conecte-se conosco


Policial

Casal suspeito de integrar organização criminosa é preso durante investigação de furto de caixa eletrônico em VG

Publicado

Com os suspeitos, foi apreendidos dois veículos que teriam sido adquiridos com dinheiro de golpes [Foto – PJC]

Durante investigações do furto a um caixa eletrônico,  ocorrido na madrugada desta sexta-feira (24), em um supermercado em Várzea Grande, a Polícia Civil, através da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), prendeu um casal suspeito de integrar uma organização criminosa envolvida em diversos crimes como tráfico de drogas, furtos e estelionato.

Além da prisão da mulher de 24 anos e do homem de 28, a ação resultou na apreensão de drogas, caderno de anotações para o tráfico, uma arma de fogo, munições e material utilizado para a prática de estelionato.

Os policiais da GCCO investigavam o furto ao caixa eletrônico no supermercado, no bairro Hélio Ponce, quando receberam informações sobre uma residência no bairro Parque do Lago, em que estaria um dos envolvidos no crime. O local já era monitorado pela equipe da GCCO por ser usado como ponto de disciplina por uma organização criminosa.

Os policiais diligenciaram até o endereço, onde encontram o suspeito, que ao perceber a presença da equipe tentou empreender fuga pelos fundos da casa. Antes da entrada dos investigadores, a suspeita jogou algo pela janela na tentativa de ocultar o produto de crime.

O material foi apreendido sendo constatado se tratar de um revólver calibre 38 com seis munições intactas. Durante buscas na casa, também foram apreendidas uma porção de maconha, dinheiro trocado característico da atividade de tráfico e um veículo Hyundai HB-20 e uma motocicleta, que teriam sido adquiridos com dinheiro proveniente de golpes.

Diante das evidências, os suspeitos foram conduzidos à GCCO onde foram interrogados, e confessaram que vivem da prática de golpes, sendo autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e munições, organização criminosa.

Segundo o delegado titular da GCCO, as investigações seguem em andamento para apurar os crimes de estelionatos e autoria de furto qualificado do caixa eletrônico.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Motorista é preso com carga de pasta base de cocaína avaliada em R$ 2,8 milhões

Publicado

A ação ocorreu em um trecho da BR-174, no município de Vila Bela da Santíssima Trindade [Foto – Gefron]

Um motorista foi preso na noite desta segunda-feira (6) com 152 peças de pasta base de cocaína, pesando aproximadamente 157 quilos. A ação ocorreu em um trecho da BR-174, no município de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km de Cuiabá), na região de fronteira com a Bolívia. O prejuízo ao crime é de mais de R$ 2,8 milhões.

Segundo informações do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), durante patrulhamento, os agentes flagraram uma caminhonete modelo Ford F-1000, de cor prata, sem placa traseira e com sinais de adulteração.

Os militares, então, identificaram que o motorista não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O condutor relatou que pegou a droga em uma região conhecida como Marphil, na Bolívia, que levaria até Pontes e Lacerda (443 km de Cuiabá) e que receberia R$ 10 mil pelo transporte do entorpecente.

O suspeito e o entorpecente apreendido foram encaminhados para Polícia Federal, em Cáceres, para registro do boletim de ocorrência.

Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre 8 mandados contra quadrilha especializada em roubos em MT

Publicado

Três homens e duas mulheres tiveram o envolvimento identificado em um roubo ocorrido no mês de agosto em que as vítimas foram violentamente agredidas

Oito ordens judiciais, sendo cinco mandados de prisão preventiva e três de busca e apreensão, foram cumpridos na Operação Debitum deflagrada pela Polícia Civil, na segunda-feira (6), para desarticular uma organização criminosa envolvida em roubos em Juína (735 km a noroeste de Cuiabá).

Os alvos, sendo três homens, duas mulheres e um adolescente, tiveram o envolvimento identificado em um roubo ocorrido no dia 31 de agosto, na zona rural do município em que os suspeitos invadiram uma propriedade e agiram com extrema violência contra as vítimas. Os assaltantes em posse de armas de fogo renderam o casal de proprietários, que teve a liberdade restringida, além de serem agredidos fisicamente e ameaçados de morte durante toda a execução do roubo.

Logo que a Polícia Civil foi acionada dos fatos, a equipe da Delegacia de Juína iniciou as diligências para colher elementos que levassem a identificação dos autores do crime. Em uma semana de investigação os envolvidos no roubo foram identificados, tendo cada um deles uma conduta específica na consumação do crime.

Uma das mulheres envolvidas no crime foi identificada como líder de uma facção criminosa atuante nas regiões de Alta Floresta e Juína e seria a responsável por fornecer as armas de fogo utilizadas no roubo. Segundo as investigações, o crime foi planejado com o objetivo de “quitar” uma dívida de drogas que um dos assaltantes tinha com a líder da facção.

Outros envolvidos também tiveram funções específicas como conseguir informações sobre a propriedade em que o roubo seria executado, com o objetivo de conduzir os assaltantes até o local e indicar o melhor momento para entrada na residência.

A outra mulher ficou responsável por buscar as armas e reunir o grupo antes da empreitada criminosa e o seu convivente foi um dos executores do roubo.

Diante dos elementos apurados durante as investigações, o delegado regional Marco Bortolotto Remuzzi representou pelas ordens judiciais de prisão e busca e apreensão que por se tratar de crime organizado, foram decretadas pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá e cumpridas na segunda-feira (06) com a deflagração da operação.

Dois dos suspeitos envolvidos na estavam presos por envolvimento em outros crimes e tiveram o mandado de prisão cumprido dentro da unidade prisional. “Foi um crime de grande repercussão na cidade por ter sido empregado grande violência contra as vítimas e que foi esclarecido pela Polícia Civil graças ao empenho dos investigadores e escrivães desta unidade, que não mediram esforços para identificar a autoria dos envolvidos”, disse o delegado.

 

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana