conecte-se conosco


Carros e Motos

Brasil terá laboratório de testes de segurança de veículos elétricos

Publicado

Aos poucos, Brasil vai criando sua infraestrutura para a chegada dos carros elétricos
Divulgação

Aos poucos, Brasil vai criando sua infraestrutura para a chegada dos carros elétricos

A demanda por veículos elétricos vem crescendo a cada ano ao redor do mundo, e no Brasil, apesar dos altos preços que as fabricantes pedem por seus modelos elétricos, os veículos com essa propulsão apresentam crescimento.

Segundo a consultoria LMC Automotive, as vendas de veículos elétricos cresceram de 2,1 milhões em 2020 para 4,5 milhões em 2021. No Brasil, segundo a Associação Brasileira do Veículo elétrico (ABVE), as vendas foram de 801 unidades em 2020 para 2.851 em 2021.

No primeiro semestre de 2022, o número de elétricos vendidos no país alcançou 3.395 unidades, um número quase 20% maior do que o acumulado no ano passado.

Apesar do crescimento, a produção de carros elétricos no Brasil enfrenta desafios como a importação de matérias primas, desenvolvimento tecnológico e necessita uma indústria e rede de abastecimento mais robusta.

Nova estrutura conta com carregadores para funcionários e usuários de carros elétricos
Divulgação

Nova estrutura conta com carregadores para funcionários e usuários de carros elétricos

Buscando impulsionar a mobilidade elétrica no Brasil, a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) irá inaugurar um laboratório para testes com componentes utilizados em carros elétricos.

Com inauguração programada para o final do ano, a estrutura batizada de E-mobility irá contar com equipamentos que irão garantir mais segurança e desempenho a baterias e estações de recargas.

A iniciativa é resultado da parceria entre o Inmetro e os Laboratórios Especializados em Eletroeletrônica, Calibração e Ensaios (Labelo) da PUCRS, e o grupo global de certificação de produtos PCN, da Coréia do Sul.

“Com a expansão dessas tecnologias no País, é necessário assegurar a qualidade e a segurança desses equipamentos, a fim de garantir eficiência e minimizar riscos de acidentes a consumidores.” explicou Israel Teixeira, diretor do Labelo-PUCRS.

Fabricantes de automóveis, carregadores e baterias vão se reunir para melhorar a infraestrutura para elétricos
Arquivo pessoal

Fabricantes de automóveis, carregadores e baterias vão se reunir para melhorar a infraestrutura para elétricos

Na última semana, as partes assinaram o Memorando de Entendimento , que sacramentava a parceria e permitia a troca de conhecimento e metodologias.

Membros das três instituições envolvidas estiveram em missão técnica na Coréia do Sul, com intuito de absorver conhecimento na área de sistemas de controle e armazenamento de energia.

A comitiva ainda realizará reuniões com empresas como Samsung e LG , que vem realizando fortes investimentos na produção de baterias para veículos elétricos e com a fabricante de automóveis Hyundai .

Além disso, ainda haverá uma visita à CHAEVI, uma  fabricante de carregadores elétricos do país e responsável por implementar boa parte da infraestrutura de recarga na Coréia do Sul.

Fonte: IG CARROS

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carros e Motos

Conheça a patinete elétrica banhada a ouro de mais de R$ 255 mil

Publicado


Patinete elétrica banhada a ouro  de 18 quilates Thunderball pode ser vendida por mais de R$ 255 mil.
Reprodução

Patinete elétrica banhada a ouro de 18 quilates Thunderball pode ser vendida por mais de R$ 255 mil.

Dinheiro não é problema para os “pobres endinheirados e entediados” com a mesmice que o dinheiro pode comprar. Assim uma loja Caviar Royal Gift, especializada em modificar smartphones de luxo ,com sede em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, resolveu sair da “zona de conforto” e ir além.

A última criação da empresa foi a Minimotors Thunderball , o que parece ser uma patinete elétrica banhada a ouro de 18 quilates que tem como base a scooter elétrica Dualtron X2 cuja fabricante MiniMotors vende suas scooters elétricas nos EUA desde 1999.

A scooter Dualtron X2 básica possui motor de cubo duplo BLDC MAX de 8.300 watts; bateria principal de 72 volts e 3.042 watts-hora com uma bateria de haste separada de 12 volts e 192 watts-hora para iluminação e acessórios; até uma autonomia de quase 150 km; velocidade máxima de 88 km/h; freios hidráulicos com ABS e discos de freio de 160mm; Peso do veículo de 66 kg e capacidade de carga de 150 kg.

No caso da versão Minimotors Thunderball  da Caviar Royal Gift, apesar de não revelar detalhes técnicos da nova patinete, apesar da potência se manter nos 8.300 watts do modelo base; a velocidade máxima está listada como 100 km/h e o alcance permanece o mesmo.

Quem se interessar, pode acessar o site da loja Caviar Royal Gift e efetuar a compra por um preço médio esperado de “apenas” 50.000 dólares, ou R$ 255 mil , na cotação do dia. O comprador irá levar de “brinde” um celular iPhone 14. 

O lançamento da patinete está previsto para outubro de 2022. Sem dúvida um “presente de ouro”, literalmente, para ser dado a seus filhos. Só veja se ele fez todas as lições de casa…

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Suzuki atualiza motor de suas motos GSX-R125 e GSX-S125 no Japão

Publicado


Suzuki GSX R125 e GSX S125 ganharam atualizações mecânica cumprindo as rígidas normas europeias antipoluição.
Divulgação

Suzuki GSX R125 e GSX S125 ganharam atualizações mecânica cumprindo as rígidas normas europeias antipoluição.

A Suzuki atualizou sua linha japonesa com a introdução das GSX-R125 e GSX-S125 que agora estão em conformidade com as normas de emissões Euro5, modelos que em breve estarão disponíveis na Europa como motocicletas de entrada da marca japonesa.

Com isso, as versões mais recentes das motos receberam principalmente atualizações mecânicas para atender aos padrões de emissão mais recentes. O motor Euro5 de 124 cc , monocilíndrico e refrigerado a líquido das versões de 2022 produz 14,75 cavalos de potência a 10.500 rpm e 1,06 kgfm de torque máximo a 8.500 rpm.

Assim como a GSX-R125 , como a topo de linha GSX-R1000R , possui um design de carenagem completo com um guidão estilo clip-on. A GSX-S125, por outro lado, é uma moto esportiva naked (sem carenagem) e com guidão plano. É mais adequado para andar na cidade, com conforto tendo precedência sobre uma postura de pilotagem esportiva.

Fora estas pequenas diferenças, de resto estes modelos são a mesma moto e contam com iluminação LED, um painel de instrumentos totalmente digital, o Suzuki Easy Start System , um interruptor de advertência e rodas de liga leve de 10 raios são equipamentos padrão em ambas as motocicletas.

Além destas características, ambos os modelos conta com garfos dianteiros telescópicos, um monoamortecedor traseiro com pré-carga ajustável, freios a disco tipo pétala na frente e atrás e ABS de canal duplo na GSX-R125 e GSX-S125, tudo de série.

No Japão, a GSX-R125 2022 está disponível com três esquemas de cores e custa 453.200 ienes, cerca de R$ 17.738 na conversão do dia. Enquanto isso, a GSX-S125 está disponível em duas cores e custa 420.200 ienes (R$ 16.438) . Por aqui, não há previsões de lançamento.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana