Ao Vivo – Henrique & Juliano
  3. SENTADÃO – Felipe Original, JS o Mão de Ouro, Pedro Sampaio
  4. A Gente Fez Amor – Ao Vivo – Gusttavo Lima
  5. Vem Me Satisfazer – DJ Henrique da VK, MC Ingryd 
  6. Combatchy (feat. MC Rebecca) – Anitta, Lexa, Luísa Sonza, Mc Rebecca
  7. Surtada – Remix Brega Funk – Dadá Boladão, OIK, Tati Zaqui 
  8. Graveto – Ao Vivo – Marília Mendonça
  9. S de Saudade – Luíza & Maurílio, Zé Neto & Cristiano 
  10. Bebi Minha Bicicleta (Coração Falido) – Ao Vivo – Zé Neto & Cristiano   

Músicas mais ouvidas de Brasília no Carnaval no Spotify (21/2 a 25/2)

  1. Liberdade Provisória – Ao Vivo – Henrique & Juliano
  2. Tudo Ok – JS o Mão de Ouro, Mila, Thiaguinho MT 
  3. SENTADÃO – Felipe Original, JS o Mão de Ouro, Pedro Sampaio
  4. A Gente Fez Amor – Ao Vivo – Gusttavo Lima
  5. S de Saudade – Luíza & Maurílio, Zé Neto & Cristiano 
  6. Bebi Minha Bicicleta (Coração Falido) – Ao Vivo – Zé Neto & Cristiano   
  7. Graveto – Ao Vivo – Marília Mendonça
  8. Vem Me Satisfazer – DJ Henrique da VK, MC Ingryd 
  9. Litrão – Ao Vivo – Matheus & Kauan 
  10. Volta por Baixo – Ao Vivo – Henrique & Juliano 

Músicas mais ouvidas de São Paulo no Carnaval no Spotify (21/2 a 25/2)

  1.  Liberdade Provisória – Ao Vivo – Henrique & Juliano
  2. Tudo Ok – JS o Mão de Ouro, Mila, Thiaguinho MT 
  3. SENTADÃO – Felipe Original, JS o Mão de Ouro, Pedro Sampaio
  4. Rave de Favela – Anitta, MC Lan, Major Lazer
  5. Vem Me Satisfazer – DJ Henrique da VK, MC Ingryd 
  6. A Gente Fez Amor – Ao Vivo – Gusttavo Lima
  7. Combatchy (feat. MC Rebecca) – Anitta, Lexa, Luísa Sonza, Mc Rebecca
  8. Graveto – Ao Vivo – Marília Mendonça
  9. Surtada – Remix Brega Funk – Dadá Boladão, OIK, Tati Zaqui 
  10. Dance Monkey – Tones and I 

Músicas mais ouvidas de Curitiba no Carnaval no Spotify (21/2 a 25/2)

  1. Tudo Ok – JS o Mão de Ouro, Mila, Thiaguinho MT 
  2. Liberdade Provisória – Ao Vivo – Henrique & Juliano
  3. SENTADÃO – Felipe Original, JS o Mão de Ouro, Pedro Sampaio
  4. Vem Me Satisfazer – DJ Henrique da VK, MC Ingryd 
  5. Surtada – Remix Brega Funk – Dadá Boladão, OIK, Tati Zaqui 
  6. Combatchy (feat. MC Rebecca) – Anitta, Lexa, Luísa Sonza, Mc Rebecca
  7. S de Saudade – Luíza & Maurílio, Zé Neto & Cristiano 
  8. A Gente Fez Amor – Ao Vivo – Gusttavo Lima
  9. Bebi Minha Bicicleta (Coração Falido) – Ao Vivo – Zé Neto & Cristiano   
  10. Cheirosa – Ao Vivo – Jorge & Mateus

Músicas mais ouvidas do Rio de Janeiro no Carnaval no  Spotify  (21/2 a 25/2)

  1. Tudo Ok – JS o Mão de Ouro, Mila, Thiaguinho MT 
  2. SENTADÃO – Felipe Original, JS o Mão de Ouro, Pedro Sampaio
  3. Vai Errar de Novo / A Culpa É do Coração – Ao Vivo – Pixote 
  4. Vem Me Satisfazer – DJ Henrique da VK, MC Ingryd 
  5. Combatchy (feat. MC Rebecca) – Anitta, Lexa, Luísa Sonza, Mc Rebecca
  6. Liberdade Provisória – Ao Vivo – Henrique & Juliano
  7. Surtada – Remix Brega Funk – Dadá Boladão, OIK, Tati Zaqui 
  8. Carnaval Chegando – POCAH, Rennan da Penha 
  9. Amor de Que – Pabllo Vittar
  10. Verdinha – Ludmilla, Topo La Maskara, Walshy Fire      

Fonte: IG Gente
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana