conecte-se conosco


Esportes

Com 11 desfalques, Cuiabá vence Botafogo no Rio pela Copa do Brasil

Publicado


Mesmo sem ter 11 atletas do elenco à disposição e atuando fora de casa, o Cuiabá saiu na frente do Botafogo no jogo de ida do confronto pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Nessa terça-feira (27), o Dourado bateu o Alvinegro por 1 a 0 no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, assumindo a vantagem do empate para o duelo de volta, que será na Arena Pantanal, em Cuiabá, na próxima terça-feira (19), às 19h (horário de Brasília).

O Cuiabá não pôde contar com os zagueiros Everton Sena e Luiz Gustavo e com os atacantes Felipe Ferreira, Felipe Marques, Élton, Jenison e Marcinho. Os sete chegaram ao clube durante a paralisação do futebol em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Como tinham defendido outras equipes na Copa do Brasil, eles não poderiam atuar pelo time do Mato Grosso. Além deles, os laterais Lenon e Romário e os volantes Auremir e Rafael Gava se recuperam de lesão e também foram desfalques.

Administrando a posse da bola e trocando muitos passes, o Botafogo acumulou seis finalizações em cerca de 20 minutos no primeiro tempo, mas sem êxito. Aos poucos, o Cuiabá equilibrou o jogo e passou a assustar em tentativas de fora da área. Na etapa final, a primeira delas foi letal. Aos nove minutos, com o Dourado pressionando o Alvinegro na defesa, o volante Matheus Barbosa aproveitou um passe errado do meia Keisuke Honda e bateu forte, da entrada da área, no canto do goleiro Diego Cavalieri.

O Botafogo se lançou ao ataque atrás do empate. Tentativas não faltaram. Pontaria sim. Primeiro, uma cabeçada do meia Bruno Nazário. Depois, outra do atacante Pedro Raul (seguida de um arremate que passou rente a trave). Na sequência, um chute do atacante Lecarlos. Por fim, um desvio do também atacante Kelvin, na pequena área. Melhor para o Cuiabá, que festejou a vitória no Rio e a vantagem para o duelo na Arena Pantanal.

As equipes voltam a campo no sábado (31), cada uma por sua divisão. O Botafogo joga às 17h, mais uma vez no Nilton Santos, contra o Ceará, pela 19ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro está na 16ª posição do torneio. Já o Cuiabá recebe o CRB às 22h, também pela 19ª rodada, mas da Série B. O Dourado é o terceiro colocado e está na zona de acesso à elite do futebol nacional.

Veja a tabela da Copa do Brasil

Edição: Fábio Massalli

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Brasil de Pelotas garante a vitória sobre CRB e chega aos 29 pontos

Publicado


Na terça (24), o rubro-negro entrou em campo e garantiu a vitória sobre o CRB, em casa. O primeiro tempo foi bastante equilibrado, com finalizações e ofensividade das duas equipes. Mas foi no segundo que a bola entrou e o Xavante dominou o Galo. Heverton e Jarro foram os autores dos gols. Com o resultado, o Brasil chegou aos 29 pontos na classificação e abriu nove pontos da zona da degola. O próximo desafio na Série B já é na próxima sexta (27), contra o Sampaio Corrêa fora de casa.

Nos primeiros 45 minutos de jogo, o Brasil trabalhou ofensivamente e obteve a maior posse de bola. A equipe do técnico Cláudio Tencati quase marcou em um grande chute de Pablo, que obrigou o goleiro a fazer uma difícil defesa.

Na etapa complementar, o time rubro-negra dominou completamente o jogo, e aos 5 minutos, após falta cobrada por Matheus Oliveira, o goleiro deu rebote e Heverton só teve o trabalho de empurrar para a rede. E aos 24, foi a vez de Jarro marcar, após cruzamento perfeito de Bruno José. O CRB descontou aos 33 com Bill.

O Xavante garantiu os três pontos em cima do Galo e permanece na 14ª colocação na tabela da Série B do Brasileiro, com 29 pontos ganhos. A próxima partida será sexta (27), contra o Sampaio Corrêa, às 19h15, no Castelão.

Continue lendo

Esportes

Ponte Preta supera Oeste e chega a cinco jogos de invencibilidade

Publicado


A Ponte Preta voltou a vencer no Majestoso, na terça (24), com gol de Apodi. Com o placar, a Macaca chega a cinco jogos de invencibilidade e permaneceu na sétima posição, porém encurtou para apenas um ponto a distância em relação ao G4. O tme alvinegro agora tem 36 pontos e o quarto colocado, o Juventude, tem 37.

“Precisávamos da vitória, foi importante. A equipe vem em uma crescente e talvez tenhamos jogado menos do que no jogo anterior, mas nos entregamos mais. Precisávamos somar os pontos e conseguimos”, diz Apodi. O próximo confronto do time do técnico Marcelo Oliveira já é neste sábado (28) contra o CSA,  às 16 horas, na casa do adversário.

Animado pela vitória na última rodada, o lanterna Oeste surpreendeu com uma proposta de jogo agressivo, inclusive com jogador marcando falta forte antes do primeiro minuto e já levando o primeiro amarelo. Aos cinco, o visitante chutou ao gol alvinegro, mas Ygor pegou com firmeza. Aos seis, a Macaca saiu em bom contra-ataque com Apodi, mas defesa adversária  atropelou Bruno Rodrigues e o juiz marcou falta e deu cartão ao atleta oponente.

Aos oito, Camilo cobrou falta dentro da área e a zaga cortou para escanteio. O camisa 10 cobrou fechado e a defesa tirou de cabeça.  Aos 14, lance do adversário que terminou em nova boa defesa de Ygor Vinhas. Aos 24, o camisa 1 alvinegro lançou para Camilo, que arrumou para Bruno Rodrigues, mas o juiz marcou impento.

Aos 28, a Macaca chegou com grande perigo e por pouco não marcou. Lazaroni arrancou pela esquerda, chegou à linha de fundo e cruzou para Wanderley chutar, mas a bola acertou o travessão. Apodi, por pouco, não conseguiu pegar o rebote e balançar as redes. Aos 35, Lazaroni mandou bola na área do Oeste, mas a zaga cortou. Dois minutos depois, Camilo cobrou falta dentro da área e por pouco não marcou: o goleiro oponente se esticou e deu um soco na bola.

Aos 39, Apodi fez tabelinha com Camilo, que cruzou para a área e Dawhan cabeceou, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 42,   Barreto fez bela jogada, dominando a bola e dando um chapéu no zagueiro, para na sequência chutar para o gol, mas a zaga adversária tirou. Aos 46 o juiz marcou o fim do primeiro tempo, sem que ninguém mexesse no placar.

No segundo tempo, Oliveira colocou o time em campo com três mudanças, promovendo a entrada de Neto Moura, Pato e Peixoto. A mudança deixou o time mais agressivo e já no primeiro minuto Peixoto foi parado com falta no campo adversário. Aos cinco, Pato chutou para o gol e a bola desviou na zaga, dando escanteio pra Macaca. Camilo cobrou e Peixoto cabeceou, mas a bola foi por cima di travessão.

Aos sete, o goleiro oponente fez milagre. Camilo cruzou da direita, na medida para Bruno Rodrigues. O atacante mandou de primeira para o gol e o camisa 1 do Oeste pegou em cima da linha. Aos dez, Pato limpou o zagueiro, puxou para a perna esquerda e arriscou de fora da área. A bola passou à direita do gol.

A Ponte fazia uma verdadeira blitz no início do segundo tempo e aos 11 minutos saiu o gol. Bruno Rodrigues mandou para Apodi, que, dentro da área, dominou e tocou com maestria no canto do gol. 1 a 0. Logo depois, o lateral, que marcou o quinto gol dele com a camisa alvinegra, sentiu pancada no joelho que levou do goleiro adversário e teve de ser substituído.

Aos 39, em lance rápido de contra-ataque, Camilo lançou para Pato. Ele passou para Neto Moura, que chutou e a bola saiu para escanteio. No minuto seguinte, o camisa dez cobrou na segunda trave, a bola foi desviada de cabeça e acabou nos pés de Bruno Rodrigues, mas o atacante não conseguiu finalizar. Aos 49, o juiz apitou o fim de jogo. Ponte 1 x 0 Oeste.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana