conecte-se conosco


Nacional

Caso Flordelis: polícia não recebeu laudo da arma achada no quarto de Flávio

Publicado

Arma Flávio dos Santos
Gilvan de Souza / Agência O Dia

Além do laudo da arma, policiais também não receberam resultado do exame toxicológico feito nos cães da família

Quase quinze dias após a morte do pastor Anderson do Carmo de Souza, a Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) ainda não recebeu o laudo do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) que confirmará se a pistola 9mm apreendida no quarto de Flávio dos Santos, filho da deputada Flordelis (PSD-RJ) apontado como principal suspeito, foi usada no crime, conforme adiantado pela DHNSGI após perícia preliminar.

Leia também: Flordelis recebeu profecia da morte de pastor, mas desdenhou: “Profetiza do cão”

Também não foi entregue o exame feito para saber se os cachorros da casa dele e de  Flordelis   foram ou não dopados antes do crime. A especializada pediu prioridade nos dois procedimentos, mas eles não foram entregues ainda para auxiliar a investigação.

Além de Flávio , também está preso na carceragem da DHNSGI Lucas dos Santos, outro filho do casal que teria participado do crime . Ambos confessaram participação no assassinato, diz a polícia. Nos últimos dias, a delegada Bárbara Lomba determinou que a investigação fosse colocada em sigilo.

A defesa dos presos reclama que ainda não tiveram acesso à investigação. Desde a última segunda-feira, os defensores têm vindo diariamente à especializada para conseguir analisar o inquérito , mas não são autorizados por Lomba.

Na tarde desta quinta-feira (27), a defesa de Flavio, filho biológico de Flordelis, voltou a atacar a Polícia Civil . Segundo Anderson Rollemberg, após a confissão de Flavio houve uma “antipatia dos investigadores” com a defesa. Ainda de acordo com advogado, a delegada estaria impedindo que os advogados pudessem ter acesso ao andamento da investigação.

“(A tentativa do) acesso ao inquérito está sendo de forma contumaz. Estamos precisando pegá-lo de forma rápida e não pode ter mais delongas. As informações estão vazando a imprensa e temos o direito as informações do inquérito em relação ao Flavio”, salientou.

“Não tenho dúvida que, em função de uma confissão dita pela autoridade policial, quando a defesa assume, surge uma antipatia para com os advogados. Estamos tentando uma harmonia” afirmou Rollemberg.

O Dia tentou contato com a delegada Bárbara Lomba para que ela comentasse as declarações dos advogados de defesa de Flavio e Lucas, mas ela não tem respondido nos últimos dias os questionamentos da imprensa.

Leia também: Onze filhos de Flordelis prestam depoimento hoje sobre morte do pastor Anderson

A reportagem também tentou obter respostas através da assessoria de imprensa da Polícia Civil para que a instituição explicasse o motivo da delegada não dar acesso a defesa ao inquérito, o que é inconstitucional, defendem os advogados. A comunicação do órgão limitou-se a dizer que “o caso está sob sigilo”.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Domingo será frio e chuvoso em São Paulo

Publicado


source
Chuva em São Paulo
Reprodução: Agência Brasil

Chuva em São Paulo

O domingo (17) será chuvoso e com sensação de frio na capital. O Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) divulgou que a mínima será de 15ºC e a máxima de 19ºC.

Com as temperaturas mais baixas, a previsão é de fortes pancadas de chuva durante a tarde e a noite neste domingo. A umidade do ar em São Paulo oscila entre 70% e 95%.

Continue lendo

Nacional

Aras nega vaga ao STF e diz que cargo de PGR é “conflituoso”

Publicado


source
André Mendonça e Augusto Aras
Montagem iG / Isac Nóbrega/PR / Jefferson Rudy/Agência Senado

André Mendonça e Augusto Aras

O Procurador-Geral da República (PGR), Augusto Aras, afirmou em entrevista durante o Canal Livre que o presidente Jair Bolsonaro não o convidou para ser ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), na vaga de André Mendonça, ex-AGU (Advogado-Geral da União). Segundo Aras, ele “não se candidatou à vaga no STF”, mas ressaltou: “até o momento”. 

“Quem quer ser ministro do Supremo não pode ser PGR e vice-versa. O cargo de procurador-geral da República é extremamente conflituoso”, afirmou Aras no trecho antecipado pelo Canal Livre.

Aras é o convidado do programa que será exibido neste domingo (17) às 20h no BandNews TV e às 23h30 na Band.

Aras foi ventilado ao cargo após a indicação de André Mendonça empacar na CCJ do Senado nas mãos de Davi Alcolumbre. O nome de Aras é bem visto por políticos do Centrão. 

Leia Também

Sobre as denúncias a serem apresentadas pela CPI da Covid, aras disse que  “serão tomadas todas as providências”.  

“A retórica política cabe aos órgãos éticos disciplinares dos poderes. Do ponto de vista da presidência da República, se houvesse algum tipo de violação, caberia ao Congresso Nacional apreciar o eventual crime de responsabilidade”, afirmou o PGR.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana