conecte-se conosco


Mato Grosso

Câmeras registram mais de 11 mil veículos com irregularidades em Mato Grosso

Publicado

 

.

No período entre janeiro a junho de 2020, mais de 11 mil placas de veículos com registros de ocorrências foram capturadas pelas câmeras OCR (sigla em inglês que significa Leitores Ópticos de Caracteres).

As imagens são recebidas instantaneamente pelos operadores do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), que emitem alerta para as forças policiais. Do total de leituras, 75% confirmava a imagem da placa.

As câmeras estão instaladas em pontos estratégicos de Cuiabá, Várzea Grande, rodovias estaduais e na região da fronteira do Brasil com a Bolívia. Somente com o aporte do Governo do Estado, 22 pontos de videomonitoramento captam imagens diariamente. Contudo, outras câmeras foram viabilizadas por investimentos do Governo Federal e parcerias com concessionárias de rodovias, que totalizam mais de 11 mil equipamentos.

O coordenador do Ciosp, TC PM Siziéboro Elvis de Oliveira, disse que a ferramenta é primordial para o enfrentamento às práticas criminosas no estado de Mato Grosso.

“Sempre que um veículo tem alguma queixa de roubo ou furto, a placa é colocada no sistema do Ciosp para gerar o alerta. E de imediato, nossa equipe aciona as forças policiais para fazer as buscas. Outras irregularidades, a exemplo dos documentos do automóvel e do motorista, também são alertadas”, enfatiza.

O sistema OCR registra até 400 veículos por minuto e permite fazer buscas por placas, marca e modelo dos veículos, além de características obtidas pelos operadores, como adesivos que tenham singularidades passíveis de leitura.

Novas ações

Para o segundo semestre de 2020 a coordenação do Ciosp já tem projetos para execução. Entre eles, a ampliação do videomonitoramento que vai contemplar a região do Distrito Industrial, implantação do cercamento eletrônico no Centro Político Administrativo, Projeto Águia, que visa ampliar o monitoramento em todo o Estado e a execução do projeto de digitalização de radiocomunicação, dentre outros.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Setasc realiza Webinário para discutir violações de direitos dos idosos

Publicado


Em alusão ao Dia Nacional do Idoso e Dia Internacional da Terceira Idade, comemorado no dia 1º de outubro, a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), por intermédio da Secretaria Adjunta de Assistência Social (Saas), promove o Webinário da Série de Colóquios sobre “Violações de Direitos: Estratégias de enfrentamento em Tempos da Pandemia Covid-19”. O evento é voltado para gestores e trabalhadores do Suas e demais atores interinstitucionais interessados no tema e será transmitido canal no YouTube, o Setasc Comunica.

O tema da Live será “Violações de direitos aos Idosos em tempos da Pandemia Covid-19” que se realizará nesta quinta-feira (01.10), das 09h às 11h (horário de Cuiabá-MT). O objetivo é possibilitar um espaço de discussão e reflexão sobre os grupos socialmente vulneráveis e as estratégias de enfrentamento às violações de direitos no âmbito do Sistema Único de Assistência Social (Suas) para o fortalecimento da ação em rede, a fim de mitigar os impactos da pandemia da COVID-19, causada pelo novo coronavírus.

Participarão da live a professora doutora pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Janaína Carvalho Barros e a Mestra em Política Social pela UFMT, Lidiane Patricia Ferreira e Silva Leite – que atualmente ocupa o cargo de Superintendente de Gestão de Pessoas na Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e conselheira no Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (Cededipi).  A secretária executiva de Conselhos da Setasc, Marilu Monteiro Guimarães Neto, e a superintendente de Serviços Socioassistenciais da Setasc, Cristina Setsuco Saito, serão mediadoras do evento.  

Números

Dados compilados pela Vigilância Socioassistencial de Mato Grosso, através do Cadastro Único e do Relatório Mensal Anual do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no mês de julho de 2020, no Cadastro Único havia um total de 183.481 idosos cadastrados em todo o Estado, o que equivale a 13% do total das pessoas cadastradas. Aproximadamente 14% (29.875) do total de idosos cadastrados possuem algum tipo de deficiência.

Data

O Dia Nacional do Idoso foi instituído para homenagear as pessoas idosas, comemorando as suas conquistas e fomentando a importância da conscientização e reflexão da população, acerca das necessidades dos idosos, com destaque para as políticas públicas de proteção e atenção às questões do envelhecimento. 

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Decreto de calamidade não será prorrogado e servidores em teletrabalho podem requerer retorno às atividades presenciais

Publicado


O Governo do Estado não irá prorrogar o decreto de calamidade, cuja vigência termina nesta quarta-feira (30.09). Com a medida, os servidores do Poder Executivo Estadual pertencentes ao grupo de risco e que estão em regime de teletrabalho podem optar voluntariamente pelo retorno às atividades presenciais.

O Decreto nº 658 foi publicado em edição extra do Diário Oficial desta quarta-feira e estabelece ainda que servidores integrantes do grupo de risco também podem, no prazo de dez dias, apresentar requerimento formal e comprovação documental para permanecer em teletrabalho.

A decisão levou em conta a redução no número da média móvel de casos confirmados de Covid-19, de hospitalizações (taxa de ocupação está em 59,51% para UTIs e em 29% para enfermarias) e de óbitos em Mato Grosso.

Assim, fica restabelecida a jornada regular de trabalho de 6 ou de 8 horas diárias, com o retorno de todos os servidores ao trabalho presencial.

Para tanto, medidas de prevenção permanecerão em vigor. Somente será permitida a circulação de pessoas nos prédios públicos do Poder Executivo do Estado de Mato Grosso mediante a utilização de máscara facial.

Também, deverá ser priorizado o atendimento por meio eletrônico ou telefônico. O atendimento presencial, quando necessário, deverá ser preferencialmente precedido de agendamento para evitar a aglomeração de pessoas no estabelecimento, mantendo o distanciamento recomendado de 1,5m entre as pessoas, respeitando as normas de segurança e vigilância sanitária.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana