conecte-se conosco


Política MT

CCJR derruba oito vetos do governador Mauro Mendes

Publicado


CCJR realizou a sétima reunião ordinária em forma remota

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

A Comissão de Constituição e Justiça e Redação (CCJR) realizou, na manhã desta terça-feira (27), a sétima reunião ordinária remota. Na pauta, foram relacionadas 30 proposições. Desse total, 20 eram projetos de lei, nove vetos e um projeto de lei complementar. A reunião foi comandada pelo vice-presidente, deputado Dr. Eugênio (PSB).

Na reunião, os deputados aprovaram os pareceres favoráveis a cinco projetos de lei e um projeto de lei complementar, que foram colocados à votação na sessão ordinária remota, no Plenário das Deliberações, que ocorreu também na manhã desta terça-feira (27). Dos nove vetos totais, os deputados derrubaram oito deles e um teve a votação empatada, que será colocado para apreciação na próxima reunião.

Agora, as matérias seguem para apreciação dos deputados em Plenário, que podem manter ou rejeitar os votos obtidos na CCJR.  O veto que não foi derrubado e nem mantido é o de nº 84/2020, que ficou em dois a dois; com isso, o presidente da CCJR, deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), tem a responsabilidade de manter ou derrubar o veto.  

O único deputado a participar de forma presencial foi o deputado Sílvio Favero e por videoconferência os deputados Dr. Eugênio, Lúdio Cabral e Sebastião Rezende, a ausência foi do deputado Dilmar Dal Bosco.

A CCJR analisa a constitucionalidade e a juridicidade das matérias, ou seja, se elas estão em consonância com as Constituições Estadual e Federal e as leis ordinárias. Compõem a comissão, além do presidente Dilmar Dal Bosco, os deputados Lúdio Cabral (PT), Dr. Eugênio (PSB), Sebastião Rezende (PSC) e Sílvio Favaro (PSL).

Favorável

Projeto de lei nº 853/2020 “Dispensa de Pauta”. Autor deputado Max Russi.

Projeto de lei nº 850/2020 – Mensagem n.º 113/2020 “Dispensa de Pauta”.  Autor: Poder Executivo.

Projeto de lei nº 544/2020 – (com substitutivo integral e com emenda) “Dispensa de Pauta”. Autor deputado Eduardo Botelho (DEM).

Projeto de lei nº 852/2020 – Mensagem nº 116/2020 (quanto às emendas nºs 01 e 02) “Dispensa de pauta”. Autor Poder Executivo.

Projeto de lei n.º 31/2019 – Autor deputado Eduardo Botelho.

Projeto de lei n.º 704/2019 – Autor deputado Max Russi

Projeto de lei n.º º 291/2019 – Autor deputado Sebastião Rezende

Projeto de lei n.º  335/2019– Autor deputado Dr. João

Projeto de lei n.º  920/2019 – Autor deputado Valdir Barranco.

Projeto de lei n.º 445/2019 (com substitutivo integral) – Autor deputado Paulo Araújo.

Projeto de lei n.º 491/2019 – Autor deputado Dr. Gimenez

Projeto de lei n.º 1102/2019 – Autor deputado Paulo Araújo

Projeto de lei n.º 1235/2019 – Autor deputado Silvio Fávero

Projeto de lei n.º 44/2019 (c/ emenda) – Autor deputado Eduardo Botelho.

Projeto de lei n.º 351/2020 (quanto emenda) “Dispensa de Pauta” – Autor deputado  Eduardo Botelho.

Parecer contrário a projetos de lei

Projeto de lei nº 226/2018 (com substitutivo integral). Autor ex-deputado Zeca Viana.

Projeto de lei n.º 54/2019 – Autor deputado Eduardo Botelho.

Projeto de lei n.º 12/2020 – Autor deputado Wilson Santos.

Projeto de lei n.º 53/2020 – Autor deputado Silvio Fávero

Projeto de lei em redação final

Projeto de lei nº 557/2019 (com emendas). Autor deputado Ondanir Bortolini – Nininho (PSD) – Redação final.

Parecer favorável do Projeto de Lei Complementar

Projeto de lei complementar n.º 59/2020 – Mensagem n.º 141/2020 “Dispensa de Pauta”. Autor Poder Executivo.

Vetos derrubados

Veto Total nº 82/2020 – Mensagem n.º 133/2020 – Autor do veto Poder Executivo. Autor do projeto de lei nº 358/2020 deputado Sebastião Rezende.

Veto Total nº 86/2020 – Mensagem n.º 137/2020 – Autor do veto: Poder Executivo. Autor do projeto de lei nº 491/2020, deputado Dr. Gimenez.

Veto Total nº 77/2020 – Mensagem n.º 127/2020– Autor do veto Poder Executivo. Autor do projeto de lei nº 970/2019, deputado Dr. Gimenez.

Veto Total nº 83/2020 – Mensagem n.º 134/2020 – Autor do veto Poder Executivo.  Autor do projeto de  nº 528/2020, deputado Wilson Santos .

Veto Total nº 79/2020 – Mensagem n.º 129/2020 – Autor do veto Poder Executivo. Autor do projeto de lei nº 710/2019, deputado Faissal.

Veto Total nº 78/2020 – Mensagem n.º 128/2020 – Autor do veto Poder executivo. Autor do projeto de lei nº 610/2020, deputado Valdir Barranco.

Veto Total nº 85/2020 – Mensagem n.º 136/2020 – Autor do veto Poder Executivo Autor do projeto de lei nº 331/2019: Deputado Sebastião Rezende.

Veto Total nº 81/2020 – Mensagem n.º 132/2020 – Autor do veto Poder Executivo. Autor do projeto de lei nº 841/2019, deputado Dr. Eugênio.

Veto empatado na votação

Veto Total nº 84/2020 – Mensagem nº 135/2020 – Autor do veto Poder Executivo. Autor do projeto de lei nº 293/2020, deputado Silvio Fávero.

 Ordem do Dia da 7ª reunião ordinária da CCJR

01 – Projeto de lei nº 226/2018 (c/ substitutivo integral) – Autor: ex-deputado Zeca Viana – Ementa: Dispõe sobre assistência jurídica integral e gratuita aos policiais militares, aos policiais civis, guardas municipais e ao corpo de bombeiros militares que, no exercício de suas funções, se envolvam ou sejam implicados em casos que demandem tutela jurídica, seja judicial ou extrajudicial.

02 – Projeto de lei nº 54/2019 – Autor: Deputado Eduardo Botelho – Ementa: Dispõe sobre a isenção do ICMS aos produtos da agricultura familiar que especifica e dá outas providências.

03 – Projeto de lei nº – Autor: Deputado Wilson Santos – Ementa: Dispõe sobre a divulgação de campanha de doação de sangue nas salas de cinemas, no âmbito do Estado de Mato Grosso, antes da exibição de cada filme ou sessão e dá outras providências.

04 – Projeto de lei nº 853/2020 “Dispensa de Pauta” – Autor: Deputado Max Russi – Ementa: Permite a participação das cooperativas de trabalho de prestação de serviços em licitações e contratações promovidas pela administração direta e indireta no estado de Mato Grosso, e dá outras providências.  

05 – Projeto de lei nº 31/2019 – Autor: Deputado Eduardo Botelho – Ementa: Dispõe sobre a fila única para a cirurgia bariátrica, pelo Sistema Único de Saúde – SUS, no Estado de Mato Grosso.

06 – Projeto de lei n.º 704/2019 – Autor: Dep. Max Russi Ementa: Dispõe sobre a atualização cadastral e a intervenção na fila de espera na regulação do SUS-MT.

07  – Projeto de lei nº 53/2020 – Autor: Deputado Silvio Fávero – Ementa: Institui o Banco de Dados de Reconhecimento Facial e Digital de Crianças e Adolescentes Desaparecidos, no âmbito do Estado de Mato Grosso.

08 – Projeto de Lei Complementar nº 59/2020 – Mensagem n.º 141/2020 “Dispensa de Pauta” Autor: Poder Executivo – Ementa: Altera dispositivos da Lei Complementar nº 667, de 20 de julho de 2020.

09 – Veto Total nº 82/2020 – Mensagem n.º 133/2020 – Autor: Poder Executivo – Ementa: Veto total aposto ao projeto de lei nº 358/2020, que determina que os estabelecimentos públicos e privados de saúde garantam a existência de leitos para o tratamento de profissionais de saúde acometidos ou com suspeita da Covid-19 e dá outras providências. Autor: Deputado Sebastião Rezende

10 – Veto Total n.º 84/2020 – Mensagem nº 135/2020 – Autor: Poder Executivo – Ementa: Veto total aposto ao projeto de lei nº 293/2020, que institui o Programa Emergencial de Distribuição de Alimentos às famílias cuja renda foi afetada pela situação do isolamento social em decorrência da pandemia do Covid-19 (Coronavírus), e dá providências correlatas. Autor: Deputado Silvio Fávero.

11– Veto Total n.º 86/2020 – Mensagem nº 137/2020 – Autor: Poder Executivo – Ementa: Veto total aposto ao projeto de lei nº 491/2020, que obriga as escolas da rede pública ou privada do Estado de Mato Grosso a adotarem medidas de prevenção a disseminação do coronavírus (Covid-19) em suas instalações, quando do retorno as aulas presenciais. Autor: Deputado Dr. Gimenez.

12 – Projeto de lei nº 291/2019 – Autor: Deputado Sebastião Rezende –  Ementa: Institui a campanha de conscientização infantil sobre brinquedos de potencial ofensivo nos estabelecimentos Estaduais, Municipais e Particulares de Ensino, no âmbito do Estado de Mato Grosso e dá outras providências.

13 – Projeto de lei nº 335/2019– Autor: Deputado Dr. João Ementa: Institui a Semana Estadual de Prevenção das Doenças Renais.

14 – Projeto de lei nº 557/2019 (c/emendas) – Autor: deputado Ondanir Bortolini – Nininho – Ementa: Altera e acrescenta dispositivos à Lei 9.922, de 24 de Maio de 2013, que dispõe sobre a divulgação do Disque Denúncia Nacional de Violência Contra a Mulher.  

15 – Projeto de lei nº 920/2019 – Autor: Deputado Valdir Barranco – Ementa: Dispõe sobre a fixação de placa informativa de identificação do Engenheiro de Segurança do Trabalho e do Técnico de Segurança do Trabalho nas obras e serviços públicos do Estado de Mato Grosso.

16 – Veto Total nº 77/2020 – Mensagem n.º 127/2020– Autor: Poder Executivo – Ementa: Veto total aposto ao projeto de lei nº 970/2019, que dispõe sobre a avaliação psicológica de gestantes durante o pré-natal. Autor: Deputado Dr. Gimenez.

17 – Veto Total nº 83/2020 – Mensagem n.º 134/2020 – Autor: Poder Executivo Ementa: Veto total aposto ao projeto de lei nº 528/2020, que dispõe sobre a obrigatoriedade da realização de testes diagnósticos do coronavírus-sars-cov-2, aos professores e funcionários das instituições de ensino das redes pública e privada, antes do reinício de suas atividades no âmbito do Estado de Mato Grosso, na forma que menciona. Autor: Deputado Wilson

18 – Projeto de lei nº 445/2019 (c/ substitutivo integral) – Autor: Deputado Paulo Araújo – Apenso Projeto de Lei n.º 552/2020 Ementa: Dispõe sobre a transparência na distribuição de medicamentos pela rede estadual de saúde.

19 – Projeto de lei nº 491/2019 – Autor: deputado Dr. Gimenez Ementa: Dispõe sobre a obrigatoriedade dos estabelecimentos comerciais, que utilizam motocicletas para entregas, atendimentos ou transportes diversos, a fornecer gratuitamente Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) para os motociclistas e da outras providências.

20 – Projeto de lei nº 1102/2019 – Autor: deputado Paulo Araújo Ementa: Denomina João Nicolau Petroni a Rodovia MT-246 no trecho que especifica.

21 – Projeto de lei nº 1235/2019 – Autor: Deputado Silvio Fávero Ementa: Dispõe sobre procedimento quanto à posse ou porte de arma dos indivíduos que praticarem violência doméstica e familiar contra a mulher, no âmbito do Estado de Mato Grosso e dá outras providências.

22 – Veto Total n.º 79/2020 – Mensagem n.º 129/2020 – Autor: Poder Executivo – Ementa: Veto total aposto ao projeto de lei nº 710/2019, que dispõe sobre o tratamento do lixiviado em aterro sanitário. Autor: Deputado Faissal Relator:

23 – Projeto de lei nº  850/2020 – Mensagem n.º 113/2020 “Dispensa de Pauta” Autor: Poder Executivo – Ementa: Altera e acrescenta dispositivos à Lei nº 7.263, de 27 de março de 2000, que cria o Fundo de Transporte e Habitação – Fethab e dá outras providências.

24 – Projeto de lei nº 44/2019 (c/ emenda) – Autor: Deputado Eduardo Botelho Ementa: Torna obrigatória a disponibilização de Unidade de Terapia Intensiva – UTI a todos os nascidos com Espinha Bífida no Estado de Mato Grosso. Relator:

25 – Veto Total nº 78/2020 – Mensagem n.º 128/2020 – Autor: Poder Executivo – Ementa: Veto total aposto ao projeto de lei nº 610/2020, que dispõe sobre o incentivo a doação de plasma sanguíneo por cidadãos curados do novo coronavírus, Covid-19, no âmbito do Estado de Mato Grosso. Autor do projeto deputado Valdir Barranco.

26 – Veto Total nº 81/2020 – Mensagem nº 132/2020 – Autor: Poder Executivo  -Ementa: Veto total aposto ao projeto de lei nº 841/2019, que dispõe sobre a comunicação ao proprietário, via site oficial dos órgãos de trânsito, no caso de guinchamento ou rebocamento de veículos, e dá outras providências. Autor do projeto Dr. Eugênio.

27 – Veto Total nº 85/2020 – Mensagem n.º 136/2020 – Autor: Poder Executivo -Ementa: Veto total aposto ao projeto de lei nº 331/2019, que dispõe sobre o Programa Paz na Escola, de ação interdisciplinar, com o objetivo de prevenir e refutar qualquer tipo de violência e o uso de drogas nas Escolas Estaduais da Rede Pública e dá outras providências. Autor do projeto deputado Sebastião Rezende.

28 – Projeto de lei nº 351/2020 (quanto emenda) “Dispensa de Pauta” Autor: Deputado Eduardo Botelho Ementa: Dispõe sobre o pagamento e parcelamento por meio de cartão de crédito das contas de energia elétrica no Estado de Mato Grosso.

29 – Projeto de lei nº 544/2020 (c/ substitutivo integral e c/ emenda) “Dispensa de Pauta” Autor: Deputado Eduardo Botelho Ementa: Dispõe sobre a instalação de lavatórios públicos para higienização das mãos em áreas de grande circulação no âmbito do Estado de Mato Grosso e da outras providências.

30 – Projeto de lei nº 852/2020 – Mensagem nº 116/2020 (quanto as emendas nºs 01 e 02) “Dispensa de pauta” Autor: Poder Executivo Ementa: Altera e acrescenta dispositivos à Lei nº 2.858, de 09 de outubro de 1968, à Lei nº 10.078, de 04, de abril de 2014 e dá outras providências.

Fonte: ALMT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Sindicatos emitem nota contra Abílio Júnior e classificam ataques à imprensa em Cuiabá como “anti-democrática”

Publicado

O candidato Abílio Júnior, que esta semana, teve desentendimentos com jornalistas

Sindicatos de várias categorias de trabalhadores emitiram na tarde desta quarta-feira (25) uma nota de repúdio contra o vereador e candidato a prefeito de Cuiabá, Abílio Júnior (Podemos), devido ao tratamento que deu à imprensa na reta final de campanha. A postura de Abílio foi classificada como “anti-democrática” e ele foi definido como uma pessoa de “temperamento instável e imaturo emocionalmente”.

A nota destaca as situações em que o candidato teve atrito com profissionais da imprensa nesta semana. Na primeira, durante uma entrevista on line com jornalistas do portal Gazeta Digital. Ao ser questionado se receber o apoio de Roberto França, não iria contra o discurso dele de anticorrupção, Abílio respondeu que “se soubesse que estaria sendo entrevistado por alguém que apoia o outro lado, não teria vindo para a entrevista..”

O outro embate foi na noite de terça-feira (23) após o debate promovido pela Fecomércio, quando Abílio, questionado novamente sobre o apoio recebido no segundo turno e a contratação de novos profissionais para a sua campanha, “sacou” seu celular e começou a fazer uma “live” na “tentativa de intimidar os jornalistas”.

“As centrais sindicais e Sindicatos de Trabalhadores Públicos e Privados repudiam as falas grosseiras, anti-democráticas, difamatórias e criminosas do candidato Abilio Jr, conhecido por seu temperamento instável e imaturo emocionalmente. Respeitar o jornalismo e o jornalista, é dever de todos e, sobretudo, de quem se arvora a ser candidato”.

Veja a nota na íntegra:

As Centrais Sindicais e os Sindicatos abaixo relacionados assinam a presente NOTA DE REPÚDIO contra o candidato Abílio Júnior, e ao mesmo tempo externamos nosso total APOIO E SOLIDARIEDADE para com os jornalistas atacados e difamados pelo referido candidato.

Na semana que antecede o segundo turno das eleições para a prefeitura de Cuiabá, com os candidatos Abílio Jr e Emanuel Pinheiro, o candidato Abílio Jr., em DUAS OCASIÕES de entrevistas, desrespeitou e caluniou os Jornalistas que tentavam entrevistá-lo.

Na primeira ocasião, na em Live do site Gazeta Digital, do Grupo Gazeta, o candidato, ao ser perguntado pelo jornalista Khayo Ribeiro sobre o discurso anti-corrupção e a contradição de ter ao seu lado condenados e acusados por corrupção, como Roberto França e o Governador Mauro, este sem qualquer trava ou ponderação, atacou o jornalista dizendo que: “…se soubesse que estaria sendo entrevistado por alguém que apoia o outro lado, não teria vindo para a entrevista..”. Mesmo jovem, o jornalista demonstrou maturidade de jornalistas experientes e deixou a entrevista seguir, ao que foi novamente constrangido pelo candidato que pedia para ele não votar no seu adversário, pois este seria cúmplice se o fizesse.

Na segunda ocasião, na data de ontem, ao chegar atrasado para o debate na Fecomércio MT, este foi questionado pelo Jornalista Pablo Rodrigo do jornal Gazeta Digital, sobre os apoiadores para o segundo turno do referido candidato. Irritado com a contradição apontada de forma inteligente pelo Jornalista, pois quem prega exaustivamente combate a corrupção se aliar a um condenado pela justiça federal a prisão por corrupção, e a outro que responde a vários processos também por improbidade, não seria o mais coerente da parte do candidato. Neste momento, “sacou” de seu celular e começou a fazer uma “live” na tentativa de IMTIMIDAR o jornalista e constrangê-lo diante do seu secto de seguidores de rede social. Tentou ainda “ensinar” o jornalista a fazer perguntas, dizendo a ele o que deveria perguntar (sic), como se fosse obrigação do jornalismo perguntar somente aquilo que agrada ao entrevistado, ledo engano!. Não parou por aí, alegou SEM PROVAS, o que configura crime de DIFAMAÇÃO, que o Grupo Gazeta haveria se “vendido” para o grupo do outro candidato.

Ainda teve tempo de agredir a moral de outro jornalista, Sr Max Aguiar, e o veículo de comunicação para o qual trabalha (site olhar direto), quando este questionou sobre seus gastos de campanha, já que contratara marqueteiro renomado e, que cobra caro, para o segundo turno. De forma destemperada e sem qualquer controle emocional, respondeu que não seria o site que trabalha o jornalista que estaria pagando, insinuando que o mesmo era “vendido”. Depois das confusões partiu para o debate enquanto a imprensa trabalhava na cobertura.

As centrais sindicais e Sindicatos de Trabalhadores Públicos e Privados REPUDIAM as falas grosseiras, anti-democráticas, difamatórias e criminosas do candidato Abilio Jr, conhecido por seu temperamento instável e imaturo emocionalmente.

Respeitar o jornalismo e o jornalista, é dever de todos e, sobretudo, de quem se arvora a ser candidato. Pois só existe democracia onde há imprensa livre para perguntar e questionar o assunto que for. Cercear perguntas da imprensa é querer domesticá-la e assim, perder-se completamente o pilar que a sustenta, que é a imparcialidade.

Repudiamos ainda o ataque rasteiro ao Grupo Gazeta de Comunicação, que tanto faz pelo jornalismo investigativo de Mato Grosso, bem como o ataque ao site “Olhar Direto”, conhecido pelo seu jornalismo sério, imparcial e antenado com os fatos mais importantes para a sociedade.

Prestamos pela presente NOTA, toda nossa SOLIDARIEDADE E APOIO aos jornalistas covardemente atacados e, nos pomos a disposição com nossos Advogados e estrutura sindical, caso entendam por bem interpelar judicialmente o candidato para que prove o que alegou sobre os jornalistas, vez que isso pode manchar a imagem de jornalistas sério como os que fizeram as entrevistas.

O Jornalista é um trabalhador como qualquer outro, embora com um papel relevante e fundamental para toda sociedade. Não se pode adotar a prática do ídolo do candidato, o mandatário do palácio do planalto, que agride verbalmente jornalistas quando confrontado com perguntas indigestas, mas de interesse público.

O bom jornalismo é pilar da democracia. O jornalista é o mesmo trabalhador que, como todos, vêm sendo massacrados em seus direitos mais básicos, de modo que, permitir o assédio moral de autoridades públicas como os casos em questão, nos obriga enquanto entidades de classe, de grau superior e de base, a nos insurgir e REPUDIAR, para que novos eventos como esses não se repitam.

Cuiabá, 25 de novembro de 2020

 

Entidades que assinam a presente nota:

1-Central dos Sindicatos Brasileiros Seccional MT/CSBMT

2-Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil/CTB

3-Central única dos Trabalhadores/CUT

4-Força Sindical/FS

5-Nova Central Sindical/NSC

6-Federação dos Servidores do Estado de MT/FESSPMT

7-Sindicato dos Profissionais da Área Meio do Poder Executivo/SINPAIGMT

8-Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cuiabá/SISPUNC

9-Sindicato dos Agentes de Regulação e Fiscalização de Cuiabá/SINDARF

10-Sindicato dos Auditores Fiscais e Inspetores de Tributos de Cuiabá/SINAFIT

11-Sindicato dos Trabalhadores de Combate as Endemias de MT/SINTRACEMT

12-Executiva Regional do Centro Oeste da Federação Nacional dos Farmacêuticos/FENAFAR

13-Sindicato dos Papiloscopistas e Técnicos em Necrópsia de Mato Grosso/SINPP

14-Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Minérios e Derivados de Petróleo do Estado de MT/SINTRADEPEMT

15- Sindicato dos Trabalhadores do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso/SINTTCONTAS

16- Sindicato dos Servidores de Nova Ubiratã/SINSEP

17- Sindicato dos Servidores da Saúde de MT/SISMAMT

18-Sindicato dos Servidores Municipais de Araputanga/SISMARA

19-Sindicato dos Servidores Municipais de Alta Floresta/SINPUMAF

20-Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias extrativas de Minério MT

21-Associação dos Gestores Governamentais do estado de MT

22-Associação dos Servidores da Agência Reguladora de MT/ASSAGER

23- Sindicato Regional dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias da Região Leste de Mato Grosso – SINDACSE-MT

24-Sindicato dos Trabalhadores em Rádio e TV de MT/SINTERTMT

25- Sindicato dos Trab. Nas Ind. do Vestuário e Textil no Estado de MT. STIVET/MT

26-Sindicato dos Servidores do Desenvolvimento Econômico e Social/SINDESMT

27- Federação dos Trabalhadores nas Indústrias MT/FETIEMT

28-Sindicato dos Servidores Municipais de Tangará da Serra/SSERP

29- Sindicato dos trabalhadores nas indústrias de material plástico e reciclagem de Mato Grosso/STIPLAST

30-Associação dos Auditores do Estado de Mato Grosso/ASSAE

 

 

 

Continue lendo

Política MT

Abílio voltar a falar sobre o “caso paletó” e conclama eleitores para reta final da campanha

Publicado

Abilio e o vice Felipe Wellaton, que subiram o tom contra Emanuel Pinheiro na TV [Foto Assessoria]

Candidato do Podemos a prefeito de Cuiabá, Abílio Júnior, e o seu vice, vereador Felipe Wellaton (Cidadania), vieram com um discurso duro contra o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), candidato à reeleição, no horário eleitoral desta quarta-feira (25). Abílio e Wellaton argumentam que venceram a primeira batalha, e que agora precisam do apoio para vencer a guerra contra a corrupção.

“Estamos lutando para tirar o paletó há três anos”, diz Wellaton. “Nós já batemos uma parte da meta, você já tirou onze paus mandados. Agora falta o chefe do bando, que já virou réu na Justiça Eleitoral”, completa Wellaton.

“Neste domingo, o juiz é você, e vamos tirar o paletó de lá”, conclama o candidato Abílio Júnior. “Vamos mandar embora o governo vergonha nacional”, completa o candidato a vice-prefeito no vídeo exibido no horário eleitoral.

O programa eleitoral de Abílio Júnior mostrou imagens da delação do ex-governador Silval Barbosa, e do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), recebendo maços de dinheiro das mãos do ex-chefe de gabinete de Silval, Sílvio Corrêa. O trecho usado faz parte de reportagem do Jornal Nacional divulgada quando ocorreu o escândalo de propina a deputados de Mato Grosso.

Mostrou também trechos de depoimentos de Sílvio Corrêa na Câmara de Cuiabá, quando interrogado por Abílio e pelo o vereador Marcelo Bussiki (DEM), sobre o caso, afirmando que era propina o valor entregue ao prefeito cuiabano.

 

 

 

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana