conecte-se conosco


Esportes

Brusque-SC vence o Vila Nova-GO fora de casa pela Série B

Publicado


No estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o Bruscão superou o Tigre por 1 a 0

Vila Nova-GO e Brusque-SC duelam pela Série B

Vila Nova-GO e Brusque-SC duelam pela Série B
Créditos: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque

Na tarde desta quarta-feira (21), no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia, o Brusque-SC venceu o Vila Nova-GO por 1 a 0, pela 13ª rodada da Série B do Brasileirão. O resultado coloca o Bruscão na sétima posição, com 19 pontos. O Tigre fica no 13ª lugar, com 14 pontos.

+Confira a tabela completa da Série B do Brasileirão!

O jogo

Em Goiânia, o Tigre começou o jogo no ataque. Antes de completar um minuto de jogo, o mandante quase abriu o placar com chute de Clayton. Zé Carlos defendeu. O Brusque respondeu aos 35 minutos. Garcez aproveitou cruzamento na área e finalizou por cima do gol. Um minuto depois, o Vila respondeu com chute de Alesson da entrada da área. 

Aos 42 minutos, Rafael Donato cabeceou forte e Zé Carlos evitou o gol do Tigre outra vez. O Quadricolor também teve a chance de balançar as redes antes do intervalo. Edu, aos 46, surgiu livre na área e cabeceou por cima do gol.

O segundo tempo começou com o time goiano no ataque. Aos oito minutos, Willian Formiga chutou de primeira e Zé Carlos defendeu. Três minutos depois, Arthur Rezende cobrou falta com categoria e o goleiro espalmou. Apesar da pressão dos mandantes, o Brusque abriu o placar aos 15 minutos. Everton Alemão cabeceou para o fundo das redes. Aos 25 minutos, o atacante Thiago Alagoano quase ampliou. O camisa 100 se livrou da marcação, mas parou na defesa de Georgemy.

Fonte: https://www.cbf.com.br/futebol-brasileiro/competicoes/campeonato-brasileiro-serie-b-jogos/2021-42-2-122

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Operário vence o Coritiba no Estádio Germano Krüger

Publicado


Foi o 16º gol do atacante em 40 jogos disputados com a camisa alvinegra

Mantendo o tabu de 10 anos sem perder para o Coritiba no Estádio Germano Krüger, o Operário Ferroviário venceu por 1 a 0, na noite deste domingo (25), com gol de Ricardo Bueno. Com o resultado, o Alvinegro chega aos 21 pontos, na 9ª posição, com seis vitórias, três empates e quatro derrotas.

O jogo
A primeira oportunidade da partida foi aos nove minutos, em chute de fora da área de Leandro Vilela, a bola vai em direção ao gol e Wilson espalma, mandando para escanteio. O jogo se caracteriza com melhores criações de jogadas do Operário, buscando o ataque e com maior número de posse de bola, até os 30 minutos. No minuto seguinte, aos 31, o adversário chega com perigo pela primeira vez. Após cruzamento de Guilherme Biro, a bola encontra na cabeça de Waguinho, o atacante visitante cabeceia no centro do gol e Simão defende, com tranquilidade.

O lance decisivo do confronto foi aos 35 minutos. Fábio Alemão, do campo defensivo, lança a bola em direção do ataque, Ricardo Bueno domina na intermediária, avança sozinho, entra dentro da área e bate cruzado, no canto direito do goleiro Wilson, abrindo o placar em Vila Oficinas. Com o marcador favorável, a equipe comandada por Matheus Costa administra os minutos finais da primeira etapa e desce com vantagem para o intervalo.

No segundo-tempo, o adversário da noite muda a postura e atua com maior posse da bola no campo ofensivo. Mas, a primeira oportunidade efetiva foi do Alvinegro. Aos 16 minutos, após cobrança de escanteio, a bola viaja em direção da área e o goleiro visitante tira, evitando a chance de finalização do zagueiro Fábio Alemão. Mesmo com o jogo controlado e sem sofrer na defesa, Leandro Vilela recebe o segundo cartão amarelo, aos 27 minutos, e é expulso do jogo, a partir disso, Fantasma com um a menos. Após a expulsão, a partida muda e a equipe visitante cresce nas tentativas de ataque, mas sem sucesso. Depois de uma tentativa de ataque do time da capital paranaense, aos 34 minutos, Silva avança pela direita, faz o corte para a perna canhota, chuta de longe no centro do gol e o arqueiro defende.

O lance de maior perigo dos visitantes foi no minuto 38. Após cruzamento, Léo Gamalho, livre dentro da área, cabeceia e a bola vai para fora, passando próxima da trave de Simão. Mesmo na pressão recebida, por estar com um atleta a menos, as chances do adversário não foram efetivas. O Operário vence por 1 a 0, no 9º clássico disputado na temporada 2021.

Avaliação do treinador
Expulso da partida no minuto 40 do 2º tempo, o técnico Matheus Costa conversou com a imprensa, em entrevista coletiva online, após a vitória conquistada em Vila Oficinas. “Sabemos que em um jogo deste nível, seriam criadas poucas oportunidades para ambas as equipes. Quando essas chances aparecem, cabe a capacidade do atleta em definir a partida. Nós tivemos a felicidade que este lance caiu nos pés de um craque do nosso time. Fizemos um bom primeiro tempo, com maiores criações de jogadas do que o adversário. Obviamente, no segundo tempo, devido às trocas, o adversário se lançou ao ataque. Com a expulsão, tornou-se uma partida mais difícil. Mas, preciso ressaltar a entrega dos nossos jogadores, que se defenderam muito bem, ocuparam com excelência os espaços, sem dar grandes chances para o adversário. Por isso, é mérito total do grupo e equipe, por tudo que estamos trabalhando. Uma vitória como essa, contra um time que estava há 10 jogos sem derrota e nossa equipe retomar o caminho da vitória no Germano Krüger é muito importante.”

Ficha técnica
Operário 1 x 0 Coritiba
Campeonato Brasileiro – 14ª rodada
Estádio da Ressacada – 25/07/21 – 18h15

Operário: Simão; Alex Silva, Fábio Alemão, Reniê e Fabiano; Leandro Vilela, Rafael Chorão (Rodolfo Filemon) e Leandrinho (Marcelo Santos); Felipe Garcia (Thomaz), Ricardo Bueno (Jean Carlo) e Silva.
Téc: Matheus Costa
Banco: Thiago Braga, Henrique, Odivan, Tibagi, Rafael Oller.

Coritiba: Wilson; Matheus Sales (Robinho), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Jhony Douglas (Willian Alves), Val e Rafinha (João Vitor); Waguininho, (Valdeci) Igor Paixão e Léo Gamalho.
Téc: Júlio Sérgio
Banco: Alex Muralha, Thalisson, Bernardo, Nathan Ribeiro, Wellington Carvalho, Romário.

Gol: 35´1T Ricardo Bueno (Operário).
Cartões amarelos: Leandro Vilela (2x), Simão, Leandro Niehues (Operário); Rafinha, Matheus Sales (Coritiba).
Cartões vermelhos: Leandro Vilela e Matheus Costa (Operário).

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro
Árbitro Assistente 1: Marcus Vinicius Gomes
Árbitro Assistente 2: Frederico Soares Vilarinho
Quarto Árbitro: Leonardo Sígari Zanon

Assessoria de Imprensa Operário Ferroviário
Fotos: André Jonsson/OFEC

Mais recentes

Pré-jogo: Em casa, Operário defende invencibilidade contra o Coritiba pela Série B

Pós-jogo: Fora de casa, Operário perde para o Avaí em duelo do Brasileirão

Pré-jogo: Operário vai a Santa Catarina para enfrentar o Avaí pela Série B

Voltar para as notícias

Continue lendo

Esportes

Jogando em São Januário, Vasco vence o Guarani pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro

Publicado


O Vasco da Gama venceu o Guarani por 4 a 1 neste sábado (24/07), pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols vascaínos foram anotados por Marquinhos Gabriel, Germán Cano, Léo Jabá e Bruno Silva contra. Com esse resultado o Gigante da Colina chegou aos 22 pontos e assumiu a 5ª colocação. O próximo compromisso da equipe comandada pelo técnico Lisca será diante do São Paulo, na próximo quarta-feira (28), às 21h30, no Morumbi. A partida será válida pelas oitavas de final da Copa Do Brasil.

Germán Cano comemorando com os companheiros seu 14º gol na temporada (Foto: Vitor Brügger/Vasco)

O JOGO

O Vasco começou a partida estudando as ações do adversário e buscando descer em velocidade ao ataque. A primeira investida vascaína veio aos 8 minutos, Léo Jabá lançou para frente e encontrou Bruno Gomes na entrada da área. O camisa 23 apenas escorou para Marquinhos Gabriel, que entrou de frente para o gol e com um belo chute, deslocou o goleiro: VASCO 1 a 0. Aos 12 minutos foi a vez do Guarani incomodar, Regis cobrou falta com categoria e acabou parando na linda defesa do goleiro Vanderlei.

Aos 15 minutos, Gabriel Pec cobrou escanteio pela esquerda e encontrou Ernando. O zagueiro chegou finalizando de primeira e mandou por cima da meta. Aos 26, Léo Jabá tabelou com Zeca, invadiu a área e foi atropelado pelo zagueiro adversário, pênalti para o Gigante da Colina. Na cobrança Germán Cano deslocou o goleiro e ampliou o placar: VASCO 2 a 0.

O Gigante da Colina voltou para a segunda etapa com uma postura mais defensiva em relação aos primeiro tempo. Aos 23, Léo Jabá avançou pela esquerda, levantou a cabeça e cruzou na área. O volante Bruno Silva, desviou contra o próprio gol e ampliou o placar para o Gigante da Colina: VASCO 3 a 0. Aos 26, Bruno Gomes tabelou com Léo Jabá pela esquerda, percebeu o espaço e arriscou a finalização antes de entrar na área. A bola acabou pegando a curva para fora e se perdeu pela linha de fundo.

Aos 34, Gabriel Pec avançou pela direita e abriu no meio para Marquinhos Gabriel. O camisa 31 de primeira abriu na esquerda para Leó Jabá, que já chegou ajeitando para bater e finalizou colocado. A bola foi no canto do goleiro Gabriel Mesquita, que fez boa defesa. Aos 36, após cobrança de escanteio Lucão do Break ganhou da marcação e diminuiu: 3 a 1. Aos 39, Arthur Salles recebeu pela direita, cortou para o meio e achou um belíssimo passe em profundidade para Léo Jabá. O camisa 7 entrou de frente para o gol, tentou a finalização cruzada e acabou parando na defesa do goleiro.

Aos 41, Sarrafiore recebeu na intermediária, levantou a cabeça e achou um lindo passe para Léo Jabá, que entrava por trás da zaga. O camisa 7 avançou sem marcação, invadiu área e deu um toque sutil para tirar do goleiro: VASCO 4 a 1. Aos 48, Léo Matos avançou pela direita e cruzou na área. Daniel Amorim ganhou da marcação e cabeceou firme. A bola acabou ficando sem problemas na mão do goleiro.

FICHA TÉCNICA

VASCO 4 X 1 GUARANI

Campeonato Brasileiro – 14ª rodada

Local: São Januário (RJ)

Data: Sábado, 24/07/2021

Horário: 21h (Brasília)

Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)

Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL) e Brígida Cirilo Ferreira (AL)

Cartões Amarelos: Regis, Bruno Silva, Rodrigo Andrade (Guarani) / Zeca, Marquinhos Gabriel, Ernando (Vasco)

Gols: Marquinhos Gabriel 8’/1T; 26 Germán Cano 26’/1T; Bruno Silva 23’/2T (Contra); Lucão do Break 36’/2T; Léo Jabá 41’/2T

VASCO DA GAMA: Vanderlei, Léo Matos, Ernando, Leandro Castan e Zeca; Matías, Bruno Gomes (Juninho) e Marquinhos Gabriel (Sarrafiore); Léo Jabá, Gabriel Pec (Arthur Salles) e Germán Cano (Daniel Amorim) – Técnico: Lisca

GUARANI: Gabriel Mesquita, Pablo, Thales, Titi (Lucão do Break) e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade, Bruno Sávio, Régis e Matheus Souza (Andrigo); Matheus Davó – Técnico: Daniel Paulista

fonte: https://vasco.com.br/jogando-em-sao-januario-vasco-vence-o-guarani-pela-14a-rodada-do-campeonato-brasileiro/

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana