conecte-se conosco


Curiosidades

Cães atacam leopardo para defender homem na Índia; assista

Publicado


source
Leopardo
Pixabay/Creative Commons

Cães evitaram que leopardo ferisse homem.

Uma matilha de cães protagonizou um ato heroico ao atacar um leopardo para defender um homem na Índia . Episódio aconteceu no último dia 14. Uma câmera de segurança registrou o momento da luta entre os cachorros e o felino.

Leia também: Homem encontra 100 mil abelhas vivendo em casa nos EUA

No vídeo, é possívle ver o leopardo avançando contra um homem que descia de um caminhão e mordendo a perna do sujeito. Instantes depois, um grupo com seis cães aparecem e começam a enfrentar e afugentar o felino. Confira o registro:


O final do confronto não foi compartilhado nas redes sociais. Repercutindo a postagem, as pessoas atribuiram a presença do leopardo em uma cidade ao desmatamento e a presença de humanos nas florestas.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curiosidades

Vaca voadora? Animal cai do telhado e intriga internautas; assista

Publicado


source
vaca pendurada no celeiro após cair do telhado
Reprodução/Youtube

As câmeras de segurança flagraram o momento inusitado

A gravação de câmeras de segurança flagraram o momento em que um vaca é registrada invadindo e caindo do telhado de um celeiro onde ficam outros animais. As informações são do jornal Metro.

De acordo com a publicação, o vídeo foi feito em maio deste ano, mas voltou a circular nas redes sociais e tem despertado a curiosidade dos internautas. De acordo com o portal, não há informações concretas sobre o ocorrido. Acredita-se que o animal estava fugindo e, de alguma forma, subiu no telhado e caiu.

Nas imagens, é possível ver que logo após a situação, alguém aparece ao fundo com uma lanterna e em seguida outra pessoa também o acompanha.



O vídeo, publicado recentemente, rendeu comentários como: “Quando os alienígenas se forem” e “Os alienígenas terminaram de testá-la e a jogaram para fora de seu OVNI”.

Continue lendo

Curiosidades

Conheça o rato africano com veneno capaz de matar humanos e derrubar elefantes

Publicado


source
Rato
Reprodução/Twitter

Pesquisadores descobriram que animal retira toxina de uma árvore; entenda

Á primeira vista, o Lophiomys imhausi, roedor mamífero conhecido como rato-de-crista africano, pode não parecer tão perigoso. Com tamanho diminuto, chegando a pesar menos de 1kg na fase adulta, ele se parece com os ratos encontrados nas grandes cidades. Porém, seu veneno superpoderoso, capaz de derrubar elefantes e até matar seres humanos, faz dele uma ameaça silenciosa.

Pesquisadores da Universidade de Utah e do Instituto de Biologia da Conservação Smithsonian, ambos nos EUA, realizaram um estudo em parceria com cientistas do Museu Nacional do Quênia para entender mais sobre o rato-de-crista africano e, principalmente, sobre a potente toxina que ele carrega. 

Os resultados, publicados na revista científica Journal of Mammalogy, mostraram que a espécie consegue sequestrar toxinas de plantas para produzir sua defesa química . O processo ocorre da seguinte forma: ao roer os galhos de árvores venenosas, ele armazena o veneno na língua e depois passa a saliva por sua pelagem, montando assim um ” escudo ” contra possíveis predadores.

“Queríamos confirmar se esse comportamento eral real e, ao longo do caminho, além de obter resultados sobre o sequestro de toxina , também conseguimos evidências do comportamento social destes animais. São descobertas que trazem implicações para a conservação deste rato indescritível”, afirmou Sara Weinstein, uma das autoras do estudo.

A análise de Weinstein trata exatamente de uma descoberta feita pela equipe sobre a forma como o rato-de-crista africano socializa com outros integrantes da espécie. Além de confirmar o poderio do veneno, que é capaz de matar presas muito maiores com poucos miligramas, eles identificaram que os animais vivem de maneira monogâmica, algo raro em mamíferos .

“Colocamos dois espécimes juntos no recinto de observação e eles começaram a interagir, ronronando e se acariciando. Isso foi uma grande surpresa, já que pensávamos que estes eram animais de hábitos solitários. Assim, tivemos a oportunidade de estudar suas interações sociais e aprender mais sobre eles”, finalizou a pesquisadora.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana