conecte-se conosco


Política Nacional

CCJ do Senado aprova texto-base da reforma da Previdência

Publicado

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, na tarde de hoje (4,) o texto-base da reforma da Previdência. O relatório do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) teve 18 votos a favor e sete contra. Ainda serão votadas as emendas destacadas, que são sugestões de retirada de trechos do texto.

Depois de receber quase 500 emendas, sugestões de alterações ao texto, Jereissati fez novas supressões e ajustes de redação na proposta já votada pelos deputados. Nenhuma delas implicará a volta do texto para análise dos deputados.

Além de excluir da proposta de emenda à Constituição (PEC) o critério previsto em lei para recebimento do benefício de prestação continuada (BPC), renda per capita de um quarto do salário mínimo, e de retirar do texto a elevação dos pontos (soma de idade mínima e tempo de contribuição) necessários em regra de transição para aposentadoria de profissionais hoje expostos a condições insalubres, Tasso retirou da proposta a parte que trata da pensão por morte. Dessa maneira, em tais casos, continuam valendo as regras atuais, pelas quais nenhum benefício será inferior a um salário mínimo.

Leia Também:  Responsável por controle da migração pede cautela na isenção de vistos em razão do terrorismo

Os senadores continuam discutindo as emendas. Em seguida, será votada a admissibilidade do anexo do relatório, que sugere a apresentação de uma proposta de emenda à Constituição (PEC) paralela à reforma da Previdência. Essa PEC paralela incluirá a previsão de participação de estados e municípios na reforma da Previdência, dentre outras alterações.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Política
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política Nacional

Eduardo Bolsonaro publica vídeo alfinetando deputados do PSL

Publicado

source
Eduardo Bolsonaro e Joice Hasselmann arrow-options
Reprodução/Twitter/JoiceHasselmann

Eduardo Bolsonaro e Joice Hasselmann voltam a trocar farpas nas redes sociais. Veja a discussão

Eduardo Bolsonaro utilizou sua conta no Twitter para alfinetar deputados e senadores do PSL que usaram o nome de seu pai para atrair votos durante a campanha política de 2018. Entre os candidatos que aparecem no vídeo, destaque para Major Olímpio (PSL-SP), Luciano Bivar (PSL-PE), Alexandre Frota (PSDB-SP), Joice Hasselmann (PSL-SP) e Dayane Pimentel (PSL-BA).

LEIA MAIS: Gilmar Mendes suspende lei municipal que barrava ensino de gênero

“A sua luta é a minha luta. Pelo fim da corrupção!” diz Alexandre Frota , fazendo referência ao atual presidente. “No dia 7 de outubro, peço com muita humildade, professora Dayane Pimentel, 1717, que tem como referencial político Jair Messias Bolsonaro ”, diz a deputada baiana.

Bivar, presidente do PSL, também aparece ao lado de Flávio e Eduardo, ressaltando a importância do voto em Bolsonaro.

Leia Também:  Responsável por controle da migração pede cautela na isenção de vistos em razão do terrorismo

O vídeo de Eduardo Bolsonaro chamou a atenção de Joice Hasselmann. A deputada – que durante sua campanha, disse que “enfrentaria essa cambada” ao lado de Jair Bolsonaro – respondeu ao tweet do filho, dizendo que trabalhou incessantemente pela mudança do Brasil. “Obrigada por reconhecer, enfim”, ironiza. “Valeu, menino”.

LEIA MAIS: Governadores do Nordeste publicam carta de repúdio a Bolsonaro

Eduardo, então, retweetou Joice Hasselmann com o meme “Galvão, sentiu!”, e postou a hashtag #DeixeDeSeguirAPepa – que esteve nos trending topics da rede social durante a manhã deste sábado.

Fonte: IG Política
Continue lendo

Política Nacional

PSL quer “salvar o país” dos filhos de Bolsonaro; Eduardo pode ser suspenso

Publicado

source

Segundo informações divulgadas na coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo , neste sábado (19), deputados ligados ao presidente do PSL, Luciano Bivar, apresentação pedido para que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) seja suspenso e levado ao comitê de ética da agremiação. A requisição será levada ao partido no domingo (20).

Leia também: Eduardo Bolsonaro publica vídeo alfinetando deputados do PSL

Eduardo Bolsonaro arrow-options
Roberto Casimiro/Fotoarena/Agência O Globo

Requisição de deputados do PSL pedem que Eduardo Bolsonaro seja suspenso e levado ao comitê de ética do partido

À colunista, o deputado federal Junior Bozzella (PSL-SP) afirmou que a direção executiva do PSL irá acatar a sugestão. “Nós agora temos uma missão: salvar o Brasil dos filhos do presidente. Eles vão afundar o governo do pai deles e o país junto”, disse. 

O político também afirmou que  Eduardo Bolsonaro “passou de todos os limites” com a tentativa de derrubar Delegado Waldir, líder do partido na Câmara dos Deputados. Os ataques feitos pelo filho do presidente Jair Bolsonaro ao partido e seus dirigentes nas redes sociais também não foram vistos com bons olhos pelos membros. 

Leia Também:  “Bolsonaro acaba revelando o que foi o meu governo”, diz Temer em entrevista

Leia também: Antes “irmãos”, Eduardo Bolsonaro e Joice trocam farpas nas redes sociais

“O país está parado há três semanas por causa dos problemas que eles criam. Eduardo quer ser tudo. E não consegue ser nada. É quase embaixador, quase líder, está dando palpite na liderança do partido enquanto o assessor dele está com problema de rachadinhas de salários de funcionários”, afirma Bozzella. 

Fonte: IG Política
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana