conecte-se conosco


Saúde

China diz ter encontrado mais 24 tipos de coronavírus até então desconhecidos

Publicado


source
China diz ter encontrado mais 24 tipos de coronavírus até então desconhecidos
Fusion Medical Animation/Unsplash

China diz ter encontrado mais 24 tipos de coronavírus até então desconhecidos

Pesquisadores chineses afirmaram ter encontrado 24 novos tipos de coronavírus em morcegos até então desconhecidos pela ciência. O grupo de pesquisa da Universidade de Shandong afirmou que suas descobertas em uma pequena região na província de Yunnan, no sudoeste da China, mostram que há uma “diversidade” de coronavírus de morcegos que podem se espalhar para os humanos. As informações foram publicadas pelo jornal britânico ‘Daily Mail’.

Os pesquisadores disseram que um novo coronavírus de morcego encontrado em sua amostra é geneticamente semelhante ao vírus Sars-CoV-2 que está causando a atual pandemia no mundo.

“No total, reunimos 24 novos genomas de 341 coronavírus de diferentes espécies de morcegos, incluindo quatro coronavírus semelhantes ao SARS-CoV-2”, escreveram os pesquisadores. O relatório foi publicado na revista Cell, nesta última quinta-feira (10).

E completaram: “Esses resultados demonstram claramente que os vírus intimamente relacionados ao SARS-CoV-2 continuam a circular nas populações de morcegos e, em algumas regiões, podem ocorrer com uma frequência relativamente alta”.

Coronavírus próximos do Sars-Cov-2

Os cientistas disseram que alguns dos vírus encontrados possuem muita semelhança com o Sars-Cov-2, que hoje afeta o mundo com a pandemia. “Nosso estudo destaca a notável diversidade de coronavírus de morcego em escala local, incluindo parentes próximos de SARS-CoV-2 e SARS-CoV”, disseram os pesquisadores.

Os pesquisadores sugeriram que o coronavírus poderia ter evoluído naturalmente de animais para humanos, contradizendo a teoria sobre o vazamento de um laboratório de Wuhan, em que o vírus seria fabricado.

“Além de morcegos e humanos, os coronavírus podem infectar uma ampla gama de animais domésticos e selvagens, incluindo porcos, gado, ratos, gatos, cães, galinhas, veados e ouriços”.

Fonte: IG SAÚDE

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

“Vai estourar no teu colo”, diz Bolsonaro a Queiroga sobre vacinação em jovens

Publicado


source
Jair Bolsonaro
Reprodução: iG Minas Gerais

Jair Bolsonaro



Um dia após o Ministério da Saúde editar uma nota técnica para orientar a aplicação da vacina contra a Covid-19 em adolescentes , o presidente Jair Bolsonaro disse que é contra a obrigatoriedade de imunização dos brasileiros de 12 a 17 anos.

“Como posso entrar numa guerra dessas da obrigatoriedade, se a decisão cabe aos prefeitos e governadores. Posso falar que sou contra vacinar menores de 12 a 17 anos, de acordo com o Ministério da Saúde. Mas os governadores e prefeitos podem ignorar. Se tem estudo cientificamente comprovado, tudo bem. Nesse momento, a Anvisa diz que pode ser com a Pfizer. Mas perguntamos se continua que a Pfizer não se responsabiliza por efeitos colaterais. Parece que continua”, disse Bolsonaro.


O presidente afirmou que irá voltar a conversar com Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, sobre a questão.

“Queiroga! Para liberar tem que ter estudos que comprovam. Ou se der problema vai estourar no teu colo. Em última análise, no meu. Se não falo com o ministério, sou omisso. Se falo, estou interferindo. O que está faltando é um comandante”, disse o presidente.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Saúde

Mandetta alertou Planalto sobre Prevent Senior antes de deixar governo

Publicado


source
Mandetta alertou governo sobre Prevent Senior antes de deixar Ministério da Saúde
Jefferson Rudy/ Agência Senado

Mandetta alertou governo sobre Prevent Senior antes de deixar Ministério da Saúde


O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta , já alertava para a situação da Prevent Senior ao menos desde março de 2020. No dia 31 daquele mês, o então responsável criticou o Sancta Maggiore, hospital que pertence à operadora.

Como lembrado pela CNN Brasil, na ocasião, Mandetta disse que havia uma taxa alta de mortes de idosos na unidade de saúde. Por conta disso, ele afirmou que havia a possibilidade de intervenção nos hospitais da Prevent Senior.

Exatos 16 dias depois, Mandetta deixou o Ministério da Saúde. Até sua saída definitiva, ele travou disputas com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por discordâncias relacionadas ao combate à pandemia. Um dos pontos de discussão entre os dois era justamente a recomendação para uso de remédios como a hidroxicloroquina para tratar a doença.

De um lado, o então ministro era contra a medida. Do outro, o presidente da República, que não possui formação médica, até hoje insiste no que chama de “tratamento precoce”.


Cerca de um ano e meio depois, em setembro deste ano, a Prevent Senior é investigada pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, justamente pela aplicação do “kit Covid”, com remédios sem qualquer eficácia contra a doença, nos pacientes que apresentavam sintomas. A operadora ainda  admitiu que alterava o código de diagnóstico (CID) dos pacientes com coronavírus após o período de transmissão.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana