conecte-se conosco


Várzea Grande

Centro municipal de educação que atenderá quase 200 crianças é entregue

Publicado

A unidade atenderá os bairros Cohab Jardim Ouro Verde e São Simão

Espaço aconchegante, digno para se estar, brincar, alimentar e estudar. As comunidades dos bairros Ouro Verde e São Simão comemoraram a inauguração do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Caetano da Costa – Vô Caetano. Este é o segundo CMEI inaugurado pela prefeita Lucimar Sacre de Campos em uma previsão de 16 unidades para atender a educação infantil até 2020, que ampliará em cinco mil novas vagas na faixa etária até 5 anos, totalizando R$ 50 milhões em investimentos em infraestrutura, mobiliários, equipamentos, entre outros.

“Sabemos que não iremos solucionar todos os problemas da cidade e da população várzea-grandense, mas estamos fazendo o que está ao nosso alcance. Todas as nossas metas já foram alcançadas e agora estamos indo além do que prometemos porque temos compromisso com a família várzea-grandense. Buscamos excelência em nossa gestão e nosso município é hoje um dos poucos no Brasil que possui as contas em dia, capacidade para honrar a folha de pagamento dentro do mês trabalho, além de recursos próprios para ter contrapartida e honrar investimentos que beneficiem diretamente a sociedade”, declarou a prefeita Lucimar Sacre de Campos se referindo às inaugurações de 152 anos de Aniversário de Várzea Grande, inclusive de outras duas CMEIs, que ocorrem até dia 15 de maio.

A unidade inaugurada possui 890,73m² de área construída, possui cinco salas de aula, uma sala multiuso, cozinha, refeitório, fraldário, sala de amamentação, solarium, área de serviço, parque, banheiros, área administrativa completa e capacidade para atender a 188 alunos. Segundo o secretário municipal de Educação e Cultura, Silvio Fidélis, o valor em infraestrutura física é de R$ 1,4 milhão sendo R$ 513 mil de recursos próprios. “Porém os investimentos somente nesta unidade ultrapassam os R$ 2 milhões devido aos mobiliários, equipamentos e demais elementos exigidos pelo Ministério da Educação e essenciais para o desenvolvimento infantil”, detalhou.

“A maioria das mães tem a mesma história que a minha. Temos que andar muito ou então pedir favor para alguém. Somos eternamente gratas por este CMEI que não só contribui com as nossas famílias, mas também valoriza o nosso bairro”, disse Valdineia da Silva Romão, mãe do Felipe Douglas, de 1 ano e 3 meses.

A mãe dos meninos Levi e Liau de 3 anos e 1 ano, respectivamente, Rosangela Clarisse de Miranda, também comemorou a inauguração pois espera oportunizar um aprendizado melhor para seus filhos além de economizar. “Sou auxiliar de cozinha e quando meu marido não pode ficar com eles tenho que pagar alguém para cuidar, sempre que vou trabalhar. Com certeza esse dinheiro que sobre já vai ajudar. Sem falar que essa escola ficou linda”, declarou a mãe.

Para a diretora da unidade Mariáh Oliveira, “a inauguração da CMEI realiza um sonho dos gestores e é um presente e privilégio para às comunidades dos bairros Ouro Verde e São Simão que já poderão utilizar os serviços desta unidade a partir do dia 30”.

A unidade foi batizada com o nome de um ex-funcionário da rede municipal de ensino e de família tradicional de Várzea Grande “Caetano da Costa”. Seu filho o jornalista e radialista Augusto Roberto da Costa falou sobre a homenagem. “Nossa família ficou muito feliz não somente por lembrarem de Caetano da Costa mas também por batizarem uma obra que abrigará e ensinará crianças. Nosso pai também foi sapateiro e desportista, ajudou a fundar o time do Operário Várzea-grandense e esse reconhecimento nos enche de orgulho. Ele faleceu com 2017 com 97 anos, sempre participativo e atuante socialmente. Agradeço ao vereador Ícaro Reveles que fez a indicação do nome do meu pai, e à prefeita Lucimar Sacre de Campos que acatou e construiu essa obra de qualidade para à nossa comunidade”, falou Augusto Roberto em nome dos demais familiares presentes, inclusive a irmã mais velha do homenageado Nair Costa.

O vereador Ícaro Reveles, que fez a indicação do nome para a CMEI, declarou que “a Câmara de Vereadores está de portas abertas para projetos como este homenageiam personalidades e resgatam a história de Várzea Grande”.

Além de agradecer a todos os presentes na inauguração, imprensa, secretários municipais, vereadores, representantes do senado federal, prefeitura de Cuiabá, convidados e comunidade em geral, a prefeita Lucimar Sacre de Campos enalteceu toda sua equipe pelos “grandes avanços que o município teve na Educação. “Tenham a certeza de que muito ainda faremos. A nossa gestão trabalhará até o último minuto do nosso mandato e quero contar com o apoio de todos aqui”, declarou.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Várzea Grande

Jucemat faz adequações na REDESIM, e sistema fica fora do ar até o dia 30

Publicado


.

25/09/2020    0

A Gestão Fazendária da Prefeitura de Várzea Grande informa aos contribuintes municipais, que todos os serviços on-line da REDESIM, ao qual o município é integrado, estarão fora do ar, portanto inoperantes a partir de 18 horas desta sexta-feira, 25 de setembro até as 8 horas da próxima quarta-feira, dia 30 setembro, horário local. 

A REDESIM é administrada pela Junta Comercial do Estado de Mato Grosso (JUCEMAT), que  informou a paralisação temporária aos municípios em razão da migração de dados dos sistemas informatizados da JUCEMAT entre locais de hospedagem. 

“É importante informar o contribuinte várzea-grandense da interrupção temporária desses serviços via REDESIM, por  estarmos integrados. É nele que se realiza atualmente todo o processo de registro e legalização de pessoas jurídicas como forma de abreviar e simplificar os procedimentos e diminuir o tempo e custo para a legalização de novas empresas. Pedimos a compreensão, pois dependemos do funcionamento dos sistemas da JUCEMAT para comunicação de dados”, explicou o subsecretário de Gestão fazendária, João Paulo Araújo. 

Segundo comunicado oficial no site da JUCEMAT neste período – 25 a 30 de setembro, estão sendo implementados os serviços para garantir a linearidade e a unicidade dos processos, sob a perspectiva do usuário, integrando todos os atores que dele participam: Órgãos de Registro (Juntas Comerciais, Cartórios de Registro Civil de Pessoas Jurídicas ou OAB), Administrações Tributárias no âmbito federal, estadual e municipal e órgãos licenciadores, em especial o Corpo de Bombeiros, a Vigilância Sanitária e o Meio Ambiente.

Entre os serviços on-line temporariamente fora do ar  estão o registro, inscrição, alteração, baixa e licenciamento das pessoas jurídicas, bem como não haverá análise e protocolização de processos, ou atendimentos através do chat da JUCEMAT. 

 

Por: Rafaela Maximiano – Secom/VG

Continue lendo

Várzea Grande

Escolas da Rede Municipal recebem o projeto ‘Sacola Literária’

Publicado


.

24/09/2020    13

As escolas municipais de Educação Básica, Gonçalo Domingos de Campos e Professora Lúcia Leite Rodrigues serão beneficiadas com 200 livros novos cada uma por meio do projeto Sacola Literária neste mês de setembro. A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande, VR Projetos Culturais e Sociais com o patrocínio da CNH Industrial.

De acordo com o secretário Silvio Fidelis, o projeto que tem o apoio da  Secretaria Especial da Cultura do Governo Federal, visa incentivar a leitura e enriquecer as bibliotecas com conteúdo qualificado para as escolas. O projeto Sacola Literária foi criado para incentivar a leitura e promover esse hábito tão importante dentro das escolas. Cada acervo do projeto Sacola Literária é composto por 200 livros com obras para crianças, jovens e adultos, e títulos inclusivos como os sensoriais, em braile e de introdução à literatura para alunos alfabetizados tardiamente (EJA).

Também faz parte do acervo um grande tapete emborrachado para atividades de leitura ao ar livre e ecobags (sacolas) personalizadas para que os alunos possam levar livros para casa e incentivar a leitura familiar. Além da entrega dos livros, o projeto Sacola Literária também oferece atividades para professores e alunos. Esse ano, visando contornar o cenário de pandemia, as atividades foram adaptadas para serem realizadas de forma on-line.

Através da Secretaria de Educação será disponibilizada para todos os professores e colaboradores das escolas uma divertida oficina com a professora, autora e contadora de histórias Marô Barbieri, especialista na promoção da leitura de forma ludica cujos títulos estão no acervo do projeto. Durante a oficina, ela discorre sobre a importância da literatura e dá diversas dicas de como incentivar a leitura nas atividades com alunos de forma presencial ou on-line.

Diretores e professores das escolas beneficiadas vão receber uma ‘contação’ de história personalizada de um dos livros do acervo para disponibilizar a seus alunos e demais professores. A empresa patrocinadora informa que neste ano, 8 mil livros serão distribuídos através do projeto para escolas públicas de 17 cidades de norte a sul do país.

Para o secretário, o projeto ‘Sacola Literária’ é uma grande oportunidade oferecida à rede municipal para incentivar a formação de leitores e estimular o hábito da leitura entre as crianças, jovens e adultos, que cada vez mais estão sendo conquistados pelos novos estímulos virtuais. “É preciso e fundamental dar acesso à literatura, disponibilizando livros atuais e de qualidade nas bibliotecas de nossas escolas” declarou.

Responsável pelo projeto ‘Sacola Literária’ a VR Projetos Culturais e Sociais Transformadores é uma empresa que desenvolve projetos culturais voltados à transformação social e facilita o uso das leis de incentivo por empresas, e, ao mesmo tempo, explica como elas podem ser usadas como ferramentas de transformação social.

Por: Fred Nogueira – Secom/VG

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana