conecte-se conosco


Esportes

Clássico mineiro terá ações contra racismo, machismo e homofobia

Publicado

atlético-mg e cruzeiro arrow-options
GLEDSTON TAVARES / FramePhoto /Agência O Globo

Atlético-MG e Cruzeiro decidem vaga para as semifinais da Copa do Brasil

Na noite desta quinta-feira (11), às 20h, Atlético-MG e Cruzeiro entram em campo no Mineirão pelas quartas de final da Copa do Brasil e o pré-jogo terá uma ação de conscientização no entorno do estádio debatendo racismo, machismo e homofobia.

Leia também:  Governo veta liberação de bebidas alcoólicas nos estádios de São Paulo

A iniciativa é do Festival Sarará, um evento de música que será realizado no próximo dia 31 de agosto na Esplanada do Mineirão. Das 17h às 21h, serão distribuídos para os torcedores de Atlético-MG e Cruzeiro bottons com as frases “Machismo aqui não”, “Todas as torcidas contra a homofobia” e “Todas as cores contra o machismo”. 

Bell Magalhães, sócia da produtora A Macaco, uma das produtoras do Festival, acredita que é necessário estabelecer um diálogo e propor uma reflexão sobre esses temas. “Ao refletir sobre empatia e acolhimento, nosso convite aos torcedores é para que eles pensem sobre alguns antigos problemas no futebol. No âmbito esportivo, esse é um debate que se faz cada vez mais urgente e necessário”, ressalta a produtora.

Leia Também:  Revista elege Top 50 da Premier League com 2 brasileiros na lista

O Mineirão foi escolhido para receber a ação porque, além de ser palco de grandes clássicos do futebol, é também espaço para grandes eventos e foi o cenário escolhido para receber a edição deste ano do Sarará.

“Queremos compartilhar valores defendidos pelo festival com diferentes públicos que frequentam o espaço, defendendo e discutindo a diversidade em suas mais diversas formas. O próprio estádio já se posicionou algumas vezes sobre esses assuntos. E precisamos envolver cada vez mais pessoas no debate”, afirma Victor Diniz, da Híbrido Comunicação e Cultura, uma das produtoras do Sarará.

Leia também:  Diretoria do Inter revela ameaça de morte em camarote do Allianz Parque

No intervalo do jogo, será exibido nos telões do Mineirão o vídeo conceito do Festival Sarará que retrata a diversidade. Assista abaixo:

O que é o Festival Sarará?

saravá arrow-options
Reprodução

Festival Saravá acontecerá na Esplanada do Mineirão em agosto

Realizado pelas produtoras A Macaco e Híbrido Comunicação e Cultura, o Festival Sarará chega à sua sexta edição com mais de 14 atrações e 12h de música. Gilberto Gil será o headliner do Sarará 2019. Também da Bahia, estão confirmados BaianaSystem e Baco Exu do Blues, rapper belo-horizontino Djonga, cantor Silva.

Leia Também:  Marta volta aos treinos e pode reforçar o Brasil no jogo contra a Austrália

Na série Encontros, a carioca Letrux recebe como convidada a veterana Marina Lima. Já a cantora Duda Beat receberá como convidada Pabllo Vittar. A banda mineira Lagum recebe como participação especial a cantora Iza.

Leia também:  TV Globo ignorou apelo de Galvão Bueno para manter Mauro Naves

Aos torcedores de Atlético-MG e Cruzeiro e outras pessoas que se interessarem, os ingressos estão à venda no site Sympla e nas lojas Chilli Beans dos shoppings Diamond, BH e Pátio Savassi.

Festival Sarará

Data: 31 de agosto, sábado

Horário: das 12h à 0h

Local: Esplanada do Mineirão (Av. Antônio Abrahão Caram, 1001, São José)

Ingressos: 

  • 1º lote: Pista: R$ 50,00 (meia-entrada) e R$ 100,00 (inteira); Área Open Bar: R$ 240,00;
  • 2º lote: Pista Premium: R$ 110,00 (meia-entrada) e R$ 220,00 (inteira). 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

Copa Verde: Cuiabá domina, mas vacila, perde e decisão fica para a volta, no Mangueirão

Publicado

Paysandu deu um importante passo rumo ao tri da Copa Verde na noite desta quinta-feira ao vencer o Cuiabá, por 1 a 0, na Arena Pantanal, no primeiro jogo da final. Nicolas, de cabeça, foi o autor do único gol.

A partida de volta está marcada para a próxima quarta-feira, às 21 horas, no Estádio Mangueirão, em Belém. O Paysandu tem a vantagem do empate, enquanto o Cuiabá precisa ganhar por dois ou mais de vantagem.

Como o gol fora de casa não vale como critério de desempate, uma vitória simples do time mato-grossense leva a decisão para os pênaltis.

A vitória coroou o poder de superação do Paysandu, que encontrou problemas de voo e chegou na capital do Mato Grosso horas antes da bola rolar. A partida só aconteceu graças a um voo fretado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O JOGO Atuando em casa, o Cuiabá dominou todo o primeiro tempo e criou algumas boas oportunidades. Jefinho finalizou colocado e a bola passou perto da trave. Depois, Felipe Marques exigiu defesa de Giovanni. O Paysandu chegou com perigo no contra-ataque, mas Vinícius Leite mandou para fora.

Leia Também:  Goleiro Casillas não deve voltar ao futebol após sofrer infarto, afirma jornal

A etapa final começou mais equilibrada e o castigo ao Cuiabá pelas chances desperdiçadas veio aos 23 minutos. Leandro Lima cobrou falta para dentro da área e Nicolas abriu o placar de cabeça. O empate quase veio na sequência. Ednei cabeceou nas mãos de Giovanni.

O goleiro bicolor voltou a trabalhar em finalização de Gutiérrez. O gol marcado pelo Paysandu deixou a partida aberta. Aos 28, Nicolas quase fez o segundo ao cabecear para fora. Na sequência, Vinícius Leite chutou colocado e a bola passou raspando a trave.

Nos minutos finais, os jogadores do Cuiabá reclamaram de um pênalti não marcado, mas o árbitro mandou o lance seguir após consultar o VAR. Na sequência, Léo recebeu o segundo amarelo e deixou os donos da casa com um homem a menos.

Continue lendo

Esportes

Dourado x Papão – Nesta quinta-feira começa a decisão da Copa Verde na Arena Pantanal

Publicado

Novamente, a Copa Verde será disputado por mato-grossenses e paraenses

JORGE MACIEL

De olho no bicampeonato, o Cuiabá recebe nesta quinta-feira 14 o Paysandu-PA, bicampeão e de olho no tricampeonato, para partida de ida marcada para 20 horas, na Arena Pantanal, da final da Copa Verde.

A ordem do técnico do Cuiabá, Marcelo Chamusca, é comprometimento total, por isso vai com carga máxima. Fora da disputa do acesso, na Série B, o Dourado foca o jogo como importante, porque seria o título mais importante do ano, pelo menos em termos de premiação.

O Campeão da Copa Verde, ao contrário do que especulam, deve levar R$ 200 mil. Chamusca quer se garantir em casa, pois sabe que no mangueirão, para onde já tem mais 7.000 ingressos vendidos para a volta, dia 20, no Mangueirão.

Em um clima bem tranquilo, os bicolores fizeram o último treino antes de enfrentar o Cuiabá no jogo de ida da final da Copa Verde. Sob os olhares de Hélio dos Anjos e a comissão técnica, os jogadores fizeram o famoso ‘rachão’, onde o time verde venceu e ganhou até postagem do clube nas redes sociais.

Leia Também:  Cavani, Suárez, Arrascaeta… Uruguai divulga os convocados para a Copa América

As duas equipes não se enfrentam há cinco anos, desde o dia 20 de setembro de 2014, quando o Dourado venceu por 2 a 1, no Mangueirão, pela Série C do Brasileiro.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana