conecte-se conosco


Internacional

Casos de covid-19 nos EUA atingem maior número em seis meses

Publicado


Os Estados Unidos atingiram o número mais alto de novos casos de covid-19 em seis meses ao passar de 100 mil infecções relatadas na quarta-feira, de acordo com uma contagem da Reuters, enquanto a variante Delta se alastra por áreas onde as pessoas não foram vacinadas.

O país relata 94.819 casos na média de sete dias, um aumento de cinco vezes em menos de um mês. A média de 7 dias fornece o quadro mais preciso do quão rápido os casos estão aumentando, já que alguns estados só relatam infecções uma vez por semana ou só nos dias úteis.

Sete estados com as taxas de vacinação contra covid-19 mais baixas — Flórida, Texas, Missouri, Arkansas, Louisiana, Alabama e Mississippi — responderam por cerca de metade dos casos novos e hospitalizações do país na última semana, disse o coordenador da Casa Branca contra a covid-19, Jeff Zients.

Nas próximas semanas, os casos podem chegar a 200 mil por dia devido à variante Delta altamente contagiosa, disse Anthony Fauci, principal especialista em doenças infecciosas dos EUA.

“Se aparecer outra [variante] que tenha uma capacidade igualmente alta de se transmitir, mas que também seja muito mais grave, realmente podemos estar encrencados”, disse Fauci em entrevista. “As pessoas que não estão sendo vacinadas pensam equivocadamente que só se trata delas. Mas não se trata. Trata-se de todos os outros, também.”

Para combater a disparada causada pela Delta, os EUA planejam dar vacinas de reforço contra a covid-19 aos norte-americanos com sistemas imunológicos comprometidos, disse Fauci.

Ao fazê-lo, os EUA se somam a Alemanha e França, desconsiderando um apelo da Organização Mundial da Saúde (OMS) para não administrem vacinas de reforço até que mais pessoas de todo o mundo sejam vacinadas.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Internacional

Prefeito de Joanesburgo morre em acidente de carro um mês após ser eleito

Publicado


source
Jolidee Matongo, prefeito de Joanesburgo, morto em acidente de carro
Reprodução

Jolidee Matongo, prefeito de Joanesburgo, morto em acidente de carro

O prefeito de Joanesburgo, Jolidee Matongo, morreu no sábado (18), vítima de um acidente de carro. Matongo, de 46 anos, havia sido eleito há apenas um mês.

Ele retornava de uma campanha de registro de eleitores no bairro de Soweto quando ocorreu o acidente.

“É difícil de entender esta tragédia, dada a vitalidade e a paixão com que o prefeito Matongo interagia comigo e com os moradores de Soweto tão pouco tempo antes de sua morte”, disse o presidente Cyril Ramaphosa no Twitter.

Em julho deste ano, o prefeito anterior da maior cidade da África do Sul morreu por complicações da Covid-19. Matongo, então, foi eleito em 10 de agosto.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Menina de 2 anos e bebê de 3 meses são abandonados entre o México e os EUA

Publicado


source
Crianças foram deixadas na fronteira entre o México e os EUA
Reprodução/CBP/Fox News

Crianças foram deixadas na fronteira entre o México e os EUA



Uma menina de dois anos e um bebê de três meses foram abandonados na fronteira entre o México e os EUA, na região do Rio Grande, nas proximidades da cidade norte-americana de Eagle Pass, no Texas, segundo informações da Fox News. Agentes da Patrulha de Fronteira dos Estados Unidos fizeram o resgaste das crianças na última terça-feira (14)

O Customs and Border Protection (CBP) – Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA – informou, em nota, que as duas crianças são irmãos hondurenhos. Ambos foram encontrados em boas condições de saúde e não precisaram de atendimento médico, de acordo com o órgão.

Leia Também

Brasileira é encontrada morta perto da fronteira do México com os EUA

A brasileira Lenilda dos Santos, de 49 anos, foi encontrada morta nesta quinta-feira (16) uma área desértica no Novo México , nos Estados Unidos, próximo à fronteira com o México. Segundo sua família, a técnica de enfermagem tentava entrar nos EUA com um grupo de amigos de infância, quando foi abandonada por eles sem água e comida.


Ainda segundo família de Lenilda, ela teria compartilhado sua localização com os familiares, que demoraram três dias para entrar em contato com a polícia, que iniciou as buscas, mas afirmou que, por se tratar de uma área desértica, a área pesquisada era muito extensa.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana