conecte-se conosco


Mato Grosso

Campanha Vem Ser Mais Solidário recebe doações da Gusman

Publicado


.

Empresas parceiras têm contribuído para o fortalecimento da campanha “Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus”. É o caso da Gusman, empresa que atua no segmento de materiais para construção, que doou parte dos alimentos recebidas com a campanha “Máscara do Bem” para a ação social liderada pela primeira-dama Virginia Mendes.

No ponto de coleta localizado dentro da empresa foram arrecadados mais de 5 toneladas de alimentos, por meio da troca de máscaras por alimentos. As doações foram repassadas para instituições cadastradas na Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), que é responsável por executar a campanha Vem Ser Mais Solidário.

Foram beneficiadas as instituições Seara Espírito de Luz, Alma Missionária  e Centro de Estudo de Assistência Aristotino Alves Praieiro.

De acordo com o empresário Gustavo Gusman, a intenção é contribuir com ações que beneficiam as pessoas que mais precisam de ajuda, como é o caso da campanha realizada pelo Governo do Estado. “Há muito tempo realizamos ações sociais, com o advento da pandemia, nosso objetivo, que é ajudar mais famílias aumentou. Fazer o bem nos faz ficar bem”, disse.

Para a secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, são as parcerias que contribuem para o sucesso da campanha. “O Governo do Estado conseguiu adquirir mais de 150 mil cestas básicas, mas sabemos que o número de famílias necessitadas é maior. Por isso, as doações recebidas por meio das parcerias são responsáveis por aumentar o número de beneficiados”.

Vem Ser Mais Solidário

A Campanha “Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus” já está na segunda etapa e tem como meta distribuir mais de 100 mil cestas básicas nesta segunda fase.

Em pouco mais de dois meses, a ação, que é liderada voluntariamente pela primeira-dama Virginia Mendes, arrecadou mais de R$ 5 milhões em doações, recursos que serão revertidos na compra de mais cestas básicas.

Esses recursos, somados aos investimentos realizados diretamente pelo Governo de Mato Grosso, vão possibilitar a distribuição de aproximadamente 230 mil cestas básicas ao todo, em todo Estado, beneficiando famílias carentes nos 141 municípios, algo em torno de 1,150 milhão de mato-grossenses, tendo em vista que cada cesta é capaz de alimentar uma família com cinco pessoas em média.

Se você quiser ajudar pode doar recursos diretamente na conta bancária especial, aberta exclusivamente para isso: Banco do Brasil, agência 3834-2, conta corrente número 1.042.810-0 (CNPJ 03.507.415/0009-00). Todas as doações serão revertidas para compra de cestas básicas.

Máscara do Bem

A campanha Máscara do Bem já realizou quatro doações para o Vem Ser Mais Solidário. Por meio do projeto, a cada 2 kg de alimento, ou 1kg de alimento mais um produto de limpeza, as pessoas que contribuíram com a ação levaram uma máscara de proteção.  Não há limites para troca.

Ponto de Troca

Gusman
Rua Presidente Afonso Pena, 562
Bairro Santa Helena – Cuiabá/ MT
(65) 3621-3767¿

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Mato Grosso não ficará para trás

Publicado


Mato Grosso dá, enfim, um grande passo na garantia dos direitos de cerca de 400 mil crianças e adolescentes. Depois de muito planejamento, debates, aumento de repasses para as escolas, capacitações, e respaldo do Ministério Público e do Poder Judiciário, a rede estadual de ensino está pronta para retomar as aulas na modalidade híbrida, o que vai acontecer no dia 3 de agosto. Vamos interromper um processo que ampliava, cada dia mais, o abismo existente entre a educação pública e a privada.

O retorno ocorre com apoio da grande maioria dos profissionais, dos pais e um desejo claro dos próprios estudantes que há mais de 1 ano e 4 meses estão fora das salas de aula e acumulam uma assustadora defasagem na aprendizagem, além de estarem expostos a tantos outros problemas sociais.

No dia 23 de março do ano passado, quando as escolas deixaram de receber os estudantes em Mato Grosso, pouco ainda se sabia sobre este cruel vírus que veio para causar uma grande transformação na sociedade. Hoje, com base na ciência e após investimentos que superam R$ 170 milhões para garantir a biossegurança, é inadmissível impedir que os filhos das escolas públicas retornem.

Sim, porque a rede particular está funcionamento plenamente. Vinte e sete municípios de Mato Grosso também já retomaram as atividades. Vinte e quatro estados já voltaram ou voltam neste mês de agosto. E Mato Grosso não pode, não merece e não ficará para trás.

Nestes 16 meses de escolas fechadas, nossas crianças e adolescentes estão submetidos às atividades não presenciais. Os profissionais da educação se desdobraram, se reinventaram, e de todas as formas tentaram manter seus alunos “presentes”.

O governo vem investindo como nunca, mas além da defasagem na aprendizagem tivemos um crescimento assustador no índice de evasão escolar. E reforço, essas não são as únicas sequelas graves deste afastamento das salas de aula.

O ambiente escolar configura também espaço de proteção para os menores, especialmente os compreendidos na Primeira Infância e os que são vítimas de abusos e todas as formas de violência, inclusive no âmbito da família, além de ser espaço estratégico na segurança alimentar infanto-juvenil.

Nossas crianças e adolescentes já tiveram prejuízos que levarão anos para serem recuperados. Não dá mais para aceitar que os filhos da classe menos favorecida precisem ficar dentro de casa e, principalmente, nas ruas, correndo ainda mais riscos.

A rede estadual de ensino de Mato Grosso está sim preparada. Desde o ano passado não medimos esforços para que isso ocorra de forma segura. São mais de seis meses equipando e preparando as escolas para chegarmos ao dia de hoje.

No final do ano passado as escolas já começaram a receber verbas para ações de prevenção à disseminação do vírus. Os recursos para as escolas investirem em manutenções preventivas e corretivas foram triplicados. Os repasses automáticos para as escolas aumentaram 47%.

As secretarias de Estado de Educação e de Saúde elaboraram todos os protocolos de volta segura.

A Comissão Intergestores Bipartite inseriu os profissionais da educação como grupo prioritário à vacinação. O governo do Estado já garantiu a 1ª dose da vacina contra a covid-19 para todos os profissionais da educação de Mato Grosso.

A Seduc preparou materiais complementares para a recuperação da aprendizagem. Ampliou as capacitações dos profissionais da educação, que se tornaram contínuas.

O planejamento é sério e visa garantir que profissionais e alunos retomem, aos poucos, a educação olho no olho, que tecnologia nenhuma supera.

Estamos prontos para o retorno e contamos com o apoio dos nossos profissionais, dos pais e responsáveis.

Juntos somos mais fortes e vamos superar este momento. E logo vamos ter os resultados e saberemos que todo o esforço, dedicação e cuidados valeram a pena.

*Alan Porto é secretário de Estado de Educação de Mato Grosso

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Salão Jovem Arte apresenta programa educativo dedicado à rede de ensino em MT

Publicado


O 26° Salão Jovem entra em cartaz dia 6 de outubo. Com ele, um programa educativo inédito dedicado a mestres e professores da rede de ensino em Mato Grosso. Intitulado “Modos de Ver”, o objetivo é formar novas plateias para as artes visuais.  

“É a primeira vez que um programa educativo acompanha uma edição do Salão Jovem Arte. Nossa ideia é facilitar o acesso, em todos os sentidos, e os professores são fundamentais para disseminar a arte. O Programa Educativo do 26° Salão Jovem Arte foi concebido a partir dos olhares  dos arte-educadores Caio Ribeiro e Ruth Albernaz, que vão provocar curiosidade e estimular interpretações”, adianta Luiz Marchetti, coordenador da exposição.

A metodologia adotada é a de formação teórica e mediação da prática, reunindo professores para prepará-los para o ensino de arte para alunos do ensino médio. O programa inclui ainda um material de apoio físico e digital com textos de artistas convidadas.

As atividades do Programa Educativo (oficinas e bate-papos) ocorrerão durante o período de exposição e, por causa das medidas de prevenção à covid-19, serão realizadas por lives, transmitidas nas redes sociais.

O Salão Jovem Arte é a mais importante vitrine de artes visuais de Mato Grosso. Todas as informações estão disponíveis no site oficial do evento, que marca o tema desta edição “Despertar Discos Imaginais”.  O edital de participação, com o regulamento anexo, está na aba “Participe”. Inscrições abertas até dia 8 de agosto.

26° Salão Jovem Arte

Serão selecionados para exposição híbrida do 26° Salão Jovem Arte 64 artistas de dez categorias das artes visuais: pintura, desenho, ilustração, escultura/objeto tridimensional, fotografia, videoarte, grafite/muralismo, gravura, instalação e performance (a serem descritas em edital). Podem participar artistas residentes em Mato Grosso há pelo menos dois anos, cujas obras sejam inéditas ou tenham sido expostas apenas uma vez.

As obras selecionadas serão expostas em três espaços físicos em Cuiabá – a Galeria Lava Pés, Museu de Artes e Cultura Popular (MACP-UFMT) e o Sesc Arsenal – além da possibilidade de visitação virtual. O período de exposição será entre 06 de outubro a 10 de dezembro deste ano.

As obras selecionadas concorrerão a 18 prêmios em dinheiro, com valores de R$ 2 mil a R$ 6 mil em cada categoria e há ainda dois prêmios aquisitivos de R$ 8 mil.

“Das mais cultuadas em Mato Grosso, as artes visuais se fortalecem com a nova edição de um dos mais tradicionais e longevos eventos de nossa cultura. A retomada do Salão Jovem Arte permite a consagração de nossos artistas e a revelação de novos talentos. Além disso, estimula a formação de público e garante momentos de lazer para os mato-grossenses”, celebra Beto Dois a Um, titular da Secel.

O tema desta edição é “Despertar Discos Imaginais”, que dialoga com o conceito da Biologia acerca da potência de transmutação na natureza. Ressignificar teorias das Ciências Biológicas não é novo para as artes: a hibridação cultural será caminho desta edição do Salão Jovem Arte, a fim de expandir as categorias.

Informações estão disponíveis no site www.discosimaginais.com ou em @salaojovemarte no Facebook e no Instagram.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana