conecte-se conosco


Internacional

Bolsonaro fala sobre fraudes na Bolívia e renúncia de Evo Morales

Publicado

O presidente Jair Bolsonaro se pronunciou na noite deste domingo (10) a respeito da renúncia do então presidente boliviano Evo Morales. No fim da tarde de hoje Morales anunciou que deixaria o cargo e pediu a convocação de novas eleições.

Segundo a publicação de Bolsonaro nas redes sociais, a lição que fica para os brasileiros é a necessidade de votos que possam ser auditados. Para o presidente, o voto impresso “é sinal de clareza para o Brasil!”

O pronunciamento de Morales foi transmitido a partir da cidade de Cochabamba em meio à escalada dos protestos que se seguiram à eleição de 20 de outubro no país. Ao lado de Morales, o vice-presidente Alvaro García Linera também anunciou que deixa seu posto.

“Queremos preservar a vida dos bolivianos”, disse Morales no pronunciamento. Ele disse que decidiu deixar o cargo “para que não continuem maltratando parentes de líderes sindicais, prejudicando a gente mais humilde. Estou renunciando e lamento muito esse golpe”.

Cerca de uma hora antes do anúncio da renúncia de Morales, o governo brasileiro já havia se manifestado, por meio do Ministério das Relações Exteriores (MRE), sobre as  irregularidades apontadas no processo eleitoral boliviano pela Organização dos Estados Americanos (OEA) que pedia a convocação de um novo processo eleitoral.

“O Brasil considera pertinente a convocação de novas eleições gerais em resposta às legítimas manifestações do povo e às recomendações da OEA, após a constatação das graves irregularidades. O Brasil estima que o novo sufrágio deve ser dotado de todas as condições para assegurar sua absoluta transparência e legitimidade. Nesse sentido, o novo sufrágio deve ser presidido por autoridades reconhecidas por sua honorabilidade e credibilidade para garantir o soberano desejo dos bolivianos, e contar com observação internacional em todas as etapas do processo”, diz a nota.

Edição: Bruna Saniele

Fonte: EBC Internacional
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Internacional

Número de mortos em terremoto na Turquia aumenta para 29

Publicado

Chega a 29 o número de mortos no terremoto de sexta-feira (24) na Turquia. O abalo provocou mais de mil feridos.

O tremor de terra, de magnitude 6,8 na escala de Richter, atingiu a região de Elazig, no leste do país.

As buscas por sobreviventes continuam. O terramoto de magnitude 6.8 na escala Richter foi seguido por mais de 400 réplicas de menor intensidade.

Segundo as autoridades locais, há mais de 1.400 feridos.

As equipes de resgate trabalham sob frio intenso, com temperaturas negativas.

O terremoto destruiu 30 prédios em áreas seriamente afetadas.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos, o tremor que atingiu Elazig ocorreu às 20h55, hora local.

O ministro do Interior da Turquia, Suleyman Soylu, disse que cerca de 30 pessoas estão debaixo dos escombros de prédios que desabaram com o terremoto.As equipes de resgate devem continuar as buscas por toda a noite.

*Com informações das agências de notícias RTP, de Portugal, e NHK, do Japão

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Internacional
Leia Também:  Atentado na Síria deixa 14 mortos e 33 feridos
Continue lendo

Internacional

Número de infectados por novo coronavírus chega a quase 1.300 na China

Publicado

Autoridades do setor de saúde da China afirmam que o número de mortos por um novo tipo de coronavírus aumentou para 41, e com centenas de casos adicionais de infecção, o total de infectados chega a quase 1.300 em todo o país.

A Comissão Nacional de Saúde anunciou que 237 pacientes estão em condições graves.

Novos casos de infecção estão sendo confirmados em todo o mundo. Autoridades na França anunciaram ter registrado os três primeiros casos na Europa.

A ministra da Saúde da França disse que dois pacientes estão em Paris, e o outro, na cidade de Bordeaux.

Autoridades australianas confirmaram também o primeiro caso de infecção no país. O paciente seria um homem na casa dos 50 anos, que está visitando Melbourne. Ele é um morador da cidade de Wuhan, onde teve início o surto do vírus.

Os feriados do Ano Novo Lunar na China, com a duração de uma semana, tiveram início na sexta-feira. O fato está aumentando a preocupação sobre o alastramento do vírus, uma vez que centenas de milhões de pessoas viajam para ver seus familiares e amigos.

Leia Também:  Ao menos 40 pessoas morrem pisoteadas em funeral de Soleimani, no Irã

Autoridades chinesas estão adotando medidas para lidar com os temores, isolando várias cidades e fechando famosos pontos turísticos e locais de entretenimento. O parque temático Disney Resort, de Xangai, e a Cidade Proibida, em Pequim, estão temporariamente fechados.

*Agência Públilca do Japão

Edição: Narjara Carvalho

Fonte: EBC Internacional
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana