conecte-se conosco


Mato Grosso

Cestas básicas vão ajudar famílias assistidas pela Associação Pestalozzi de Cuiabá

Publicado


.

A Associação Pestalozzi de Cuiabá recebeu da campanha “Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus” 176 cestas básicas com alimentos não perecíveis, materiais de limpeza e de higiene. As doações foram entregues nesta quarta-feira (27.05), as famílias das pessoas com deficiência assistidas pela entidade e que passam por dificuldades devido a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). As entregas foram um pedido do deputado Max Russi.

A secretária adjunta de Direitos Humanos da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Salete Morocoscki, que esteve no local representando a primeira-dama, Virginia Mendes, que é voluntaria da ação, e a secretária da Setasc Rosamaria Carvalho, destaca a importância da atenção especial as pessoas com deficiência, que se enquadram no grupo de risco e estão mais vulneráveis.

“Sabemos a importância do cuidado com este público, que depende de cuidados diários. A iniciativa busca com olhar sensível da primeira-dama, Virginia Mendes, atender com carinho e amor a todos que estão em situação de vulnerabilidade e procuram por nossa ajuda”, afirmou.

A Associação Pestalozzi de Cuiabá, que é mantenedora da Escola Jonas Pinheiro da Silva Júnior, é uma entidade filantrópica, não governamental sem fins lucrativos, cujas ações são de nível educacional, social e assistencial. Atualmente a entidade atende 176 alunos com idade entre 18 e 59 anos, com deficiência mental/intelectual, múltiplas deficiências e transtornos globais do desenvolvimento, além das famílias e comunidade, nas áreas da educação, saúde, assistência social, cultura e lazer.

A presidente da Associação Pestalozzi de Cuiabá, Inae Vilela, que acompanhou as entregas, explica que devido ao isolamento social decorrente da pandemia, as famílias têm ficado sem o suporte da entidade e os alimentos doados vão suprir essas necessidades.

“Como as famílias estão em situação de extrema pobreza a doação é muito importante, porque neste momento atual de crise, a entidade não está conseguindo atender regularmente com as três refeições diárias que geralmente são oferecidas aos alunos. Agradeço a parceria da primeira-dama Virginia Mendes e da Rosamaria, que estão sendo como anjos protetores para nossas famílias”, agradeceu.

Conforme a diretora da Escola Jonas Pinheiro da Silva Júnior, Maria Eila Nogueira, como os pais dos alunos que frequentam a Pestalozi, em sua maioria, atuam como trabalhadores informais, muitos estão sem qualquer fonte de renda e precisam do auxílio para enfrentar as dificuldades.

“Saiba que essa doação faz a grande diferença na vida dessas pessoas que estão sem o mínimo que é alimentação. Ficamos emocionados em receber essa ajuda da primeira-dama, Virginia Mendes e toda sua equipe. Vocês estão assistindo quem tem necessidade e realmente precisa”, destaca.

Para a família da senhora, Mariluce da Silva Oliveira, as cestas chegaram no momento certo. Ela é mãe de dois jovens, assistidos pela Associação Pestalozzi de Cuiabá. “Estou desempregada, então esses alimentos vão servir muito, lá em casa moramos eu, meu marido e os meus três filhos, a despesa é alta. Agradeço pela ajuda”, disse.

A Igreja Batista Nacional Missionária do bairro CPA IV também recebeu as doações da Campanha “Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus”. Os mantimentos e materiais foram entregues pela secretária adjunta de Cidadania da Setasc, Rosineide Porcionato que frisou a importância dos cuidados para o combate da Covid-19.

“Estamos em um momento atípico e delicado, em que todos precisam estar cientes dos cuidados que devem ser tomados. As entregas têm como prioridade, suprir as necessidades das pessoas que mais precisam, mas sempre organizando os atendimentos com cautela”, enfatizou.

A servidora da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Bruna Saggin, que articulou as doações junto ao Governo do Estado e faz parte dos membros da Igreja, salientou a importância da ação para as famílias carentes.

“Essas unidades chegaram em um momento importante onde muitas famílias estão sofrendo impactos, como o desemprego e a redução do salário. Esses alimentos estarão ajudando os membros da igreja a manterem a sua dispensa e a sua mesa.  Que Deus abençoe a primeira-dama, Virginia Mendes, a secretária Rosamaria e todos que fazem parte deste projeto”.

A jovem Jaqueline Vanessa, 28 anos, grávida de sete meses, agradeceu a iniciativa que segundo ela, dará um fôlego para o sustento da sua família. “Eu vejo que o governo tem se preocupado com a população neste tempo difícil. Como moro sozinha, com meu filho e estou desempregada, esse apoio está sendo ótimo”, disse.

A aposentada Ivone Monteiro, 64 anos, que também foi contemplada conta que tem passado por dificuldades e com filho deficiente os gastos aumentaram. “Eu sobrevivo com minha aposentadoria, mas as vezes o valor não é suficiente, porque tenho gastos com meu filho que é especial. Com os alimentos vou poder economizar o dinheiro para gastar no tratamento”, relatou emocionada.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Sexta-feira (10): Mato Grosso registra 27.636 casos e 1.026 óbitos por Covid-19

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (10.07), 27.636 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 1.026 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado e 65 mortes nas últimas 24 horas. 

Nesta edição do Boletim foi esclarecido que, em razão da atualização e migração do sistema, os números relativos aos casos em monitoramento e recuperados só serão atualizados a partir da próxima segunda-feira (13). Portanto, até o restabelecimento do banco de dados, serão atualizados diariamente apenas o total de casos confirmados, óbitos, exames realizados e as taxas de ocupação. 

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (6.101), Rondonópolis (2.165), Várzea Grande (2.069), Sorriso (1.195), Lucas do Rio Verde (1.254),  Tangará da Serra (1.053), Primavera do Leste (1.033), Sinop (806), Nova Mutum (674), Pontes e Lacerda (650), Campo Verde (505), Cáceres (465), Colíder (402), Peixoto de Azevedo (364), Barra do Garças (360), Sapezal (353), Campo Novo do Parecis (351),  Querência (304), Confresa (350) e Matupá (274). 

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria. 

Nas últimas 24 horas, surgiram 1.240 novas confirmações no Estado. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 240 internações em UTI e 366 em enfermaria. Isto é, a taxa de ocupação está em 90,5% para UTIs e em 53,7% para enfermarias.

O documento ainda aponta que um total de 28.275 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.623 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES.

Cenário nacional

Nesta sexta-feira (10), o Governo Federal confirmou 1.800.827 casos da Covid-19 no Brasil e 45.048 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 69.184 óbitos e 1.755.779 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. 

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Governo coloca 19 UTIs em funcionamento e reduz lotação de leitos

Publicado


.

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, colocou em funcionamento, nesta sexta-feira (10), 19 leitos novos de UTIs em hospitais estaduais para o tratamento de pacientes com Covid-19. 

Com a medida, esta foi a primeira vez na semana que houve redução na taxa de ocupação de UTI’s públicas no Estado.

Ontem, quinta-feira (9), a taxa de ocupação registrada foi de 98,4% e hoje, de acordo com o boletim epidemiológico, a taxa caiu para 90.5%. A tendência, para a próxima semana, é que esse percentual caia ainda mais, pois há previsão de abertura de mais leitos de UTIs em cidades do interior.

Com esse incremento, o Estado passa a contar em seus hospitais com 138 leitos de UTIs.

Os novos leitos, que já foram colocados em funcionamento, nesta sexta-feira, estão localizados no Hospital Estadual Santa Casa (10 leitos) e no Hospital Regional de Sinop (9 leitos).

Outros 10 leitos de UTIs da Santa Casa entram em funcionamento neste sábado (11), de acordo com a diretora da unidade, Patrícia Dourado. “Estamos com tudo pronto e já neste sábado eles irão para a regulação”, destacou.

Confira as unidades que deverão receber novas UTIs, além dos novos leitos abertos na Santa Casa e Regional de Sinop:
Segundo o plano de trabalho da SES serão 30 no Hospital Metropolitano,  mais 10 no Hospital Regional de Sinop e 10 no Hospital Regional de Cáceres.   Além disso, serão abertos leitos nos municípios Cuiabá (30), Alta Floresta (10), Água Boa (10), Confresa (10), Campo Verde (10), Pontes e Lacerda (10), Cáceres (5 leitos contratualizados com o Hospital São Luiz), Nova Mutum (20) e Peixoto de Azevedo (10).

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana