conecte-se conosco


Tecnologia

Bonecos e robôs te assustam? Estudo tenta explicar o porquê

Publicado

Olhar Digital

Robô
Web Summit

Sophia, robô humanoide capaz de reproduzir 62 expressões faciais e ‘aprender’ através de interações com humanos


Um estudo feito por pesquisadores da Universidade Duisburg-Essen, na Alemanha, tenta explicar um fenômeno que desafia os especialistas em robótica há anos: o “Uncanny Valley”, ou “ Vale da Estranheza ”.

Já há algum tempo os cientistas sabem que quanto mais humano um robô se parece, mais empatia sentimos por ele. Entretanto, quando a aparência atinge um ponto “quase” humano, passamos a sentir uma forte rejeição. Se colocarmos esta correlação em um gráfico, vemos que a empatia sobe até despencar subitamente, gerando o “vale” no gráfico que dá o nome ao fenômeno.

gráfico (uncanny valley)
Wikimedia Commons (traduzido)

Gráfico compara o conforto perto de objetos (robôs, fantoches etc) de acordo com seu grau de realismo


Segundo o site Mashable, os pesquisadores alemães submeteram 21 voluntários a testes de ressonânica magnética funcional (fMRI) enquanto estes realizavam testes cognitivos. No primeiro, os voluntários viram uma série de figuras e tinham de classificá-las em o quanto “agradáveis” ou humanas elas pareciam. No segundo, as figuras foram apresentadas aos pares, e os voluntários tinham que indicar de qual delas gostariam de ganhar um presente.

Leia mais:  Os robôs serão melhores do que os humanos

Como previsto, as figuras humanas ou apenas humanóides foram as preferidas no teste, enquanto as “quase humanas” foram rejeitadas. Analisando os resultados das ressonâncias, os pesquisadores descobriram áreas próximas ao córtex visual responsáveis por “decodificar” as faces e características das imagens. A junção temporo-parietal seria a responsável por classificar o quão agradável é a figura, enquanto o córtex pre-frontal dorsomedial e o giro fusiforme faziam a distinção entre humano e não humano.

Leia mais:  Toyota apresenta robô que não erra cestas de 3 pontos no basquete. Veja vídeo

Uma conclusão à qual os cientistas chegaram foi a de que a decisão entre o que é agradável e o que é estranho é subjetiva, e não havia um tipo de robô que fosse agradável ou assustador para todos os partitpantes. Um dado importante, à medida em que agentes virtuais e inteligência artificial fazem cada vez mais parte de nossas vidas.

Fonte: IG Tecnologia
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Tecnologia

Netflix não oferece mais período de teste grátis no Brasil

Publicado

source

Olhar Digital

Chega ao fim, no Brasil , a possibilidade do período de 30 dias de teste que a Netflix dava aos novos usuários que não estavam certos quanto à contratação dos serviços da plataforma. De acordo com a empresa, a mudança se trata de uma busca por novas formas de atrair assinantes.

Xiaomi lança trena a laser que pode medir até 40 metros de distância

“Estamos buscando novas formas de atrair novos assinantes e promover nosso serviço no Brasil , oferecendo uma ótima experiência com a Netflix ”, afirmou a plataforma em comunicado oficial.

Netflix arrow-options
Reprodução/Pixabay

Netflix


Agora, quem busca pelo período de teste na central de ajuda da Netflix encontra uma mensagem que diz que “no momento, não oferecemos utilização gratuita no seu país”. O Brasil não é o único a passar pela medida, que começou em dezembro e teve o Reino Unido como o primeiro país a ficar sem os 30 dias grátis.

Estoque do Xiaomi Mi 10 acaba em um minuto na China

Segundo a empresa, a liberação de produções específicas para não-assinantes, como “Irmandade” e “Klaus”, é uma das maneiras pelas quais a empresa visa conquistar novos assinantes. Nos Estados Unidos , por exemplo, a plataforma liberou, gratuitamente, até o dia 9 de março, a comédia-romântica “ Para Todos os Garotos que Já Amei ”.

Por enquanto, outra vantagem oferecida aos assinantes brasileiros é um upgrade temporário no plano: se o usuário optar pelos planos Básico (R$ 21,90/mês) ou Padrão (R$ 32,90/mês), poderá desfrutar dos benefícios do plano Premium (R$ 45,90/mês) durante todo o primeiro mês de assinatura.

Fonte: IG Tecnologia
Continue lendo

Tecnologia

Apple pode realizar evento em março para lançar iPhone 9

Publicado

source

Olhar Digital

A Apple pode estar planejando um evento de lançamento “no final de março”, de acordo com rumores coletados pelo site 9to5mac. Um relatório do site alemão de rumores iPhone-Ticker sugere que data mais provável é o dia 31 de março.

Xiaomi lança trena a laser que pode medir até 40 metros de distância

No evento, a Apple anunciaria o iPhone 9 (ou iPhone SE 2), que começaria suas vendas no dia 3 de abril. Nos últimos anos a empresa tem realizado eventos no fim de março : em 2019, no dia  25, foi realizada a inauguração de serviços como Apple News + , Apple Card e Apple Arcade , e em 2018, a a empresa fez um evento focado em Educação e novos iPads.

Apple arrow-options
Reprodução/Shutterstock

Apple



Caso o evento de 2020 se confirme, é esperado que o iOS 13.4 seja lançado na mesma semana. O sistema operacional inclui novos recursos, como compartilhamento de pastas do iCloud Drive , novos adesivos Memoji e mais. Além do iPhone 9 , há rumores de que a Apple está trabalhando em um iPad Pro atualizado e rastreadores de itens AirTags.

Estoque do Xiaomi Mi 10 acaba em um minuto na China

Vazamentos anteriores dão conta que o iPhone 9 será equipado com uma tela LCD de 4,7 polegadas. As dimensões seriam de 238,5 x 67,4 x 7,8 mm. Isso seria pouco maior que o iPhone SE original . Além disso, o modelo ainda teria vidro fosco e carregamento sem fio. Outros recursos incluem Touch ID e câmera avançada de lente única.

Quanto as configurações técnicas, o aparelho deve ter processador A13 Bionic de última geração, RAM de 3 GB e duas opções de memória, 64 ou 128 GB. O preço deve ser o mesmo que seu antecessor, US$ 399, cerca de R$ 1,6 mil em conversão direta.

Fonte: IG Tecnologia
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana