conecte-se conosco


Política MT

Carlos Fávaro é multado em R$ 50 mil por descumprir decisão judicial

Publicado

Em sua propaganda eleitoral, Fávaro mostrou a imagem do governador além do tempo permitido pela legislação

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) publicou, na última terça-feira (20), decisão que penaliza o candidato ao Senado, Carlos Fávaro (PSD), por descumprimento da exibição de propaganda eleitoral irregular. Fávaro, assim, terá que pagar R$ 50 mil por ter infringido a ordem do juiz Ciro José de Andrade de Arapiraca, na qual o senador-interino não poderia mais veicular a propaganda na qual Mauro Mendes (DEM) faz fala de apoio maior do que o tempo permitido. A representação foi feita pela chapa “Mato Grosso Por Inteiro”, de Nilson Leitão (PDSB).

De acordo com a decisão, Carlos Fávaro desobedeceu liminar concedida no começo deste mês, que constatava o tempo de fala do atual governador em 50%, superior aos 25% estabelecido em lei. O candidato, assim, estava proibido de continuar a divulgá-la na televisão e na rádio. O juiz relembra que o representado, Fávaro, sequer contestou a sua decisão, o que significava que ele estava ciente da mesma.

Além da multa de R$ 50 mil, Carlos Fávaro não poderá continuar a exibir propagandas eleitorais que desrespeitem o tempo limite de fala de apoio.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

TCE manda VG atualizar valor dos imóveis e IPTU poderá ter aumento; R$ 28 milhões não foram inscritos na dívida ativa

Publicado

A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos

O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) determinou à Prefeitura de Várzea Grande que faça a atualização periódica da Planta Genérica de Valores do município. Foi concedido prazo de 30 dias para que sejam emitidas novas guias de arrecadação aos contribuintes em débito com o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Estas e outras determinações foram feitas pelo Tribunal Pleno no julgamento de auditoria de conformidade realizado na sessão ordinária remota desta terça-feira (24) sobre a gestão da receita tributária municipal de Várzea Grande, em relação ao período de 2016 e 2017.

A Auditoria de conformidade abordou a estrutura da Administração Tributária, a constituição do crédito, arrecadação, o grau de confiabilidade dos cadastros municipais, o planejamento das fiscalizações e os instrumentos de cobrança dos créditos tributários.

O relator da auditoria, conselheiro interino Luiz Carlos Pereira, confirmou 13 irregularidades, entre elas a desatualização dos valores venais dos terrenos e edificações contidos na Planta Genérica causando grave impacto na arrecadação de IPTU e em descumprimento à Resolução Normativa do TCE-MT e à Lei Complementar nº 101/2000.

Ainda foi apontado que a Gestão diligenciou no sentido de suprir a omissão em relação ao exercício de 2017, deixando de enviar a Planta Genérica de Valores ao Serviço Notarial. Foi verificado também que o valor venal do imóvel utilizado como base de cálculo de IPTU/2017 não era compatível com o valor de mercado.

Outra falha encontrada foi que o valor venal aplicado como base de cálculo do imposto sobre transmissão de bens imóveis (ITBI) é significativamente mais elevado que o aplicado para fins de cobrança de IPTU. Por fim, o relator apontou que ocorreram falhas no recolhimento do IPTU, já que o município concedeu descontos superiores a 20%, chegando, inclusive, a 80% em relação a determinados imóveis sem amparo legal.

Luiz Carlos Pereira ressaltou ainda a ausência de registro contábil da atualização monetária do crédito tributário do IPTU no exercício de 2016 e da inscrição em dívida ativa de crédito tributário referente ao IPTU lançado no exercício e não recebido até o final do exercício.

“Verifico que, em relação ao IPTU do exercício de 2016, apenas 8,53% do que foi lançado contabilmente com dívida ativa foi efetivamente inscrito. Enquanto o registro contábil indicava o montante de R$ 30,7 milhões, apenas o correspondente a R$ 2,6 milhões foi objeto de inscrição em dívida ativa”, concluiu.

Por unanimidade, o Pleno julgou parcialmente procedente a auditoria de conformidade, com determinações, recomendações e multas. Foi determinada a correção da defasagem entre os valores estabelecidos na Planta Genérica e aqueles praticados pelo mercado imobiliário local, em observância a Resolução Normativa n.º 31/2012 do TCE-MT e a Lei Complementar n.º 101/2000.

No prazo de 60 dias, o município deve dar prosseguimento ao Processo Administrativo n.º 471327/2017, a fim de identificar a concessão de benefícios fiscais em desconformidade com a lei, devendo encaminhar ao Tribunal de Contas a conclusão das apurações, com as providências adotadas para solucionar as irregularidades constatadas.

 

Continue lendo

Política MT

Deputado Thiago Silva cobra construção de nova escola no Distrito de Boa Vista

Publicado


Deputado Thiago Silva visita o distrito de Boa Vista

Foto: HENRIQUE COSTA PIMENTA BRAGA

O deputado estadual Thiago Silva apresentou a Indicação nº 5210/2020, na Assembleia Legislativa, para que a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) possa priorizar a construção do novo prédio da Escola José Rodrigues dos Santos, no Distrito de Boa Vista, em Rondonópolis. A sede da escola foi condenada pela equipe técnica da Seduc, que esteve na unidade escolar e fez o levantamento da situação do prédio, detectando péssimas condições na estrutura.

O parlamentar esteve, na manhã de terça-feira (24), na unidade escolar no distrito, reunido com a diretoria para averiguar a situação do prédio e, durante a tarde, em reunião com o secretário estadual de Educação, Alan Porto, cobrando apoio da Seduc para agilizar o processo administrativo de construção de uma nova escola.

“Estamos cobrando da Seduc para que possa priorizar as obras na zona rural de Rondonópolis e recebemos essa demanda de uma nova construção, que vai garantir mais estrutura e qualidade no ensino para os alunos do campo”, disse Silva.

Thiago Silva presidiu a Comissão de Educação na ALMT e garantiu a reforma das escolas Emanuel Pinheiro e Marechal Dutra nesta gestão.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana