conecte-se conosco


Nacional

Bolsonaro visita áreas atingidas pela chuva em PE e critica governador

Publicado

source
O presidente Jair Bolsonaro (PL) sobrevoou, na manhã desta segunda-feira (30), as regiões afetadas pelo alto volume de chuvas no Recife
Reprodução – 30.05.2022

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sobrevoou, na manhã desta segunda-feira (30), as regiões afetadas pelo alto volume de chuvas no Recife

O presidente  Jair Bolsonaro visitou nesta segunda-feira as áreas de Pernambuco atingidas pela chuva nos últimos dias e manifestou “pesar” às vítimas. O presidente citou que “problemas semelhantes” têm ocorrido no Brasil, como as chuvas em Petrópolis, em março deste ano, e na Bahia, em dezembro do ano passado. O governo anunciou a liberação de recursos para auxiliar na reconstrução da região e minimizar os impactos.

“Tivemos problemas semelhantes em Petrópolis, sul da Bahia, mais ao norte de Minas, estive ano passado no Acre também. Infelizmente, essas catástrofes acontecem, um país continental tem seus problemas”, afirmou Bolsonaro durante coletiva para tratar sobre as ações do governo federal no estado.

O presidente disse que o objetivo da ação do governo federal era “confortar os familiares” e ajudar a população “com meios materiais”.

“Nós todos estamos obviamente tristes, manifestamos nosso voto de pesar aos familiares. O nosso objetivo maior é confortar os familiares e com meios materiais também atender a população.”

O governo de Pernambuco confirmou, nesta segunda-feira (30), a morte de 91 pessoas em decorrência dos estragos causados pelas fortes chuvas que atingem o estado desde a semana passada . Ainda segundo o governo do estado, 14 municípios decretaram situação de emergência, 26 pessoas seguem desaparecidas, com outras 3.957 desabrigadas. Entre as ações anunciadas pelo governo federal nesta segunda-feira, o ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, afirmou que haverá liberação de recursos para ações de resposta e reconstrução. Disse, também, que o ministério reconhecerá nesta segunda-feira todos os decretos de emergência e calamidade pública, o que é necessário para autorizar os pagamentos. O ministro não explicou o valor exato que será destinado a Pernambuco.

“O presidente, logo que as chuvas começaram, assinou duas medidas provisórias, uma delas já foi aprovada no Congresso Nacional abrindo R$ 1 bilhão de crédito extraordinário em favor do Ministério do Desenvolvimento Regional para ações de resposta e reconstrução”, afirmou. “Hoje serão publicados em Diário Oficial da União o reconhecimento de todos os decretos que já temos publicados e inseridos no sistema”, completou.

CRITICAS AO GOVERNADOR 

O presidente foi questionado sobre o fato de o governador ter dito que não sabia da visita dele ao estado, Bolsonaro rebateu dizendo que sua presença foi amplamente divulgada pela imprensa.

“Faltou iniciativa da parte dele também. Aqui ninguém está proibindo de comparecer nesse local”, afirmou. “Se o governador estava fazendo outra coisa, não sei. E talvez ache melhor não estar presente aqui.”

Jair Bolsonaro afirmou que não ia politizar a questão, mas seguiu com as críticas. “Ele tem o candidato dele, eu respeito. Quem vai decidir é a população. Agora, no momento de crise, você vai atrás para ajudar, não fica esperando dentro de casa”, disse. “O governador, no momento de crise, tem que esquecer a questão política, arregaçar as mangas e vir trabalhar de fato para o seu povo e não fazer política em cima da desgraça de alguns.”

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nacional

Alesp promove ação para solução de questões familiares no sábado (2)

Publicado

Alesp e Defensoria Pública promovem mutirão para solução de questões familiares
Divulgação – 07/06/2022

Alesp e Defensoria Pública promovem mutirão para solução de questões familiares

Questões familiares como divórcio, pensão alimentícia e guarda de filhos poderão ser resolvidos com mais facilidade e menos burocracia no “Mutirão de Conciliação das Famílias – Conversando a gente se entende”, que será realizado no dia 2 de julho, das 8h30 às 13h, no Palácio 9 de Julho, sede da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo .

O objetivo do mutirão, realizado em parceria pela Defensoria Pública do Estado e o Parlamento paulista, é oferecer uma alternativa para que as pessoas possam resolver os conflitos de maneira mais ágil e extrajudicial, ou seja, sem precisar entrar com ação na Justiça, desafogando o Judiciário de processos. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser realizadas previamente entre 27 de junho a 1º de julho, por meio do link: https://forms.office.com/r/DW267s2dtL

Além do atendimento jurídico, haverá também uma oficina sobre direito de família com a Defensoria Pública, no Auditório Franco Montoro, da Alesp. “Aos usuários, serão esclarecidos nas aulas os direitos que eles possuem no âmbito familiar e, a partir disso, terão mais elementos para decidir sobre os seus direitos e encaminhar para uma eventual conciliação”, afirmou o defensor público do Estado, Carlos Isa. “Nas situações em que não houver conciliação, será cogitada a hipótese de judicializar esses casos”, completou.


Em mutirão realizado em 2018, a Defensoria Pública atendeu cerca de 180 pessoas em questões de filhos. No ano seguinte, 2019, houve mutirão de vaga em creche e medicamento, que atendeu 84 e 80 pessoas, respectivamente.

O Cejusc (Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania), o Instituto de Mediação Imediate, a Abramac (Associação Brasileira de Mediação e Arbitragem e Conciliação) e o Mediativa (Instituto de Mediação Transformativa) também participaram do mutirão.

Serviços:

– Divórcio

– Reconhecimento e dissolução de união estável

– Guarda de filhos

– Pensão alimentícia

– Entre outros casos

Inscrições:

27 de junho a 1º de julho, por meio do site www.defensoria.sp.def.br ou do link https://forms.office.com/r/DW267s2dtL

Data do mutirão:

– 2 de julho (sábado), das 8h30 à 13h.

Local:

– Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

Avenida Pedro Álvares Cabral, 201, ou avenida Sargento Mario kozel Filho, s/nº – São Paulo (SP)

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional

Continue lendo

Nacional

Rússia e Ucrânia anunciam maior troca de prisioneiros da guerra

Publicado

Combatentes ucranianos se rendendo em Azovstal
Ansa

Combatentes ucranianos se rendendo em Azovstal


Ucrânia e a Rússia anunciaram nesta quarta-feira (29) a maior troca de prisioneiros desde o início da guerra, ocorrido em fevereiro. Foram 144 soldados de cada lado que puderam retornar para suas pátrias.

“A Inteligência ucraniana informa que foram liberados 144 soldados na maior troca com Moscou até hoje. Entre eles, estão 95 defensores de Azovstal”, publicou em mensagem no Telegram uma agência ligada ao Ministério da Defesa.

O complexo siderúrgico Azovstal foi o último reduto ucraniano em Mariupol, uma cidade portuária devastada pelos ataques russos. O local caiu nas mãos de Moscou em 18 de maio depois que os últimos defensores se renderam por ordem de Kiev. Além de militares das forças nacionais, a área era defendida pelo Batalhão Azov, uma milícia de extrema-direita.


A única informação adicional dada pelos ucranianos foi a de que os prisioneiros de Azovstal são pessoas que estão “gravemente feridas”, mas não houve detalhes de como a troca foi feita e nem quando.

Do lado russo, os 144 libertados eram membros de milícias separatistas de Donetsk, que lutam com a Rússia por independência da Ucrânia.

Esse é o segundo anúncio de troca de soldados nesta semana. Na terça-feira (28), foram 34 os militares que retornaram, sendo metade para Kiev e metade para Moscou.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana