conecte-se conosco


Política MT

Candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro declara patrimônio de R$ 2,9 milhões; valor mais que dobrou em 4 anos

Publicado

Declaração de bens do prefeito foi registrada na Justiça Eleitoral

O prefeito de Cuiabá e candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB) declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ser dono de um patrimônio de R$ 2,974 milhões em bens. O valor é mais que o dobro em comparação ao que ele declarou em 2016 quando disputou e venceu a eleição para a prefeitura. Na época, ele tinha um patrimônio de R$ 1,3 milhão, um aumento de 119%.

Emanuel apresentou em sua lisa de bens um apartamento no bairro Duque de Caxias, avaliado em R$ 1,6 milhão, e a casa em que o prefeito mora, no bairro Jardim das Américas, avaliada em R$ 730 mil. Ambos os bairros são considerados bairros nobres da Capital. Também foram declarados duas salas comerciais no bairro Alvorada, avaliadas em R$ 207,3 mil e R$ 173,8 mil respectivamente. Ele também declarou R$ 98.000,00 em reversa monetária. Seu candidato a vice, o seu ex-secretário de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa (PV), declarou patrimônio avaliado em R$ 424,4 mil.

                                            Bens declarados por Emanuel junto ao TSE

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Toninho de Souza comprova regularidade e juíza eleitoral defere candidatura à reeleição em Cuiabá

Publicado

Vereador de Cuiabá, Toninho de Sousa (PSD): Candidatura oficialmente deferida pela Justiça Eleitoral

A candidatura à reeleição do vereador Toninho de Souza, foi oficialmente liberada pela justiça eleitoral, na noite desta quinta-feira (28). O registro foi deferido pela juíza Gabriela Albuquerque, ao acatar recurso interposto pela defesa do vereador.

No recurso Toninho de Souza,  comprovou por meio de documentos e certidões que  já estava quite com a justiça eleitoral após levar aos autos a certidão de quitação eleitoral, afastando o impedimento que restringia seu direito à participação no pleito.
A apresentação foi aceita aos tribunais e a juíza da 39ª Zona Eleitoral, GABRIELA CARINA KNAUL DE ALBUQUERQUE E SILVA, julgou procedente a candidatura do vereador por Cuiabá.
“Julgo procedente os embargos apresentados, aplicando-lhes efeito modificativo, e defiro o pedido de registro de candidatura de ANTONIO FERREIRA DE SOUZA, para concorrer ao cargo de Vereador, sob o número 45555, com a seguinte opção de nome: TONINHO DE SOUZA. Registre-se. Publique-se. Intime-se”, confirmou.
Toninho de Souza está concorrendo o seu 4º mandato na câmara municipal de Cuiabá. Na última eleição em 2016, ele foi o vereador mais votado no município, levando no total 5.620 votos.

Continue lendo

Política MT

“Emanuel não tem moral para bater em ninguém e vai pagar pelos erros no dia 15”, afirma presidente do DEM

Publicado

Fábio Garcia voltou a cobrar que atual prefeito explique sobre o episódio do paletó e atamento de secretários

O presidente do DEM de Mato Grosso, suplente de senador Fábio Garcia, em fala ao portal O Documento, durante o lançamento do programa Mais MT pelo governador Mauro Mendes (DEM), no Centro de Eventos do Pantanal, afirmou que o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), candidato à reeleição, “não tem moral para bater em ninguém, ele precisaria antes de bater em alguém, vir a público e explicar o dinheiro do paletó, explicar os quatro secretários afastados por corrupção”.

Conforme Fábio Garcia, o prefeito cuiabano “deveria explicar isso à sociedade, às pessoas, antes de ter moral para falar, para apontar o dedo para qualquer pessoa nessa campanha eleitoral”, destacou sobre as críticas de Pinheiro ao ex-prefeito Roberto França (Patriota), candidato a prefeito em dobradinha com o DEM.

“Se tem alguém aqui que afeta a moral da nossa cidade, não sou eu, não é o Roberto França, é ele. Se tem alguém aqui que tem que pagar por dano moral, por ter envergonhado a nossa cidade durante tanto tempo com essas cenas lastimáveis e os secretários afastados e presos por corrupção, é ele. Se ele não pagou até agora na justiça, eu tenho certeza que ele pagará no dia 15 de novembro na democracia, no voto”, afirmou, acrescentando que “a população cuiabana afastará esse prefeito corrupto da nossa cidade”.

Sobre as críticas de que França tem condenação por malversação do dinheiro público, Garcia disse que “França investiu mais do que poderia na construção da Casa de Alferes da Cultura Cuiabana, depois que o imóvel pegou fogo e precisava de uma ação emergencial para não cair”.

Segundo o presidente do DEM, “França fez diferente do Emanuel Pinheiro. O Emanuel Pinheiro roubou, as delações dizem, né, o Emanuel Pinheiro desviou dinheiro público, é réu por corrupção, e deixou a casa de Bem-Bem cair. O Roberto não. O problema de Roberto é que ele foi lá acudir uma casa para que a gente não perdesse mais um patrimônio”, explicou.

“A diferença entre os dois é muito clara. Um é réu por corrupção e deixou um patrimônio cultural como a casa de Bem-Bem cair, o outro sofre um processo porque ele foi lá e fez um investimento maior do que poderia fazer naquela casa, mais do que estava previsto no convênio inicialmente, mas sem desvio”.

 

 

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana