conecte-se conosco


Mato Grosso

Bombeiros combatem por terra e ar incêndio no Parque Estadual Serra Ricardo Franco

Publicado

Nesta quinta-feira (07.08), após o reconhecimento aéreo do incêndio que atinge o parque Serra Ricardo Franco, o Batalhão de Emergências Ambientais e o Grupo de Aviação do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, traçaram as estratégias para enfrentar a ocorrência. Foi eleita como prioridade a contenção da frente do incêndio que avança para o sentido norte do Parque. O local de incêndio é composto de montanhas íngremes e penhascos, o que dificulta o trabalho das tropas transportadas por helicóptero para o topo da montanha. 

Os fortes ventos e elevadas temperaturas favorecem a propagação do incêndio. A estratégia de defesa se utiliza de um aceiro natural no sentido de deslocamento da frente de incêndio. O helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) encontra-se na operação com objetivo de transportar as tropas, equipamentos e mantimentos para o alto da montanha, onde evolui à frente de incêndio. Dois aviões do GAvBM auxiliam as tropas terrestres no combate direto com o lançamento de agente extintor. Nesta sexta-feira (09) foram lançados mais de 30.000 litros do fluido na linha de chamas.

A expectativa para o sábado é intensificar o trabalho de combate direto com o emprego das aeronaves e tropa terrestre, a fim de reter a frente de incêndio próximo de uma das nascentes existentes no parque. Estão sendo utilizados 20 bombeiros militares, duas aeronaves de combate, um helicóptero e uma viatura para abastecimento das aeronaves na operação que também conta com apoio de agricultores da região.

O CBMMT está com 26 equipes em atuação que constituem as Bases Descentralizadas, Brigadas Mistas, Grupo de Aviação, Apoio Solo, Equipe de Intervenção e Ciopaer.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Gefron recupera veículos e apreende drogas e armas em Poconé e Porto Esperidião

Publicado

 

.

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) recuperou veículos, apreendeu drogas, armas e prendeu cinco pessoas nesta sexta-feira (14.08). Em um dos casos, ocorrido no final da manhã em Porto Espiridião, os operadores de fronteira recuperaram um veículo Jeep Compass, roubado em Minas Gerais.

A ação se deu após patrulhamento na MT-388. Ao checarem as informações via Base do Gefron, tiveram a informação de tratar-se de um veículo roubado em outro estado.

Também em Porto Esperidião, os policiais abordaram um veículo Ônix de cor prata, com duas pessoas em atitude suspeita. Os indivíduos não portavam o documento do veículo e nem sabiam o nome do proprietário do carro.

Durante checagem na base, os militares descobriram se tratar de um carro locado que deveria ter sido entregue na cidade de Sumaré-SP. Os suspeitos foram então conduzidos à Defron de Cáceres.

Já em Poconé, em uma ação conjunta com a Força Tática do 2º Comando Regional, duas armas foram encontradas na residência de um suspeito após ele ter corrido ao avistar os militares. Os policiais fizeram a apreensão de um revólver Taurus, calibre .38, de uma carabina calibre .22 e de 14 munições de calibre .38. O suspeito foi conduzido à delegacia do município.

Também em Poconé, em ação conjunta com a Força Tática, os policiais apreenderam cinco porções de substância análoga à maconha, além de R$ 276 em notas trocadas, configurando tráfico doméstico.

A apreensão se deu após as equipes abordarem um veículo Ford Ka e durante as buscas o suspeito ter demonstrado nervosismo. O suspeito acabou confessando que tinha algumas porções de drogas guardadas em casa. Ele foi conduzido para a delegacia do município.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Recuperandos começam a atuar no combate às chamas na zona urbana de Poconé

Publicado


.

Dez recuperandos do Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas começaram a atuar no combate às chamas da região urbana de Poconé (104 km de Cuiabá), nesta sexta-feira (14.08).

A atuação dos presos teve início após intenso treinamento no Corpo de Bombeiros Militar (CBM), em Cuiabá, onde foi possível a formação dos recuperandos como brigadistas.

O prefeito de Poconé, Tatá Amaral, fez questão de receber os novos brigadistas na Escola Estadual Maria Helena de Araújo, aproveitando a oportunidade para agradecer ao Governo do Estado e à Vara de Execução Penal do Poder Judiciário.

“Essa soma de esforços nos dá condições de combater as queimadas o mais rapidamente possível e dá tranquilidade às pessoas que aqui residem”, disse o prefeito de Poconé.

Os presos ficarão à disposição do município durante um período de dez dias, o suficiente para novas turmas de recuperandos voluntários serem capacitadas e assim, também atuarem na cidade.

A experiência, segundo Rodrigo Amâncio, é mais uma possibilidade de reinserção no mercado de trabalho e uma nova história a ser construída.

“É uma experiência muito boa que servirá para a nossa vida profissional e a gente pode até achar um serviço, já que a gente vai ganhar um certificado. E vai ser muito bom para a gente, que pretende sair daquele lugar e mudar de vida”, disse o recuperando.

Apesar de ser uma atuação voluntária, os presos que atuarem no município terão remição de pena: a cada três dias trabalhados equivalem a menos um dia de pena. A atuação dos reeducandos será acompanhada pelos policiais penais, além do monitoramento por tornozeleira eletrônica.

“Trata-se de um trabalho voluntário, em que pesquisamos quem gostaria de participar. E esse é um diferencial, já que o magistrado que analisar o processo pode ver que esse preso atuou voluntariamente no combate aos incêndios na região do Pantanal”, pontuou o secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores.

Com uma diminuição das queimadas na região graças à Operação Pantanal 2, o trabalho dos reeducandos será mantido. Neste final de semana, por exemplo, os presos farão o asseio das pontes da Transpantaneira como forma de evitar novas queimadas. Uma missão que para o recuperando Otávio Brandão tem destino certo.

“A gente está aqui para ajudar o Pantanal mato-grossense e a população de Poconé e a gente vai dar o melhor sem medir esforços, agarrando essa oportunidade com unhas e dentes para a gente ajudar a sociedade”, finalizou o recuperando.

Recuperandos começam a atuar no combate às chamas na zona urbana de Poconé

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana