conecte-se conosco


Entretenimento

Com 33 autores em novo palco e mesas menores, Flip anuncia programação

Publicado

Com todos os 33 autores convidados deste ano já revelados, a organização da 17ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) anunciou a sua programação na manhã desta quarta-feira, 15. A novidade ficou por conta de um novo formato para as mesas.

Leia também: Maurício de Sousa e Fundação Dorina Nowill para cegos lançam livro inclusivo


Flip
Walter Craveiro/Flip.org.br

Flip acontece entre os dias 10 e 14 de julho


Além das tradicionais conversas de 1 hora e 15 minutos entre dois ou mais autores e um mediador na Flip
, haverá nove mesas de apenas 45 minutos com estilos diversos, como entrevista, conferência e performance.

Outra novidade é o palco principal. As mesas acontecerão no Auditório da Matriz, que, este ano, terá formato de teatro de arena, com a plateia ao redor do palco, para recuperar a “discussão de ideias na ágora, no espaço público”, nas palavras de Mauro Munhoz, diretor da Casa Azul, que organiza a Flip. Os ingressos para o Auditório da Matriz custam R$ 55, mas as mesas também podem ser acompanhadas gratuitamente no Auditório da Praça.

O auditório da matriz tem 512 lugares e o auditório da praça, 774 cadeiras.

Leia também: Editoras recusam novo livro de memórias de Woody Allen

A Flip, que nesta edição tem a curadoria da jornalista Fernanda Diamant, ocorrerá entre os dias 10 e 14 de julho e terá Euclides da Cunha como autor homenageado. Entre os autores
convidados, 17 mulheres e 16 homens passam por 10 nacionalidades diferentes e transitam por áreas diversas, como ficção, não ficção, crítica, arquitetura, ciência e fotografia.

No total, serão 21 mesas que tangenciam a política, como os conflitos na Venezuela, os ataques à ciência e as questões indígenas.

“Seria impossível homenagear Euclides da Cunha sem esse viés político” disse Fernanda Diamant.— A ideia é menos falar sobre o “quente” é mais propor uma reflexão sobre a história do país.

A abertura do evento será uma aula com a crítica literária Walnice Nogueira Galvão, professora da Universidade de São Paulo e estudiosa de “Os sertões”, obra-prima do autor homenageado desta edição, Euclides da Cunha.

Por causa da homenagem, aliás, todas as mesas receberam nomes inspirados na topografia do sertão baiano, como “Bendegó”, “Serra Grande” e “Cocorobó”.

Um dos destaques da programação
é a americana Kristen Roupenian, autora do conto “Cat Person”, que viralizou nas redes sociais após ser publicado na revista “The New Yorker” no ano passado. O livro “Cat Person e outros contos” foi publicado pela Companhia das Letras no início deste ano.

Assim como Roupenian, outros autores estrangeiros convidados ou estão sendo publicados pela primeira vez no Brasil ou estreando na ficção, como a canadense Sheila Heti (“Maternidade”, Companhia das Letras), o francês nascido em Burundi Gaël Faye (“Meu pequeno país”, Rádio Londres), a nigeriana Ayombami Adebayo (“Fique comigo”, HarperCollins) e Karina Sainz Borgo (“Noite em Caracas”, Intrínseca).

A não ficção, gênero do autor homenageado, será representada por autores como o ensaísta José Miguel Wisnik, o crítico de cinema Ismail Xavier e o jornalista americano David Wallace-Wells, autor de “A Terra inabitável”, sobre as ameaças do aquecimento global.

Já autores como Miguel Del Castillo e Jarid Arraes representam a ficção nacional.

A programação completa

Quarta, 10 de julho
19h – 20h: Mesa 1 I Sessão de Abertura – Canudos 
Walnice Nogueira Galvão

Quinta, 11 de julho
10h30m – 11h15m | Mesa 2 | Bendegó 
Aparecida Vilaça

12h – 13h15m | Mesa 3 | Uauá 
Adriana Calcanhotto 
Guilherme Wisnik 
Nuno Grande

15h30m – 16h15m | Mesa 4 | Sincorá 
José Miguel Wisnik

17h – 18h15m | Mesa 5 | Bom Conselho 
Kristen Roupenian 
Sheila Heti

19h – 19h45m | Mesa 6 | Serra Grande 
Maureen Bisilliat

20h30m – 21h45m | Mesa 7 | Quirinquinquá 
Gaël Faye 
Kalaf Epalanga

Sexta, 12 de julho
10h – 11h15m | Mesa 8 – Mesa Zé Kleber | Cumbe 
Marcela Cananéa 
Marcelo D’Salete

12h – 13h15m | Mesa 9 | Angico 
Ayelet Gundar-Goshen 
Ayobami Adebayo

15h30 – 16h15m | Mesa 10 | Tróia de Taipa 
José Murilo de Carvalho

17h – 18h15m | Mesa 11 | Jeremoabo 
Karina Sainz Borgo 
Miguel Del Castillo

19h – 19h45m | Mesa 12 | Mata da Corda 
Grada Kilomba

20h30m – 21h45m | Mesa 13 | Vaza-Barris [O Irapiranga dos Tapuias] 
Ailton Krenak 
José Celso Martinez Corrêa

Sábado, 13 de julho
10h30 – 11h15m | Mesa 14| Cansanção 
Marilene Felinto

12h – 13h15m | Mesa 15 | Monte Santo 
Ismail Xavier 
Miguel Gomes

15h30m – 16h15m | Mesa 16 | Poço de Cima 
Grace Passô

17h – 18h15m | Mesa 17 | Vila Nova da Rainha 
Carmen Maria Machado 
Jarid Arraes

19h – 19h45m | Mesa 18 | Massacará 
Stuart Firestein

20h30 – 21h45m | Mesa 19 | Cocorobó 
Cristina Serra 
David Wallace-Wells

Domingo, 14 de julho
10h30 – 11h45m | Mesa 20 | Santo Antônio da Glória 
Bráulio Tavares 
Mariana Enriquez

12h30 – 13h15m | Mesa 21 | Livro de Cabeceira 
Participação especial: Amyr Klink

Leia também:  Flip
2018 anuncia sua programação com o retorno do americano Colson Whitehead

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Entretenimento

Caio Cabral fala de novela da Globo e continuação de série da Netflix

Publicado

source
Caio Cabral
Reprodução/Instagram

Caio Cabral


Caio Cabral é uma das estrelas do filme “De Volta Aos 15”, sucesso no Brasil e no exterior. O projeto, inclusive, já tem a segunda temporada confirmada. 

Na trama, Camila Queiroz interpreta Anita, que, com 30 anos, se vê insatisfeita com o rumo da vida adulta. No decorrer do casamento da irmã mais velha, ela descobre a possibilidade de voltar à época em que tinha 15 anos, que, nesse caso, fica sob a responsabilidade de Maisa.

Mas, enquanto os novos episódios não saem do papel, Caio pode ser visto no  longa “Confissões de Uma Adolescente Excluída”, baseado na obra de Thalita Rebouças, que também se encontra disponível na gigante do streaming.

Caio Cabral e Klara Castanho em 'Confissões de Uma Adolescente Excluída'
Reprodução/Instagram

Caio Cabral e Klara Castanho em ‘Confissões de Uma Adolescente Excluída’


Para quem não sabe, o carioca de 22 anos começou a estudar teatro ainda criança, no colégio, e seguiu para o Tablado. Nesse período, deu os primeiros passos como modelo, participando de editoriais de revistas especializadas em moda e em curtas-metragens.

Mas foi em 2019 que veio a sua atuação inicial de destaque: a novela “Bom Sucesso”, da Globo, como o jogador de basquete Patrick. Em seguida, ele passou um tempo em Londres, onde fez alguns saraus de poesia de autores brasileiros, em pubs locais.

Ah, e para abordar esses e outros temas, Caio topou responder a 10 perguntas do iG Gente. Confira os melhores momentos na íntegra!

Camila Queiroz, Breno Ferreira, Caio Cabral e Maísa Silva após gravação em Paris, na França
Reprodução/Instagram

Camila Queiroz, Breno Ferreira, Caio Cabral e Maísa Silva após gravação em Paris, na França

1. Caio, como é estar em um projeto que já foi lançado cheio de expectativa por parte dos fãs? Aliás, você leu o livro ou teve alguma troca com a autora Bruna Vieira?

Foi desafiador, porque sabíamos que tinha que ficar tão interessante quanto a obra literária, ainda mais para mim, que já havia lido “De Volta Aos 15” bem antes de pensar em fazer a série. Trocamos muito com a Bruna Vieira, o que me ajudou bastante no processo de encenação. 

2. O seriado já tem uma nova temporada confirmada. Você já sabe o que se pode esperar dessa segunda fase?

Ele foi bem recebido aqui e em outros países. Ficamos mais de duas semanas entre os dez mais vistos no ‘Top 10’ global da Netflix. O público vem dando várias opiniões nas redes sociais sobre o destino dos personagens, mas, com certeza, vamos fazer novamente um trabalho incrível.

Caio Cabral e Maisa Silva em 'De Volta Aos 15'
Reprodução/Instagram

Caio Cabral e Maisa Silva em ‘De Volta Aos 15’


3. Você pensa em tentar carreira internacional?

Penso muito, até porque atualmente tudo é globalizado. Por isso, planejo fazer um aprofundamento no inglês, por ser uma língua falada pelo mundo todo, e acho importante que tenha o mínimo de sotaque. Quero aprender espanhol também. 

4. Como é ser um ator negro de apenas 22 anos que se tornou um dos protagonistas de uma série de sucesso do streaming mundial? Aliás, como analisa as oportunidades para atores como você neste momento?

De modo gradual, o audiovisual brasileiro está se abrindo para a presença de intérpretes negros, mas ainda é muito tênue esse aumento. Papéis mais relevantes e com protagonismo também são poucos, infelizmente.

Caio Cabral
Reprodução/Instagram

Caio Cabral


5. Você fez a novela “Bom Sucesso”. Dá para descrever a sensação?   

Foi a minha primeira incursão na televisão e uma experiência incrível. O  Patrick tinha uma participação pequena, mas constante na trama.  Uma estreia maravilhosa!

6. Você é crítico e se assiste?

Sou extremamente quanto à minha interpretação. Procuro rever cenas e ouvir opiniões inteligentes também.

7. Que conselho se daria se pudesse voltar aos 15 anos?

Diria: “Caio, comece a se preparar, tenha foco e disciplina”. 

Caio Cabral
Reprodução/Instagram

Caio Cabral

8. E como se vê daqui a 15 anos?

Eu me vejo mais preparado e vivendo do meu ofício, que é atuar.

9. Como é o Caio, pai da Manuela?

Ser pai me deu a dimensão do que é amor incondicional.

10. E depois de “De Volta Aos 15”, onde mais o veremos em breve?

Tem uma série da qual, por enquanto, ainda não posso falar ou dar detalhes, mas estou animado com ela. 


Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Entretenimento

Marcus Buaiz e Zezé Di Camargo trocam palavras de carinho na internet

Publicado

source
Marcus Buaiz e Zezé Di Camargo
Reprodução/Instagram

Marcus Buaiz e Zezé Di Camargo


Pelo visto, a relação entre  Marcus Buaiz, herdeiro de uma das famílias mais bem-sucedidas de Vitória, no Espírito Santo, e Zezé Di Camargo não estremeceu após o anúncio do  fim do casamento dele com a cantora Wanessa, no último dia 2 de maio, depois de  dezessete anos juntos.

É que, ao publicar uma série de fotos se exercitando e na qual diz que “as artes marciais me ajudam muito no equilíbrio do corpo, mas principalmente da mente”, leu a seguinte frase do  cantor sertanejo: “Deus abençoe sempre”, seguida de um emoji de coração.

Marcus Buaiz
Reprodução/Instagram

Marcus Buaiz



Por falar em comentários no post,  Buaiz recebeu outro tocante. Foi de uma seguidora que disse ter um filho autista que sonha em conhecê-lo. Ele, mais do que depressa, respondeu: “Será uma grande honra e um superprazer! Me mande um inbox, e vamos combinar o mais breve” .


Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana