conecte-se conosco


Esportes

COB mantém projeto na Europa, apesar de veto inicial a brasileiros

Publicado


.

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) acredita que a Missão Europa poderá ser realizada, mesmo com o país fora do primeiro grupo de nações, cujos residentes terão entrada liberada na União Europeia partir de 1º de julho, data da reabertura das fronteiras. A manifestação da entidade, por meio de nota oficial (segue abaixo, na íntegra), destaca que a janela para execução do programa vai até dezembro e avalia que, “dentro desse intervalo”, será possível continuar o planejamento. O Missão Europa visa levar atletas brasileiros para treinamentos em Portugal, onde a pandemia do novo coronavírus (covid-19) encontra-se estabilizada.  

Os critérios estabelecidos pela União Europeia para autorizar a entrada de pessoas de fora do bloco são relacionadas a providências tomadas pelos países de origem tais como estabilização ou queda da tendência de contágios pela covid-19, adoção de  medidas para enfrentamento da pandemia, e número de casos por 100 mil habitantes ser inferior à média do continente (16 casos/100 mil) no último dia 15.  As liberações serão revistas a cada duas semanas.

Segundo o COB, até agora, a Missão Europa prevê o atendimento a 207 atletas de 15 modalidades, vinculadas a 11 confederações. Uma delas, a do judô, estimava – até a semana passada – a permanência de 28 integrantes da delegação brasileira no continente até 23 de agosto. O foco do projeto é a preparação para a Olimpíada de Tóquio (Japão), afetada em decorrência da pandemia e às diferentes maneiras como a covid-19 se propaga no país. A principal base do Time Brasil será o Centro de Treinamento de Rio Maior, cidade a 75 quilômetros de Lisboa, capital de Portugal. O Comitê estima que o investimento na logística seja de R$ 13,7 milhões.

“Nenhuma compra de passagens aéreas foi concluída até o momento, o que só será feito com a garantia da permissão de entrada de cidadãos brasileiros em Portugal. Se não for possível, o COB vai observar os protocolos de cada esporte, o que permitirá a retomada da prática esportiva no Brasil, adequada às normas de saúde pública, definidas por cada estado e município”, afirma a nota oficial, que ainda prevê a reabertura do CT Time Brasil, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, “até o final do mês de julho”, obedecendo a um protocolo de retorno estabelecido pelo próprio COB. 

O comunicado da entidade lembra que “atletas de diversas modalidades já estão em atividade no Brasil ou no exterior, seguindo protocolos locais, e optaram por não aderir à Missão Europa”. É o caso, por exemplo, dos judocas David Moura e Maria Suellen Altheman. Em entrevista à Agência Brasil, o gestor de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), Ney Wilson, informou que a dupla vem utilizando estruturas próprias para treinar durante a quarentena.

Por fim, a nota diz que o COB “segue trabalhando para que os atletas classificados ou com potencial de classificação para os Jogos de Tóquio tenham a oportunidade de retomar os treinamentos com tranquilidade e segurança, cumprindo todos os protocolos necessários e validados pelos serviços médicos, seja no Brasil ou no exterior”.

Confira a nota oficial do COB

O COB acompanha diariamente as regras para entrada de brasileiros na Europa para o melhor planejamento da operação de envio de uma delegação para treinamento em Portugal visando, principalmente, aos Jogos Olímpicos de Tóquio. A entidade trabalha para realizar a Missão Europa com a janela de execução de julho a dezembro e acredita que, dentro desse intervalo, será possível o envio de atletas brasileiros para treinamento no continente europeu.

Nenhuma compra de passagens aéreas foi concluída até o momento, o que só será feito com a garantia da permissão de entrada de cidadãos brasileiros em Portugal. Se não for possível, o COB vai observar os protocolos de cada esporte, o que permitirá a retomada da prática esportiva no Brasil, adequada às normas de saúde pública, definidas por cada estado e município.

Atletas de diversas modalidades já estão em atividade no Brasil ou no exterior, seguindo protocolos locais, e optaram por não aderir à Missão Europa. O COB trabalha para reabrir o CT Time Brasil aos atletas até o final do mês de julho, seguindo rigorosamente o Protocolo de Retorno do Centro de Treinamento Time Brasil e o Guia para a Prática de Esportes Olímpicos no Cenário da COVID-19.

Ainda que a pandemia venha a ser controlada, o retorno às atividades será progressivo, exigindo procedimentos rígidos de controle e segurança. O COB reitera que estará plenamente adequado às novas normas de convívio social e profissional, administrando quaisquer riscos.

O COB segue trabalhando para que os atletas classificados ou com potencial de classificação para os Jogos de Tóquio tenham a oportunidade de retomar os treinamentos com tranquilidade e segurança, cumprindo todos os protocolos necessários e validados pelos serviços médicos, seja no Brasil ou no exterior.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Willian assina contrato de três anos com o Arsenal, da Inglaterra

Publicado


.

O Arsenal anunciou nesta sexta-feira (14) a contratação do brasileiro Willian por três anos. O jogador de 32 anos, que integra a seleção brasileira, chega ao Arsenal por transferência gratuita, depois de não conseguir chegar a um novo acordo com o Chelsea. Willian marcou 63 gols em 339 partidas pelo Chelsea, após sua transferência do clube russo Anzhi Makhachkala em 2013.

Duas vezes vencedor da Premier League com os Blues, Willian adicionará experiência ao elenco do Arsenal, repleto de jovens talentosos como Bukayo Saka, Joe Willock, Gabriel Martinelli e Reiss Nelson.

“Acredito que ele é um jogador que pode realmente fazer a diferença para nós”, disse o técnico do Arsenal, Mikel Arteta, em um comunicado publicado no site do clube. E Complementou: “”Nós o monitoramos nos últimos meses, tínhamos uma intenção clara de nos fortalecer nas posições de meia-ofensivo e ponta, e ele é um jogador que nos dá muita versatilidade”.

Willian confirmou na semana passada que deixaria o Chelsea depois de sete anos “maravilhosos” em Stamford Bridge.

“Estou muito impressionado com todas as conversas que tive com ele, e com o quanto ele queria vir”, acrescentou Arteta.

O espanhol também está trabalhando para manter o atacante Pierre-Emerick Aubameyang, enquanto o Arsenal, que terminou em oitavo lugar na Premier League na temporada passada, busca diminuir a diferença para os quatro primeiros.

Em vídeo publicado no Twitter, o brasileiro revelou porque decidiu defender os Reds.

Continue lendo

Esportes

Natação brasileira disputa primeiro torneio desde início da pandemia

Publicado


.

O Brasil será representado por 14 atletas no Open de natação de Loulé, em Portugal, que vai desta sexta-feira (14) a domingo (16). Trata-se da primeira competição entre seleções da modalidade desde a interrupção dos eventos internacionais por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Os nadadores brasileiros fazem parte da Missão Europa, do Comitê Olímpico do Brasil (COB), que levou atletas do país, com potencial olímpico, para treinos em Portugal, onde a covid-19 está mais controlada. A delegação estava concentrada em Rio Maior, a 257 quilômetros de Loulé.

“Quando o COB e a CBDA [Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos] sugeriram a viagem, a ideia era termos tranquilidade para os treinos. Paralelo a isso, recebemos o convite da federação portuguesa. Os atletas estavam em uma condição física boa, de certa maneira, pelo que conseguiram fazer em suas casas. Claro, ainda longe do ideal. Mas, mentalmente, a gente achou importante sugerir a participação. Mesmo que não venha um grande resultado, a competição serve para avaliar como eles estão”, avaliou o treinador-chefe da seleção, Alberto Pinto, o Albertinho.

O torneio reunirá 78 atletas de cinco nacionalidades. Além das seleções de Brasil e Portugal (23 nadadores), participará uma delegação da Espanha (32), dois competidores de Andorra e oito (seis portugueses e dois argelinos) que representarão clubes lusitanos (Porto, Sporting, Benfica, Alges, Braga e Gafanha da Encarnação).

Segundo a CBDA, nadadores e comissão técnica brasileiros foram submetidos a testes de covid-19 e tiveram resultado negativo. “Está sendo ótimo em Rio Maior, mas vimos a felicidade dos atletas de poderem nadar contra outros atletas, que recomeçaram os treinos um, dois meses antes do Brasil, entendendo que será uma avaliação bacana”, analisou Albertinho.

Confira a relação de brasileiros inscritos no Open de Loulé: Marcelo Chierighini, Pedro Spajari, Breno Correia, Gabriel Santos, Fernando Scheffer, Marco Antonio Ferreira Junior, Felipe França, Guilherme Guido, Leonardo Santos, Murilo Sartori, Viviane Jungblut, Diogo Villarinho, Alexandre Finco e Fernando Ponte.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana