conecte-se conosco


Nacional

Bolsonaro diz que só falta “crescer a cabeça” para virar “cabra da peste”

Publicado

source
Bolsonaro arrow-options
Divulgação/Palácio do Planalto

Jair Bolsonaro durante inauguração da primeira etapa da Usina Solar Flutuante

Após ter se referido aos governadores nordestinos como “Paraíba ”, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou a gerar polêmica envolvendo o Nordeste. Ao ser questionado pelo deputado federal Cláudio Cajado (PP-BA) se ele já havia virado um “cabra da peste”, o presidente afirmou que “só faltava crescer um pouquinho a cabeça”.

O momento foi registrado em vídeo e publicado nas redes sociais do deputado, que recebeu diversos comentários contra e a favor da declaração do presidente. “A desgraça desse país está em ter pessoas burras no poder, não acredito que ainda existe pessoas apoiando esse cara”, escreveu uma internauta. “Sempre bem humorado nosso presidente! O Nordeste terá muito orgulho de você Jair Bolsonaro !”, rebateu outro.

Essa foi a segunda vez que o presidente foi à Bahia em menos de 15 dias. Dessa vez, Bolsonaro esteve presente na inauguração da Usina Solar Flutuante, em Sobradinho, que aconteceu nessa segunda-feira (5).

Nas imagens, Bolsonaro afirmou que era “uma grande satisfação” estar novamente no estado e que a inauguração representa um grande avanço para o Brasil. “O País só vai crescer se tiver energia. Esse pioneirismo mostra para o mundo que estamos no caminho certo”, afirmou.

Leia também: Para Bolsonaro, governadores do Nordeste querem “dividir o País”

O presidente ainda finalizou o vídeo mandando “um abraço para todos os parlamentares” pelo apoio dado ao seu governo. “Não só no tocante à nova Previdência, mas porque começaremos em breve a reforma tributária e o Brasil vai chegar no lugar que merece. E o Nordeste? O Nordeste é nosso!”.

Em sua última visita à Bahia, para inaugurar o Aeroporto Glauber Rocha em Vitória da Conquista, o capitão discursou e declarou “amor” aos nordestinos , rebatendo as acusações de racismo. “Eu amo o Nordeste, afinal de contas, a minha filha tem, em suas veias, sangue de cabra da peste. Cabra da peste de Crateús, o nosso estado aqui, mais pra cima, o nosso Ceará”, declarou o presidente, lembrando da origem cearense da família da primeira-dama, Michelle  Bolsonaro

Fonte: IG Nacional
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

Epidemia de primos de porteiro mortos “com Covid-19” toma conta das redes

Publicado

source
primo do porteiro coronavirus arrow-options
Reprodução/Twitter

Epidemia de primos de porteiro mortos “com Covid-19” tomam conta das redes

Ao longo do último sábado (28), uma série de postagens idênticas a respeito de um suposto “primo de pedreiro morto em acidente, mas com atestado de óbito apontando Covid-19” tomou conta da rede de microblogs preferida dos integrantes do Governo Federal, o Twitter. Na mensagem, algumas delas com direito à reprodução de um suposto atestado de óbito, as contas afirmam que um homem de 57 anos seria borracheiro e teria morrido após a explosão de um pneu, mas que a causa da morte apontaria para o novo coronavírus.

Leia também: Mandetta cobra Bolsonaro e diz: “Estamos prontos para caminhões levando corpos?” 

A imagem indica que Reginaldo Jacinto da Silva teria falecido no dia 23 de março de 2020 e que a causa apontada seria de insuficiência respiratória/Covid-19 . No entanto, o endereço no documento indica o município de Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco. O estado registra mortes desde o dia 12 de março. Até ontem, eram cinco os registros da Secretaria de Saúde local, nenhum deles em Jaboatão dos Guararapes. Nenhuma das vítimas verificadas pelas autoridades de saúde locais tem características que batem com o borracheiro.

Além disso, o selo digital, que atestaria a autenticidade do documento no site do Tribunal de Justiça de Pernambuco, até o momento, não retorna resultados na busca do órgão. O cartório apontado, de fato existe, mas, fechado, não atendeu aos telefonemas da reportagem. Moradores da Rua São Bento, apontado como endereço da vítima, alegam que a borracharia, na verdade, é localizada no bairro do Ibura, no Recife, e confirmam o acidente com o pneu, mas não reconhecem a polêmica do diagnóstico falso.

As postagens diferentes sobre o mesmo caso, feitas em horários e por contas diferentes, todas com um grande número de retweets, chamou a atenção de internautas, que apontaram a provável farsa. Enquanto uma das contas autoras, de fato se diz de Pernambuco, outras se encontravam em Minas Gerais e São Paulo (algumas posteriormente apagadas), mas todas reproduziam a mesma exata mensagem do primo do porteiro.

As mensagens foram reproduzidas na mesma semana em que o presidente da República, Jair Bolsonaro , chegou a ventilar a suspeita de que os números de óbitos relacionados à Covid-19 estariam sendo infladas com fins políticos. O governador de São Paulo, epicentro brasileiro da doença, João Doria, chegou a rebater a suspeita. Ambos travam uma quebra de braço política ao defender, com visões opostas, as medidas de restrição de circulação de pessoas como prevenção à disseminação do novo coronavírus (Sars-cov-2).

Atualmente, o Brasil tem ao menos 3.904 casos confirmados de Covid-19, com pelo menos 116 mortes – 86 delas em São Paulo. As informações falsas que circulam nas redes reforçam o discurso negacionista do impacto da doença no país, que se reproduz com força especialmente entre apoiadores do governo Bolsonaro.

Leia também: Total ou vertical? Tipo de isolamento pode gerar 12x mais mortes, diz estudo

As projeções científicas, no entanto, reforçam a necessidade de cuidados: segundo estudo da Imperial College, de Londres, o quadro do Brasil pode variar entre um total de 44 mil mortos, num cenário otimista, de supressão total da circulação de pessoas, e 1,1 milhão de fatalidades, caso nenhuma forma de isolamento fosse adotada.

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Nacional

Monja Coen perde paciência em vídeo e viraliza na web

Publicado

source
a budista monja coen arrow-options
Bruno Prada/divulgação

“Fiquem em casa”, pede a budista Monja Coen

Na manhã deste domingo, 29, a budista Monja Coen viralizou nas redes com um vídeo em que perde a paciência com brasileiros e pede para que as pessoas adotem ao isolamento social em meio à crise do  coronavírus . Ela critica, principalmente, os grupos pró-Bolsonaro que realizaram carreatas e buzinaços no Rio Grande do Sul e no Paraná , pedindo pelo fim da quarentena . “Pense na saúde de todos, e não no seu lucro pessoal”, diz. 

A monja começa o vídeo se opondo ao decreto proposto por Bolsonaro para que igrejas não aderissem à quarentena, que foi negado pela Justiça . “Ainda nem começou, gente, e vocês achando que tá acabando? Nem começou”, alerta a budista. Monja Coen também chama atenção a data prevista para o grande pico no Brasil, que seria de 6 a 20 de abril. “Se você ficar em casa, esse pico não vai ser tão alto. Ainda não é o momento [de sair]”. 

No vídeo, a monja se refere diretamente aos bolsonaristas que organizaram carreatas pedindo pela reabertura de comércios e o fim da quarentena contra o novo coronavírus. “A nossa curva ainda nem começou a subir, e vocês tão fazendo bateria na rua de que querem trabalhar? Vão trabalhar nas suas casas! Deixem de ser gananciosos”, pede. 

Leia também: Justiça suspende campanha de Bolsonaro contra isolamento social

Ela finaliza pedindo para que as pessoas fiquem em casa e pensem no próximo. “Pense na saúde de todos, e não no seu lucro pessoal”.

Confira o vídeo:


A reação surpreendeu diversos internautas no Twitter, que compartilharam o vídeo com comentários irreverentes apoiando o ponto de vista. “Se até a Monja Coen está pistola, quem sou eu para não estar”, diz um. Outro diz: “Até a Monja Coen sacou que existem situações onde somente paz e amor não resolvem. É preciso falar a real”. “O brasileiro desalinhando os chakras da Monja Coen”, brinca um terceiro.

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana