conecte-se conosco


Saúde

Campanha busca aumentar em 15% doações de leite materno

Publicado

Uma campanha lançada, hoje (17), pelo Ministério da Saúde, busca ampliar em 15% as doações de leite materno no país. Com o slogan “Doe leite materno, alimente a vida”, a campanha envolve anúncios em veículos de imprensa neste mês de maio, para sensibilizar gestantes e lactantes para a importância da doação.

O leite doado é estocado em uma rede de bancos de leite, e é usado principalmente para alimentar crianças que nascem prematuras ou com baixo peso e que não podem ser amamentados pelas próprias mães.

Segundo o Ministério da Saúde, qualquer quantidade de leite pode ajudar esses bebês. Um mililitro, por exemplo, pode ser suficiente para uma refeição, dependendo do peso da criança.

A quantidade de leite coletado por esses bancos, no entanto, supre apenas 55% da demanda real. A campanha busca conscientizar as mães a doarem não apenas em períodos de campanha, mas o ano todo.

“A gente tem uma correlação direta entre aleitamento materno e redução de mortalidade infantil. No caso dos prematuros, isso ainda é mais dramático. Nós temos muitas mães que, pela prematuridade, estão na UTI e há uma ruptura desse vínculo [entre mãe e filho]. Esse bebê tem, como arma principal de prevenção, o leite materno”, disse o ministro da Saúde, Henrique Mandetta.

Segundo ele, o Brasil é uma referência mundial na manipulação de leite materno, com uma série de países que adotam tecnologia brasileira de coleta, pasteurização e entrega do alimento.

A atriz Maria Paula, embaixadora da campanha, resolveu doar leite há dez anos, quando seu filho, Felipe, nasceu. Até hoje mantém vínculo com a menina que recebeu suas doações, e que ela carinhosamente chama de Juju.

“Com isso, a gente salva vidas. O amor é a maior forma de transformar esse país e esse mundo que a gente vive. Quando você doa leite humano, você está doando amor. A Juju é irmã de leite do meu filho. Ela recebeu o leite quando eu estava amamentando meu filho”, disse a atriz.

Segundo o coordenador da Rede Global de Bancos de Leite Humano da Fundação Oswaldo Cruz, João Aprígio de Almeida, além de conscientizar a população é preciso criar uma rede de suporte para as mulheres que queiram doar.

“É pedir demais uma mãe que está amamentando, com um filho pequeno, que ela se desloque [até um ponto de captação de leite]. É preciso criar estruturas sociais de amparo a essa mulher para poder viabilizar essa doação. Precisamos de investimento para fazer com que nosso sistema de coleta domiciliar seja ampliado”, disse João Aprígio.

Edição: Fernando Fraga

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Saúde

Cientistas avançam na pesquisa de remédio que neutraliza o coronavírus

Publicado


source
coronavírus arrow-options
Divulgação

O novo coronavírus entra no corpo humano pelas “spikes” (em vermelho na imagem) que neutralizam proteína da célula humana

Especialistas estimam que a vacina para o novo coronavírus (Sars-Cov-2), causador da Covid 19, ficará pronta em até 18 meses. Enquanto a pandemia se alastra com velocidade, pode parecer uma eternidade; mas considerando o tempo médio para se criar uma vacina, cientistas garantem que essa estimativa é um “piscar de olhos”. Por conta disso, a corrida por uma cura alternativa está acirrada.

LEIA MAIS: Cientistas dizem que novo coronavírus pode ser transmitido pela respiração

Pesquisadores da Universidade de Columbia, no Canadá, estão estudando o uso de um novo medicamento experimental que seria capaz de bloquear a “porta de entrada” do novo coronavírus no corpo humano. A novidade foi publicada na revista científica Cell.

Foi descoberto que a proteína ACE2 é a principal entrada do novo coronavírus em nosso corpo. O vírus se aproxima das células, utilizando os “spikes” (os espinhos de proteína que cercam seu núcleo) para invadi-las. Estes mesmos “spikes” já foram mapeados por pesquisadores, abrindo caminho mais veloz para o desenvolvimento de vacinas futuras.

“O novo estudo revela evidências diretas de que um medicamento chamado APN01, que será encaminhado para testes em empresas de biotecnologia na Europa, será útil como terapia antiviral contra a Covid-19 .”, afirma Art Slutsky, pesquisador envolvido no projeto.

Os cientistas canadenses estão otimistas sobre o novo medicamento. De acordo com o relatório publicado na Cell, o novo medicamento se mostrou muito eficaz contra o Sars-CoV-2.

Desenvolvimento de vacinas

Na segunda semana de fevereiro, quando a Covid-19 ainda não havia sido declarada como uma pandemia, pesquisadores em todo o mundo começaram a mapear o vírus. Um grupo conseguiu obter a estrutura molecular dos “espinhos de proteína” que o Sars-CoV-2 usa para entrar nas células. 

 “Essa proteína é a chave que o coronavírus utiliza para invadir o corpo humano. Com seu mapeamento, temos mais evidências sobre como neutralizá-lo”, afirma Jason McLellan, autor sênior do estudo publicado por biocientistas da Universidade de Austin, no Texas (EUA).

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Saúde

Santa Casa de São Paulo usa tendas para atender suspeitas de covid-19

Publicado


.

O hospital central da Santa Casa de São Paulo, localizada no centro da capital paulista, montou tendas para receber os pacientes com suspeita de covid-19 desde a última quarta-feira (01). O pronto-socorro externo, improvisado para suprir a demanda por atendimento de pacientes com suspeita de coronavírus, tem recebido por volta de 50 pacientes ao dia.

A Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo explicou que, desse modo, o fluxo de pacientes dentro do hospital é menor, evitando exposição e risco de disseminação da doença. Os pacientes são atendidos, recebem orientação e, quando necessário, são internados.

“Destacamos que todos os nossos esforços estão voltados para o combate à pandemia e em oferecer o melhor atendimento para todos. A Santa Casa de São Paulo reafirma o seu compromisso com a saúde da população, acreditando que com ações em conjunto conseguiremos enfrentar este momento difícil”, disse a entidade em nota.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana