conecte-se conosco


Política Nacional

Bolsonaro diz ‘não entender’ medidas como o lockdown na França

Publicado


source
Presidente Jair Bolsonaro
Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro.

Na noite da última quarta-feira (28), o presidente Jair Bolsonaro afirmou não compreender o  confinamento adotado pela França como forma de conter o novo coronavírus (Sars-CoV-2). As informações foram dadas pelo UOL .

A França enfrenta, atualmente, a segunda onda de contágio por Covid-19. Na última terça-feira (27), o país registrou 33 mil novos casos de contaminações.

Na quarta-feira, o governo francês anunciou um lockdown de quatro semanas, que se inicia em 30 de outubro e vai até 1º de dezembro.

Menos rígido do que o primeiro confinamento realizado no país europeu, o 2º lockdown suspende atividades não essenciais — como bares e restaurantes — e mantém o funcionamento de escolas e de indústrias essenciais.

“Olha, eu não consigo entender uma medida como essa porque tá aí o vírus. Vai ter que enfrentá-lo. Tá de máscara, tudo bem, mas daqui a pouco nada disso vai tá livre dele vírus” (sic), disse Bolsonaro a um grupo de pessoas em frente ao Palácio da Alvorada.

O presidente brasileiro mostrou-se novamente contrário ao isolamento social, uma das principais medidas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para conter a propagação de Covid-19.

“O objetivo do isolamento social , que tá errado, eu falei que estava errado desde aquele momento, serviu só para bagunçar com economia, e era para fazer com que não houvesse muita contaminação ao mesmo tempo para não saturar hospital”, declarou Bolsonaro.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Lula, Marina e Alcolumbre: veja nomes da política que lamentam morte de Maradona

Publicado


source
Maradona e Chavez
AP

A morte de Diego Maradona foi confirmada nesta quarta (25) pelo jornal argentino Clarín


Nesta quarta-feira (25), o jornal argentino Clarín confirmou a morte de  Diego Maradona , apontado como o maior jogador da história do futebol argentino e dos principais da história .  A repercussão tomou conta das redes sociais, inclusive entre nomes da política, como o ex-presidente Lula.

O ex-presidente Lula  usou seu perfil do Twitter para tecer elogios a Maradona e agradecer por “toda sua solidariedade com as causas populares e com o povo brasileiro”. “Maradona jamais será esquecido”, escreveu.



Marina Silva , política filiada à Rede Sustentabilidade, expressou suas condolências aos familiares e fãs de Maradona em rede social: “O mundo do futebol está em luto hoje. Perdeu um dos seus grandes talentos, o jogador argentino Diego Armando Maradona. Que Deus conforte seus familiares, toda a sua legião de fãs e admiradores do seu habilidoso futebol.”



Em seu perfil do Twitter, o candidato à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos , agradeceu o craque pelas conquistas. “Hoje perdemos Maradona, o “mais humano dos deuses”, nas palavras de Galeano. Obrigado por tudo, gênio!”, disse.



O governador de São Paulo, João Doria , afirmou receber o falecimento com tristeza. “Recebo com pesar mais uma triste notícia: a morte de Diego Maradona, maior jogador da história do futebol argentino e uma das maiores estrelas do esporte no mundo. Meus sentimentos aos familiares e amigos”, escreveu.



O Senador pelo Amapá,  Davi Alcolumbre, lembrou a conquista de Maradona como campeão mundial em 1986 e afirmou que a morte do jogador “deixa toda a Argentina e o futebol mundial de luto”.




*Esta matéria está em atualização



Continue lendo

Política Nacional

“Se uma menina conseguiu, você consegue”, diz Damares em live confeitando bolo

Publicado


source
Damares ao lado de instrutora confeitando bolo
Reprodução/redes sociais

Em uma cozinha toda rosa, a ministra usou as redes sociais para fazer uma live confeitando um bolo

Nesta quarta-feira (25), Damares Alves , ministra da Mulher da Mulher, Família e Direitos Humanos , usou as redes sociais para fazer uma transmissão ao vivo, aprendendo a confeitar um bolo . A cozinha mostrada no vídeo era decorada na cor que a ministra afirma como a ideal para as meninas: rosa .

De acordo com o portal Metrópoles, a live tinha o objetivo de lançar a campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, que acontece todos os anos, em uma parceria entre a ONU Mulheres e os governos.

Ainda na transmissão, a ministra aproveitou para divulgar o disque 180, canal do governo para denúncias de violência contra a mulher . Em certo momento da live, Damares , que disse não ter muita habilidade na cozinha, avisou aos espectadores: “se uma menina conseguiu fazer, você consegue”, disse a ministra, em tom de incentivo.

Ainda segundo o portal, o slogan da campanha divulgada na live foi colocado no topo dos bolos confeitados pela ministra e pela instrutora.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana