conecte-se conosco


Nacional

Candidata a vice na chapa de Sabará desiste de candidatura

Publicado


source
Filipe Sabará e Marina Helena
Reprodução/Facebook

Desistência foi anunciada no último sábado (24).

Candidata a vice-prefeita de São Paulo na chapa de Filipe Sabará , Marina Helena (Novo) desistiu de sua candidatura. O anúncio foi feito no último sábado (24) através de vídeo publicado no Instagram da então candidata.

No vídeo, Marina Helena diz ter se dedicado “de corpo e alma nos últimos oito meses”, mas que “os últimos acontecimentos” fizeram com que ela desistisse da candidatura.

Marina também faliu sobre os recentes atritos entre seu colega de chapa e o partido Novo. “Eu sei que nesses últimos tempos existem diferenças entre eles, mas sei que eles compartilham o mesmo propósito que me trouxe à política, que é transformar a vida das pessoas através de valores liberais e do combate à corrupção”, disse.

Confira o vídeo:

Filipe Sabará foi expulso do partido Novo na última quarta-feira (21). De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), ele ainda continua candidato à prefeitura. Ao G1, Sabará disse ser alvo de perseguição interna por membros do partido, incluindo João Amoedo, fundador da legenda.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Após alta dos casos de Covid-19, Paraná irá decretar toque de recolher no estado

Publicado


source
Paraná terá toque de recolher para conter alta de Covid-19
Reprodução: ACidade ON

Paraná terá toque de recolher para conter alta de Covid-19

O governo do Paraná anunciou que vai decretar um toque de recolher para a população para conter a nova alta de casos e mortes pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2).

 Os detalhes da medida devem der publicados ainda nesta quarta-feira (2), porém a tendência é que seja imposta uma restrição ao acesso a parques e praças de todo o estado, além da limitação da circulação entre as 23h e 5h.

Em novembro, o estado somou mais 56.156 casos e 628 mortes provocadas pelo coronavírus. Enquanto o número de mortes sofreu queda na comparação com outubro, o número de casos dobrou , segundo o boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Ao “G1”, o secretário de Saúde do estado do Paraná, Beto Preto , afirmou que as medidas de restrição de circulação serão feitas para evitar a propagação do vírus.

“É necessário que possamos interromper em alguns momentos a circulação de pessoas. Uma das hipóteses que está sendo colocada a partir de hoje ou amanhã é o toque de recolher. Há hipótese até de fechamento de praças, parques, diminuição de festejos de natal e ano novo por parte dos entes públicos”, afirmou Preto.

Segundo a última atualização do estado na segunda-feira (30), o Paraná tem 277.424 casos confirmados do novo coronavírus e 6.099 mortes no total. A situação da pandemia no estado é mais crítica em Curitiba e na região metropolitana da capital onde a taxa de ocupação dos leitos de UTI chegou a 93%.

A taxa de recuperação da doença no estado é de 72%, segundo o relatório da Sesa. Desde o início da pandemia, 199.434 pessoas se recuperaram da doença no Paraná.

Continue lendo

Nacional

Gestão Doria corta jantar de unidades do Bom Prato por “queda de demanda”

Publicado


source
Doria e Bruno Covas
Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Governo de SP interrompeu o oferecimento do jantar alegando queda na demanda. Apenas duas unidades seguem oferecendo a refeição noturna

Com exceção das unidades Campos Elíseos e São Bernardo, o Bom Prato deixou de oferecer jantar este mês. A decisão foi tomada pela Secretaria de Desenvolvimento Social do governo do estado de São Paulo , que alegou queda de demanda.

Atualmente, o estado possui 59 unidades do restaurante popular, 22 delas na capital. A unidade Paraisópolis, na capital paulista, está fechada desde o dia 22 de outubro para reformas. Além do jantar a R$ 1 cortado na maioria das unidades, o Bom Prato oferece almoço (R$ 1) e café da manhã (R$ 0,50).

“Desde o início da pandemia o governo do estado ampliou muito o número de refeições no programa Bom Prato. Nós ampliamos em 60% o número de refeições, aumentamos 1,2 milhão por mês e passamos a servir a 3,2 milhões de refeições por mês nos restaurantes Bom Prato, incluindo jantares e refeições aos finais de semana. E fomos monitorando isso ao longos dos meses, observando demanda e oferta e fazendo agora esse decréscimo em direção à redução de demanda que temos tido nos jantares”, afirmou a secretária Célia Parnes .

As refeições continuam sendo oferecidas de graça, medida implementada em maio para amenizar consequências da pandemia de Covid-19.

Em setembro, o governo de SP tentou suspender a gratuidade, mas uma decisão judicial obrigou que a medida fosse mantida até o encerramento do estado de calamidade pública no estado de São Paulo.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana