conecte-se conosco


Internacional

Caso Breonna Taylor: decisão da Justiça gera protestos nos EUA

Publicado


source
A enfermeira Breonna Taylor, de 26 anos, foi morta durante abordagem policial.
Reprodução/Facebook

A enfermeira Breonna Taylor, de 26 anos, foi morta durante abordagem policial.

Na noite da última quarta-feira (23), ruas de diferentes estados americanos foram ocupadas por manifestantes que protestavam contra a decisão da Justiça sobre o caso da afro-americana Breonna Taylor .

A enfermeira Breonna Taylor, de 26 anos, foi morta em uma abordagem policial no dia 13 de março. Os agentes foram até a casa dela em um mandado de busca e apreensão de drogas, que era destinado ao ex-namorado da mulher. Nenhum entorpecente foi encontrado.

Taylor e o namorado, Kenneth Walker, estavam dormindo quando ouviram um barulho na porta. Walker reagiu com um disparo e os policiais invadiram a residência atirando cerca de 16 vezes. Durante o tiroteio , Breonna foi atingida e morreu .

Nenhum dos três policiais envolvidos foi acusado diretamente pela morte da enfermeira.

O júri de Kentucky concluiu que os policiais agiram em legítima defesa. Apenas um deles foi indiciado por ação temerária, pois teria colocado a vizinhança de Breonna Taylor em perigo.

Em Louisville , no estado de Kentucky, dois policiais foram baleados e ficaram feridos durante as manifestações. Também foram presas 127 pessoas.

O presidente Donald Trump declarou que está rezando pelos dois agentes atingidos e ofereceu ajuda do governo federal ao estado. 

Os protestos se estenderam a outras cidades, como Washington, Nova York, Atlanta, Portland e Seattle. Os manifestantes pedem justiça por Breonna Taylor e que os policiais sejam presos.

Fonte: IG Mundo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Internacional

“Muçulmanos têm o direito de matar milhões de franceses”, afirma ex-ministro

Publicado


source
.
Reprodução

Ex-primeiro-ministro da Malásia, Mahathir Mohamad


O ex-primeiro-ministro da Malásia, Mahathir Mohamad, escreveu um tweet nesta quinta-feira (29), declarando que “os muçulmanos têm o direito de ficar com raiva e de matar milhões de  franceses pelos massacres do passado”.


Mohamad afirma que os franceses, ao longo de sua história, mataram milhões de pessoas, muitas das quais eram muçulmanas. Os comentários foram feitos no contexto da decapitação do professor de história francês Samuel Paty pelas mãos de um islâmico radical.

Em um tópico do Twitter postado logo após a notícia do ataque terrorista em Nice, França, Mohamad também disse: “Já que você culpou todos os muçulmanos e a religião muçulmana pelo que foi feito por uma pessoa irada, os muçulmanos têm o direito de punir os franceses . O boicote não pode compensar as injustiças cometidas pelos franceses em todos esses anos.”

Mohamad também enfrentou o presidente francês Emmanuel Macron , ao chamá-lo de “muito primitivo”. “Macron não está mostrando que é civilizado. Ele é muito primitivo ao culpar a religião do Islã e dos muçulmanos pela morte do insultante professor. Não é de acordo com os ensinamentos do Islã.”

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Às vésperas das eleições, Trump e Biden visitam o estado decisivo da Flórida

Publicado


source
Donald Trump e Joe Biden.
Reprodução

Donald Trump e Joe Biden.

Nesta quinta-feira (29), Donald Trump e Joe Biden realizam comícios na Flórida , nos Estados Unidos. A cinco dias das eleições americanas, os candidatos visitam um “Estado-pêndulo” considerado crucial para disputa. As informações foram dadas pela Reuters .

A Flórida tem direito a 29 votos eleitorais e é considerada um “Estado-pêndulo” , região onde não há clara preferência por candidatos democratas ou republicanos.

Com algumas horas de diferença, Trump e Biden visitam hoje a cidade de Tampa .

O republicano Donald Trump faz um comício ao ar livre. Depois, o democrata Joe Biden realiza um comício no estilo drive-in, no qual os participantes ficarão dentro de seus carros.

Pesquisas de opinião revelam que Biden está à frente no cenário nacional, mas a vantagem é menor nos Estados cruciais.

Na Flórida, uma sondagem Reuters/Ipsos mostra que há um empate virtual entre os dois candidatos: Biden está com 49% das intenções de voto, enquanto Trump aparece com 47%.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana