conecte-se conosco


Mato Grosso

Bombeiros alertam para riscos do uso indevido de técnicas de combate aos incêndios florestais

Publicado


.

O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT) alerta para o perigo do uso indevido de técnicas de combate aos incêndios florestais, tendo em vista que são ações complexas que necessitam de cuidados específicos, equipamentos e capacitação profissional para serem realizadas.

No sábado (12.09), no início da manhã, a unidade de Primavera do Leste (6° CIBM) foi acionada para atender a um incêndio de grandes proporções na comunidade Água Emendada, que faz divisa com a comunidade João de Barro.

Segundo relatos dos solicitantes, o fogo avançou um aceiro após o uso inadequado da técnica de “contrafogo” por parte da população local e atingiu uma área onde havia cerca de 30 bovinos e uma caminhonete modelo Ford Ranger.

Na tentativa de impedir o avanço das chamas, os moradores da comunidade Água Emendada fizeram um aceiro por todo o entorno do fogo e utilizaram a técnica de contrafogo, mas o vento acabou mudando de direção e, com o tempo muito seco e a grande quantidade de materiais combustíveis, o fogo pulou o aceiro e avançou para a comunidade vizinha, João de Barro.

Os bovinos morreram com as chamas e o veículo queimou completamente. A guarnição solicitou o acionamento do plano de chamada para que fosse realizado o controle do fogo, que avançava muito rápido pela região. Chegaram ao local mais duas equipes da 6° CIBM e uma do 3° BBM (Batalhão Bombeiro Militar de Rondonópolis). Foi realizado o combate em cerca de 5 km de linha de fogo, no lado leste do rio Poxoréu. 

Contrafogo

A técnica do contrafogo é defensiva e atua por meio do uso controlado do fogo para impedir que um incêndio avance, mas se utilizada de maneira indevida, pode colocar em risco a segurança humana, dos animais e do meio ambiente.

É necessário levar em conta que as condições climáticas, como o vento, podem se tornar um agravante, e por isso é indispensável uma análise completa da situação para decidir qual a melhor técnica de combate.

Em caso de ocorrências de incêndios e queimadas, não é recomendado que a população intervenha, mas sim que acione imediatamente o CBMMT pelo número 193 para realizar o combate seguro às chamas.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Estado realiza testagem em massa de recuperandos de Cuiabá e Várzea Grande

Publicado


A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Administração Penitenciária, está promovendo a testagem em massa para diagnóstico do novo coronavírus (Covid-19) em recuperandos e servidores das unidades penais de Cuiabá e de Várzea Grande. 

No último sábado (17.10), cerca de 130 reeducandas da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May fizeram o teste rápido, na unidade penal. A aplicação foi feita pelos profissionais da saúde que atuam no Centro de Triagem de Covid-19, que está funcionando na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Já os 25 presos do Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) já foram testados no dia 7 de setembro. Os demais reeducandos da Penitenciária Central do Estado (PCE), Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), em Cuiabá, e do Complexo Penitenciário Ahmenon Lemon Dantas e Cadeia Pública do Capão Grande, em Várzea Grande, serão testados nos próximos dias.

De acordo com o último Boletim Epidemiológico do Sistema Penitenciário de Mato Grosso, atualizado na última sexta-feira (16.10), há 32 casos ativos de Covid-19 em todas as 48 unidades penitenciárias. Este dado leva em consideração não só o número de pessoas privadas de liberdade, mas também de servidores que atuam nas unidades.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Todos os 141 municípios de Mato Grosso permanecem com risco baixo de contaminação da Covid-19

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta segunda-feira (19.10) o Boletim Informativo n°225 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O documento mostra (a partir da página 11) que todos os 141 municípios do Estado configuram na classificação com risco baixo para o novo coronavírus.

Veja a seguir a tabela de classificação de risco por município.

 

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT.

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana