conecte-se conosco


Mato Grosso

Chegam ao fim etapas regionais classificatórias dos Jogos Escolares da Juventude

Publicado

Após envolver todos os municípios das 10 regiões esportivas de Mato Grosso, chegaram ao fim nesta quarta-feira (10.07) as etapas regionais dos Jogos Escolares da Juventude. A região esportiva nordeste foi a última a ter suas escolas disputando, em Porto Alegre do Norte, as vagas para as etapas estaduais. De 05 a 10 de julho, 14 escolas representaram os municípios de Alto Boa Vista, Confresa, Porto Alegre do Norte, Novo Santo Antônio, São Felix do Araguaia e Vila Rica.

Os relatórios finais com resultados da competição em todas as regiões esportivas, com classificação por modalidade, gênero e categoria, pode ser acessado AQUI.

“Conseguimos efetivar a etapa regional no calendário de jogos neste ano. E isso é uma grande conquista nesta gestão, pois a etapa dá a possibilidade de todos os municípios participarem da competição. O resultado do evento foi muito bom, o nível técnico das equipes pôde ser aperfeiçoado, com aprendizado e respeito entre os estudantes, fora que contribuiu para o impulsionamento do esporte educacional”, celebra o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Allan Kardec.

Leia Também:  Policiais Militares participam de Encontro Estadual sobre Patrulhamento Tático

As fases regionais da competição reuniram, de maio a julho deste ano, cerca de sete mil alunos-atletas de 300 instituições de ensino públicas e privadas de 119 municípios mato-grossenses. Atualmente, o evento é considerado a maior competição escolar do Estado. 

O público presente nas 10 etapas regionais também confirmou a importância do esporte educacional para a população mato-grossense. Aproximadamente 100 mil pessoas prestigiaram as aberturas oficiais e as partidas que prosseguiam durante a semana em diferentes locais de competição, demonstrando o reconhecimento popular aos Jogos Escolares da Juventude.  

Foto por: Kácio Henrique – Prefeitura de Nova Mutum

Em todos os municípios-sede, a abertura dos Jogos contou sempre com arquibancadas lotadas e grande envolvimento de público. As cerimônias de abertura oficial trouxeram espetáculos à parte, combinando a entrada das delegações, apresentações artísticas-culturais e acendimento da tocha que simbolizava o início da competição escolar.  

“A população foi muito receptiva e incentivou o esporte educacional por todas as cidades por onde a competição passou. Esperamos que o público também marque presença e faça parte do espetáculo na fase estadual que começa já na próxima semana”, finaliza o secretário Allan Kardec.

Leia Também:  Manifesto de documentos fiscais será obrigatório nas operações internas

Apresentação cultural na abertura em Pontes e Lacerda – Foto por: Ahmad Jarrah – Secel/MT

Programação etapa estadual

A partir da próxima semana, as escolas vencedoras de cada região começam a disputar as vagas para as etapas nacionais organizadas pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB).  

De 16 a 22 de julho, o município de Sorriso receberá a competição estadual da categoria B, que engloba estudantes de 12 a 14 anos. De 28 de julho a 03 de agosto, será a vez de Água Boa sediar as disputas estaduais da categoria A, de 15 a 17 anos. Nessa nova etapa, os esportes individuais também passam a fazer parte dos Jogos Escolares, com competições em Várzea Grande, de 19 a 24 de setembro.

Fonte: GOV MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Escola de Itaúba aposta em aula de campo para ensinar bioma amazônico

Publicado

Alunos da Escola Estadual Papa João Paulo II, localizada no município de Itaúba (a 600 quilômetros ao norte da Capital) participam de aula de campo sobre “Bioma Amazônia no Vale das Castanhas”, uma área de floresta nativa. Da aula prática, ocorrida na terça-feira (14.01), participaram estudantes de duas turmas do 8º ano.

Os alunos foram visitar o Vale da Castanha, área preservada cujo nome se deve ao grande número de castanheiras presentes no local.

Segundo a professora de ciências Sônia Luciano Ferreira, coordenadora da aula de campo, a atividade faz parte do planejamento da disciplina de ciências, cujo tema trabalhado em sala foi sobre o bioma amazônico.

“A aula foi bastante produtiva e os alunos ficaram entusiasmados com o que visualizaram. Muitos alunos nascidos no município não conheciam o lugar e não sabiam como a castanha era produzida, embora seja símbolo do município e fonte de economia local”, destaca a professora.

Durante a aula de campo, os alunos puderam observar de perto as espécies da flora estudadas em sala de aula. No decorrer do percurso de 40 quilômetros foram realizadas cinco paradas, conforme planejado no roteiro.

Leia Também:  Governo cobra celeridade em adequação de obra no aeroporto pela Receita Federal

No entendimento da professora, cada parada era momento de muito aprendizado e muitos questionamentos.  “Os alunos conseguiram perceber a floresta como algo essencial para a população local e também sua importância de forma global. Foi um momento muito gratificante em que os questionamentos foram surgindo e a aula acontecendo a partir da curiosidade de cada aluno”, assinala.

Na aula de campo, os alunos também observaram como a pecuária e a monocultura vêm avançando no município. Durante o trajeto, os alunos manifestaram a preocupação com a conservação da floresta quando se depararam uma extensa área de plantação de soja e áreas de pastagens.

Segundo o diretor Edinei Gleison da Silva Colhiado, a aula de campo possibilitou também que os alunos compreendessem que é possível utilizar a floresta de forma rentável, sustentável e assim manter a biodiversidade.

“A conservação da floresta foi bastante citada durante a aula de campo. Esse é um tema de relevância e que vem sendo trabalhado durante as aulas de ciências com os alunos, pois vivem no bioma amazônia que ganhou um novo olhar, voltado para as espécies de grande valor ambiental e comercial como é o caso da castanha do Brasil”, frisa o diretor.

Leia Também:  Inscrições abertas para a 1ª Corrida de Rua ‘Araguaia Tático Run’ da Polícia Militar

A aula de campo contou com a colaboração dos professores de língua portuguesa Nilson Caires e Sidnéia Gomes e da professora de educação física Marizete Sauer.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Procon MT orienta para o consumo consciente nas liquidações de início de ano

Publicado

O Procon de Mato Grosso orienta os consumidores que querem aproveitar as liquidações de início de ano e evitar transtornos futuros. No começo do ano, com as novidades de coleções e campanhas, é comum que o as lojas promovam promoções para renovar o estoque e acelerar as vendas durante o período. Os descontos devem chegar até 70% nas lojas em Cuiabá, de acordo com dados divulgados pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). Por isso, o consumidor precisa ter atenção para aproveitar da melhor forma quando for às compras.

Para essas promoções, realizadas tanto em lojas físicas quanto on-line, a melhor opção é pelo pagamento a vista, evitando compras parceladas com juros, uso do limite do cheque especial e rotativo do cartão de crédito. “Com o pagamento a vista, o consumidor consegue negociar descontos e não fica com o orçamento comprometido com prestações nos próximos meses”, ressalta a secretária adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Gisela Simona. Segundo ela, é essencial também separar um tempo para a pesquisa de preço, isso porque, mesmo com muitas lojas em promoção, os valores ainda podem variar bastante.

Leia Também:  Secretário debate reforma tributária e lei de incentivos fiscais com lideranças do Nortão

Confira outras orientações do Procon:

– Calcule seu orçamento e planeje os gastos para não cair no endividamento. No começo do ano, as despesas aumentam em função das obrigações como pagamento de IPVA, IPTU e material escolar.

– Certifique se o produto que você deseja está mesmo com desconto. Fique atento as fraudes. Pesquise qual o valor padrão e compare se está mais barato ou não.

– Não se esqueça de perguntar sobre a garantia. Com produtos em queima de estoque, muitas vezes as lojas não oferecem garantia contratual, o que pode ser um risco.

– Confira se o produto está funcionando, em casos de roupas, prove antes de levar e perceba se tem algum defeito de fabricação.

– Em relação aos produtos de mostruário, verifique se todos os itens estão na caixa. Por não estar mais lacrado algum item pode estar faltando. Esses produtos costumam apresentar danos estéticos e para esses não há garantia.

– Quando comprar pela internet, confira o tempo e dados de transporte, se possuem cobrança ou não.

Leia Também:  Produtores de assentamento recebem documento e podem acessar crédito

– O consumidor tem até sete dias para desistir, por qualquer motivo, de compras feitas pela internet, telefone, catálogo ou qualquer outra forma que seja fora da loja física. Essa regra vale mesmo para produtos comprados em liquidação.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana