conecte-se conosco


Internacional

Chanceler brasileiro espera “evolução democrática” na Venezuela

Publicado

O ministro brasileiro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, disse hoje (30) que o Brasil continua tendo uma perspectiva concreta de que haja uma “evolução democrática na Venezuela” a partir de pressões diplomáticas e políticas e também com “sanções econômicas” da comunidade internacional.

A manifestação de Ernesto Araújo foi durante entrevista à imprensa ao lado do ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Mass, no Palácio do Itamaraty. “Nossa posição é de apoio ao processo de transição e esperamos que todas as forças venezuelanas atendam a esse chamado pela democracia”, disse Ernesto Araújo.

O ministro disse que o governo brasileiro está reunindo informações sobre a movimentação de hoje (30) na Venezuela para tomar uma posição mais clara sobre a questão. “As informações chegam a cada minuto”, ressaltou. Ele disse que conversou nessa segunda-feira (29) contato com autoridades norte-americanas sobre situação no país vizinho. O ministro Araújo frisou que, pelo menos com relação à parte brasileira, não havia ainda informações sobre o deslocamento na manhã de hoje (30) dos líderes da oposição e do preso político Leopoldo López para a base aérea de La Carlota, em Caracas, onde anunciariam o apoio de militares na luta contra o regime de Nicolás Maduro.

Visita do ministro da Alemanha

O ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Mass, desembarcou no Brasil nessa segunda-feira (29). O primeiro compromisso oficial do ministro foi em Salvador (BA), onde participou no Instituto Goethe do primeiro evento da Rede de Mulheres, entidade que reúne organizações e personalidades engajadas em ações que buscam uma sociedade com mais igualdade de oportunidades entre mulheres e homens.

Edição: Narjara Carvalho
publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Internacional

Austrália: mulher usa drone para comprar cigarros e leva multa violar isolamento

Publicado


source
Drone leva cigarro para mulher em hotel na Austrália
Reprodução

Drone leva cigarro para mulher em hotel na Austrália

Com a região onde mora na costa leste da Austrália em quarentena, uma moradora decidiu burlar as regras de isolamento para matar a vontade de fumar um cigarro. Ela usou um drone para entregar uma caixa de cigarros no hotel onde estava hospedada.

O esquema, porém, foi notado por um dos funcionários do hotel Crown Plaza, que viu drone pousar na varanda de um dos quartos do edifício.

Ele avisou a polícia, que multou a mulher em R$ 6.740 (US$ 1.300). As investigações também identificaram o homem que pilotou o drone. Ele responderá por violações do regulamento de voos seguros do país.

A Austrália endureceu as regras de isolamento social para frear o aumento de casos da Covid-19. O país registrou 918 mortes em decorrência da doença causada pelo novo coronavírus desde o início da pandemia.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Presidente da Tunísia destitui primeiro-ministro e suspende Parlamento

Publicado


source
Tunísia, único caso de sucesso da Primavera Árabe, tem Parlamento suspenso
Reprodução

Tunísia, único caso de sucesso da Primavera Árabe, tem Parlamento suspenso

Berço da Primavera Árabe, a Tunísia mergulhou neste fim de semana em uma crise política que coloca em risco sua ainda jovem democracia.

O presidente Kais Saied destituiu o primeiro-ministro Hichem Mechichi e suspendeu os trabalhos do Parlamento por 30 dias no último domingo (25), na esteira de uma nova jornada de protestos contra o governo por causa da crise econômica e da gestão da pandemia de Covid-19 .

Eleito presidente em 2019, Saied assumiu temporariamente as funções de chefe de governo, se apoiando em um artigo da Constituição que permite o congelamento dos trabalhos do Parlamento em caso de “perigo iminente”.

O presidente anunciou que nomeará um novo premiê para ajudá-lo a governar o país e que revogará a imunidade parlamentar dos deputados. Mechichi foi destituído no 64º aniversário de proclamação da República da Tunísia, ocasião em que milhares de cidadãos saíram às ruas para protestar contra a classe dirigente.

Na capital Túnis, a decisão de Saied foi recebida com festa por parte dos manifestantes que protestavam contra o partido islâmico Ennahda, dono da maior bancada no Parlamento, e contra o primeiro-ministro.

O Ennahda, no entanto, acusou o presidente de promover um “golpe” e prometeu “defender a revolução”. Já Saied rebateu que “quem fala em golpe de Estado deveria ler a Constituição e voltar para a escola”. “Fui paciente e sofri com o povo tunisiano”, justificou.

Você viu?

O presidente ainda diz ter informado previamente o chefe do Parlamento e líder do Ennahda, Rached Ghannouchi, que nega.

Veículos militares cercaram o prédio do Parlamento , e Saied determinou também o fechamento da sede local da emissora catariana Al Jazeera.

Primavera

Saied é apenas o segundo presidente eleito por voto universal na Tunísia, caso único de democracia – ainda que frágil e incipiente – entre os países que protagonizaram a Primavera Árabe .

A onda de revoltas contra o autoritarismo e a pobreza no norte da África e no Oriente Médio começou justamente na Tunísia, em 17 de dezembro de 2010, quando o verdureiro Mohamed Bouazizi ateou fogo no próprio corpo para protestar contra a falta de trabalho e os abusos da polícia.

Desde então, alguns países da Primavera Árabe, como Síria e Iêmen, continuam afundados em guerras, enquanto outros, como o Egito, voltaram a ter governos autoritários.

Apesar de ter iniciado um percurso democrático, a Tunísia conviveu na última década com uma perene instabilidade política , que sempre bloqueou esforços para relançar a economia e fazer as reformas pedidas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

A fragmentada classe política jamais foi capaz de formar governos duradouros e eficazes, culminando na ruptura entre Saied e Mechichi. 

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana