conecte-se conosco


Economia

Brasil estuda construir usina binacional com Bolívia

Publicado

O Brasil estuda construir uma usina hidrelétrica binacional com a Bolívia. O projeto seria no Rio Mamoré, acima do município de Guajará-Mirim (RO), contando com experiência e investimentos de Itaipu. A possibilidade foi comentada nesta sexta-feira (14) pelo diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, durante solenidade de comemoração da geração recorde de 2,7 bilhões de megaWatts/hora (MW/h) produzidos desde o início de sua operação, em 1984.

“Ela [a nova usina] vai ser necessária. Itaipu pode servir de referência, inclusive de relações [internacionais], que é uma construção de longo prazo. Itaipu pode ajudar muito se for tomada essa decisão. A previsão é que sejam duas hidrelétricas, de 5 mil MW a 6 mil MW [no total]. O Brasil precisa de energia segura. A engenharia diplomática para fazer uma construção dessas não é pequena. É tão complexa quanto é a engenharia para fazer a obra”, disse Silva e Luna.

Em termos de comparação, Itaipu tem potência de 14 mil MW. Segundo o general, Itaipu poderia ser o agente brasileiro na futura usina binacional com a Bolívia. “Se houver isso aí, Itaipu tem muito a contribuir. Na hora em que for decidido, estamos prontos. A programação financeira seria a parte menos complexa a se fazer. Havendo essa demanda, Itaipu está em condições de se debruçar sobre essa hipótese. A interconexão energética do continente é irreversível. É questão de tempo”, disse Silva e Luna.

Dentro de três anos, Itaipu terá quitada a dívida para a construção da usina, o que vai liberar cerca de US$ 2 bilhões por ano, metade para o Paraguai e metade para o Brasil, que passará a contar com US$ 1 bilhão para investimentos, cerca de R$ 4,3 bilhões. O dinheiro, segundo o general, poderia ser aplicado na construção da usina binacional, se for o caso, ou em melhorias na usina de Itaipu.

Custo

O diretor-técnico executivo de Itaipu, Celso Villar Torino, estimou em cerca de US$ 5 bilhões o valor de construção da usina binacional com a Bolívia, tomando-se em conta o valor das grandes usinas recentes.

“Teria que fazer uma análise detalhada do local, mas as grandes usinas, como referência, custaram cerca de US$ 5 bilhões. O Brasil tem mercado crescente [de energia]. Uma hidrelétrica de 5 mil MW a 6 mil MW, não há dúvida, que o país tem mercado para absorver”, disse Torino. Segundo ele, a conexão da futura usina poderia ser feita utilizando a linha das usinas de Jirau e Santo Antônio, ou construindo outras linhas de transmissão.

2.7 bilhoes; Itaipu Binacional; energia; producao; recorde2.7 bilhoes; Itaipu Binacional; energia; producao; recorde
O diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, e o diretor paraguaio, Ernst Bergen, durante solenidade de comemoração da geração recorde de 2,7 bilhões de megaWatts/hora – Rubens Fraulini/Itaipu Binacional

Anexo C

Em 2023, haverá a revisão do Anexo C do Tratado de Itaipu, de abril de 1973, que trata das bases de comercialização da energia gerada pela hidrelétrica. Atualmente, o Paraguai é obrigado a vender para o Brasil a parte de sua produção que não consome. A energia de Itaipu abastece 85% da demanda paraguaia, vendendo para o Brasil 35% do total da produção paraguaia.

De acordo com o general Silva e Luna, a questão está sendo bem conduzida e não deverá causar maiores problemas: “Teremos um grupo de trabalho único binacional. Se chega [a um consenso] através de conversa, diálogo, convencimento. Eu vejo isto com total otimismo”.

Outro assunto abordado foi o possível aumento do nível do reservatório, em um metro de altura, a fim de conferir maior estabilidade e potência. A obra custará cerca de R$ 4 milhões e não deverá causar impacto ambiental de alagamento além das terras da própria usina. Além disso, haverá, a partir do segundo semestre deste ano, a modernização de cada uma das 20 unidades geradoras onde ficam as turbinas, a um custo de US$ 700 milhões. 

Cada unidade é responsável pela geração aproximada de 5% do total e deverá ficar parada até seis meses. No total, o processo vai durar 14 anos e será feita uma licitação internacional para a realização da modernização.

Recorde

A produção recorde de 2,7 bilhões de MWh, atingida nesta sexta-feira coloca Itaipu como a maior usina hidrelétrica do mundo em produção, superando até a gigantesca usina chinesa de Três Gargantas. O feito foi comemorado pelos diretores e funcionários da usina em solenidade que reuniu brasileiros e paraguaios.

O diretor-geral paraguaio de Itaipu, Ernst Bergen, destacou a colaboração de todos os funcionários da usina para o atingimento da meta. “Refletindo sobre o passado e olhando adiante, os paraguaios e brasileiros, como países-irmãos, têm sido capazes de construir uma hidroelétrica que hoje é a número um no mundo em produção de energia acumulada, a número um em produção de energia por ano, a número um em eficiência”, disse Bergen.

Silva e Luna também salientou a parceria entre os países para os resultados da usina: “Este potencial está colocado à nossa disposição, em proveito do desenvolvimento e bem estar de nossos povos. É um aprendizado contínuo, que une cada vez mais o Brasil e o Paraguai. Olhando para o futuro, vamos preparar nossa empresa para chegar em 2023 em condições de tratar dos novos arranjos financeiros do tratado, podendo trazer ainda mais benefícios para os nossos povos”.

*O repórter viajou a convite da Itaipu Binacional

Matéria alterada às 20h32 para correção de informação 

Edição: Fábio Massalli

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Economia

Cinco pessoas ganham quina de São João e Mega-Sena acumula

Publicado


source
Cartelas da Quina de São João
Reprodução

Veja as localidades dos grande vencedores da última Quina de São João


O sorteio da 10ª edição da Quina de São João , que aconteceu na noite de ontem (27), teve cinco pessoas vencedoras. Cada um dos cinco vencedores levou para casa R$ 30.517.183,35. Ninguém levou a Mega-Sena , que tinha prêmio de R$ 2,7 milhões e acumulou em R$ 23 milhões.


Os  números da Quina de São João foram 07, 17, 29, 55, 78. Os ganhadores estão divididos entre Belém (PA), Cambé (PR), Conceição das Alagoas (MG), Cotia (SP) e Fortaleza (CE). Já os números sorteados da Mega-Sena da vez foram 08, 11, 17, 33, 40, 55.

O concurso especial de São João não é acumulativo e o total do prêmio era de R$ 152 milhões. Se não houvesse vencedores, o valor seria dividido entre os ganhadores das apostas de quatro, três e dois números.

A quadra fechou com 1.830 ganhadores, que vão receber R$ 6.472,20. O temo, sorteio de três números, teve 139.675 vencedores , que ganharam R$ 127,51. O total de 3.272.755 pessoas acertaram dois números, e têm direito ao prêmio de R$2,99.

Continue lendo

Economia

XP Investimentos e Itaú: Entenda a briga entre as gigantes do sistema financeiro

Publicado


source
XP Investimentos e Itaú: Entenda a briga entre as gigantes do sistema financeiro
Wikicommons/Creative Commons

XP Investimentos e Itaú: Entenda a briga entre as gigantes do sistema financeiro

Na última terça-feira (23)  voltou aos holofotes a “briga” entre o Itaú e a XP Investimentos após o banco veicular um comercial afirmando que há um conflito de interesses no trabalho de um assessor de investimentos, já que as corretoras “pagam comissão para seus assessores de acordo com os investimentos feitos pelos clientes”.

Leia também: 

Quase escravidão: idosa é resgatada na casa de executiva da Avon

Saque do FGTS já pode ser usado como garantia em empréstimos

Governo autoriza Caixa a criar Supersete, sua nova loteria; conheça

Guilherme Benchimol , CEO da XP Investimentos , empresa que trabalha com assessoria de investimentos e que o próprio Itaú é dono de 49% do capital, considerou o comercial um ataque à sua empresa.

Em resposta, Benchimol disse que a XP “está há 20 anos lutando contra um sistema financeiro concentrado” e usou o slogan do Itaú , o famoso “Feito para você”, dizendo que “se tem algo que o banco não é, nem nunca foi, é ser feito para você”.

Veja a propaganda que gerou a briga

“Desde o início, levamos educação financeira para as pessoas e mostramos que investimento se faz com visão de longo prazo e transparência. Para alcançar a nossa missão, contamos com mais de 7.000 assessores independentes, que trabalham incansavelmente para trazer as melhores oportunidades para os investidores”, afirmou Benchimol, em suas redes sociais.

Na quinta-feira (25), o Itaú voltou a provocar a XP Investimentos , fazendo um post em suas redes sociais pedindo para as pessoas marcarem um amigo “que em 2019 acreditou mais no coletinho do que em uma carteira diversificada”. O banco fez referência aos famosos “coletinhos” dos corretores da XP Investimentos.

Postagem do Itaú em que provoca a XP Investimentos
Reprodução

Postagem do Itaú em que provoca a XP Investimentos


A corretora respondeu afirmando que o ano é 2020 “e ainda tem gente criticando a roupa dos outros”.

Depois disso, no mesmo dia, o sócio-diretor da XP, Gabriel Leal , afirmou que “O Personnalité pode acabar em 3 anos”.

De acordo com o Leal , diariamente saem R$ 150 milhões em investimentos do Itaú , que migram para a XP Investimentos . “Um mercado de capitais forte desenvolve o país. É justamente esse cenário que o Itaú não quer. Ele quer o país de antigamente, com altas taxas de juros”, afirmou.

O executivo também disse que a ação de marketing do Itaú é “atitude de desespero do banco, que teve a incapacidade de se reinventar”. Além disso, Leal disse que o banco se beneficia “do desconhecimento do público para ganhar dinheiro”.

Não é a primeira vez que as duas empresas brigam

A corretora e o maior banco do País brigam em campanhas publicitárias desde 2018. No ano, o apresentador Luciano Huck , que foi garoto-propaganda do Itaú durante anos, foi contratado pela XP . Quando estreiou em comerciais da corretora, Huck afirmava que “havia mudado para a XP”, exaltando as vantagens da XP em relação a um banco tradicional.

No segundo semestre do ano passado, a corretora se fortaleceu na comunicação, estreou uma nova identidade visual, trouxe a executiva Pethra Ferraz como a nova diretora de marketing e lançou uma propaganda em que estrelava Guilherme Benchimol , o fundador da corretora, que é um dos homens mais ricos do Brasil, com um patrimônio líquido avaliado em US$ 3 bilhões (R$ 15,46 bilhões), de acordo com a Forbes.

De acordo com o sócio-diretor da XP, Gabriel Leal : “Vamos intensificar nossa comunicação. Nosso objetivo é transformar o mercado financeiro e não vamos descansar enquanto isso não acontecer”.

Posicionamento do Itaú

Em nota ao portal iG , o Itaú afirmou: “A campanha do Itaú Personnalité tem como objetivo ressaltar seus atributos positivos, como a plataforma aberta de produtos financeiros e o modelo de incentivos que tem como foco uma visão de longo prazo, além dos resultados e satisfação para o cliente. O Itaú Unibanco acredita que ética independe de modelo e há bons profissionais em todas as configurações, seja um agente autônomo ou um gerente de banco. O Itaú Unibanco está sempre aberto ao debate transparente e honesto, e não é diferente desta vez.”

Posicionamento da XP Investimentos

O CEO e fundador da XP, Guilherme Benchimol , divulgou um comunicado em suas redes sociais:

“Estamos há 20 anos lutando contra um sistema financeiro concentrado que nunca inovou e nunca se preocupou com o que realmente importa: o cliente!

Tenho certeza que os bancos preferem o Brasil do passado, com juros altos e baixa concorrência, explorando ainda mais os empresários e os investidores individuais.

Quem nunca recebeu uma oferta do seu banco com um cheque especial abusivo, um empréstimo com as mais altas taxas de juros do mundo, um “investimento” na caderneta de poupança, um título de capitalização desnecessário, um fundo com taxas exorbitantes, um consórcio para bater a meta do fim do mês e assim por diante?

Temos muito orgulho do que estamos construindo. Comecei em uma sala de 25m² como assessor de investimentos e conseguimos, quase 20 anos depois, fazer com que mais de 2 milhões de brasileiros invistam melhor. Contribuímos para a criação de uma nova indústria, com mais competição, melhores produtos, melhores serviços e mais alinhamento com o cliente.

Desde o início, levamos educação financeira para as pessoas e mostramos que investimento se faz com visão de longo prazo e transparência.

Para alcançar a nossa missão, contamos com mais de 7.000 assessores independentes, que trabalham incansavelmente para trazer as melhores oportunidades para os investidores.

A nova campanha do Itaú ataca o comissionamento dos assessores na distribuição de produtos financeiros, como se ganhar dinheiro com o trabalho fosse errado. Sempre fomos transparentes nisso. O assessor é um empresário, um empreendedor que tem a sua própria empresa e somente sobrevive se a visão for de longo prazo, com um cliente realmente satisfeito e muita ética em todas as suas atitudes. Se ele falhar, não poderá mudar de emprego, mas, sim, fechará o seu negócio.

Com certeza temos muitos pontos a evoluir, natural de toda empresa. Mas trabalhamos duro para melhorar sempre e tenho orgulho de dizer que temos o maior índice de satisfação de todo o sistema financeiro brasileiro (NPS de 71 auditado). Para nós, essa é a melhor prova da sustentabilidade do nosso negócio.

A campanha do Itaú só reforça que estamos no caminho certo. Para o maior banco do país, com mais de 90 anos de tradição, ir a público e ofender uma profissão tão fundamental para o desenvolvimento financeiro dos brasileiros, é porque realmente percebeu que não consegue mais competir colocando o cliente em primeiro lugar.

Tenho uma certeza: se tem algo que o banco não é, nem nunca foi, é ser feito para você.

Apesar de toda a nossa história, estamos só no começo. Podem ter certeza de que não descansaremos enquanto todos os abusos dos bancos não acabarem.

Nosso propósito: transformar o mercado financeiro para melhorar a vida das pessoas.”

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana