conecte-se conosco


Mulher

Colar de pérolas: famosos se tornam adeptos da tendência

Publicado

Famosos aderem à moda do colar de pérolas
Reprodução/Extra

Famosos aderem à moda do colar de pérolas

Moço com colar de pérolas. Já reparou nos pescoços de alguns homens por aí e percebeu colares de pérolas como os que a vovó usava, saiba que este é o último grito da moda em acessórios para os meninos. Há dois anos, eles apareceram timidamente adornando alguns famosos e mostrados em editoriais de revistas. Mas de alguns meses para cá, já são objeto de desejo de quem segue as tendências.

paulo andré
Reprodução/Extra

P.A. também já se exibiu com colar de pérolas

Paulo André, o PA, usou um de pérolas pequenas durante o “BBB 22” e fez seus seguidores usarem também. Nas últimas semanas, Neymar usou um clássico com brilhantes. Na Paris Fashion Week, Daniel Alves desfilou nos bastidores com um bem agarradinho ao pescoço, no estilo choker. O jogador, sempre estiloso, costuma usar o dele sem camisa, só com casacos e blazers por cima.

Agora você pode acompanhar todos os conteúdos do iG Delas pelo nosso canal no Telegram. Clique no link para entrar no grupo

Foi assim que João Guilherme, ator e cantor, surgiu com o dele, que ainda tem um pingente do Divino Espírito Santo. O irmão, Zé Felipe, também aderiu à moda, mas no seu colar as pérolas se misturam a miçangas coloridas. Cauã Reymond também tem o dele, pequeno e tradicional branco.

Siga também o perfil geral do Portal iG .

No cenário internacional, o maior representante dessa tendência fashionista é o cantor Harry Styles, que usa pérolas em muitas ocasiões, inclusive brincos. Os Jonas Brothers usam de forma discreta, diferentemente de Usher, que usa um tradicional creme mais comprido, de cerca de 70 centímetros, e Pharrell Williams, que tem vários de diversos tamanhos e modelos.

Fonte: IG Mulher

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mulher

Filho de Boca Rosa fala primeira palavra e surpreende mãe

Publicado

Bianca Andrade (Boca Rosa) e filho, Cris
Foto: Reprodução/Instagram @bianca

Bianca Andrade (Boca Rosa) e filho, Cris


Bianca Andrade esperava ouvir o filho, Cris, de 1 ano, falar um “mamãe” ou “papai”, mas se surpreendeu com o que ela garante ser a primeira palavra falada pelo menino: brega. O pequeno estava no colo de um amigo da mãe, que brincando apontava para as roupas do closet da influencer e dizia repetidamente a palavra ‘brega’. Cris então repetiu a palavra, divertindo Boca Rosa, que filmava.

Entre no canal do  iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais!

“Ah não, gente! A primeira palavra do meu filho foi brega”, comentou a empresária em um vídeo, compartilhado na página do Gossip do Dia. 

O menino nasceu em julho do ano passado e é fruto do relacionamento de Bianca Andrade com Fred. Os dois anunciaram o fim da união em abril, após dois anos juntos. 


Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Mulher

Número de embriões congelados mais que triplica no Brasil

Publicado

Criopreservação é opção para prolongação da fertilidade
Foto: Reprodução/Pixabay

Criopreservação é opção para prolongação da fertilidade

Nos últimos dez anos, o número de embriões congelados cresceu 255% no Brasil. Os dados são do Relatório do Sistema Nacional de Produção de Embriões (SisEmbrio), coletados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e analisados pela Associação Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA). Segundo o levantamento, o quantitativo saltou de 32.181 congelamentos em 2012 para 114.372 no último ano. Entre as regiões que apresentaram maior aumento no período está o Sudeste, que saltou de 22.097 para 79.050 embriões, alta de 257,7%.

Entre no canal do  iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais!

De acordo com o ginecologista e membro da Associação Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA), Dr. Carlos Gilberto Almodin, a alta no número de embriões congelados é fruto do aumento dos ciclos de fertilizações realizados. “Houve um aumento de 32% de ciclos realizados em relação a 2021. Parte desta estatística foi realizada ainda quando não haviam as orientações do Conselho Federal de Medicina (CFM) de não produzirmos mais que 8 embriões em um ciclo de fertilização”, pontuou o especialista.

O relatório traz ainda que dos mais de 114 mil embriões congelados no último ano, mais da metade está em São Paulo, tornando o estado o maior congelador de embriões do país, com um total de 60,2 mil. O estado paulista é seguido pelo Rio de Janeiro (9.215), Minas Gerais (8.265) e o Rio Grande do Sul (7.802). Paralelamente a este dado, São Paulo também é o que possui o maior número de Centros de Reprodução Humana Assistida (CRHA’s) no Brasil, com 61. 

Para Almodin, o relatório aponta também uma evolução que a área de Reprodução Assistida (RA) apresentou nos últimos anos. “O maior avanço que temos visto recentemente é sem dúvida a preservação de oócitos (células sexuais produzidas no ovário). Hoje, nós sabemos que se fertilizamos em torno de 10 oócitos por paciente com taxa de fertilização de 79% conforme os dados, teremos menos de 8 embriões. Isto aumenta o número de oócitos criopreservados, os quais nos preservam dos aspectos éticos e morais e poderão fomentar a doação de oócitos”, disse.


Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana