conecte-se conosco


Educação

Bolsa Família: frequência escolar deve ser enviada até quinta-feira

Publicado

Secretarias municipais de educação de todo o país devem enviar o registro de frequência escolar de beneficiários do Programa Bolsa Família ao Ministério da Educação até a próxima quinta-feira (27). As informações são referentes aos meses de abril e maio deste ano.

O benefício do programa está condicionado à presença mínima mensal de 85% nas aulas para alunos de 6 a 15 anos e de 75% para jovens entre 16 e 17 anos.

“Pedimos que os registros sejam feitos ao longo do período para que o sistema não fique sobrecarregado na última hora e gere dificuldades”, alerta a coordenadora geral de Acompanhamento da Inclusão Social da Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação, Simone Medeiros.

Segundo ela, o acompanhamento é feito cinco vezes ao ano. No primeiro período de 2019, de fevereiro a março, o percentual de cumprimento de frequência do público acompanhado foi de 95,16%. “Esse levantamento é uma importante referência para a formulação de políticas públicas de fomento à permanência e à progressão escolar”.

O esforço conjunto do governo federal, das administrações estaduais e das prefeituras envolve uma rede de aproximadamente 56 mil profissionais de educação, mobilizados ao longo de cinco períodos bimestrais em mais de 140 mil escolas.

Leia Também:  SP: cerca de 380 mil alunos começam hoje a fazer Prova e Provinha

A partir do levantamento, também são identificados os motivos que levaram à baixa frequência escolar dos alunos. As informações são consideradas ferramenta fundamental para o desenvolvimento de ações de combate ao abandono e à evasão escolar. Os dados são mantidos no Cadastro Único, que permite a identificação dos estudantes, o monitoramento de sua frequência e o recebimento do benefício do Programa Bolsa Família.

Edição: Paula Laboissière

Fonte: EBC Educação
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Educação

Por problemas técnicos, Unitins não selecionará candidatos pelo Sisu

Publicado

Por problemas técnicos, a Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) informou hoje que não selecionará estudantes para o semestre 2020/1 por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). “A equipe da Unitins aguardava retorno do Inep/MEC até esta segunda-feira, 20, para habilitar a seleção, mas não houve sucesso”, informou em nota.

O Ministério da Educação afirmou que a universidade não concluiu a adesão pelo sistema, conforme cronograma de adesão das instituições ao processo seletivo do Sisu. “O MEC reitera, ainda, que foram enviados comunicados alertando sobre as datas de adesão. A Unitins não concluiu a adesão pelo sistema”.

Ainda por meio do comunicado, a Unitins disse que seguirá com as tratativas junto ao Ministério da Educação para retomar a seleção de alunos via Sisu

“A Unitins reforça o compromisso social junto aos candidatos e manterá os esforços para sanar o problema técnico junto ao MEC para que a seleção via Sisu seja retomada nos próximos vestibulares”, disse a instituição.

Para não prejudicar os alunos, a instituição abriu Chamada Especial para a matrícula dos classificados que preencheriam as vagas que seriam destinadas ao Sisu. 

Edição: Denise Griesinger
Tags: unitins MEC Sisu

Fonte: EBC Educação
Leia Também:  Gabaritos do Enem serão divulgados no dia 13 de novembro
Continue lendo

Educação

Cerca de 70% das inscrições do Sisu são feitas por dispositivos móveis

Publicado

Cerca de 70% das inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) têm sido feitas por dispositivos móveis, como celulares e tablets. Segundo o Ministério da Educação, até o início da tarde, 2.095.174 inscrições foram realizadas por 1.108.434 pessoas. Cada candidato pode sinalizar o interesse em até dois cursos.

De acordo com o MEC, a lentidão no acesso ao sistema acontece em virtude da adaptação ao novo modelo adotado nesta edição. A partir deste ano, o sistema está em nuvem, fora dos servidores da pasta, para viabilizar que mais usuários possam acessar ao mesmo tempo, adaptar o portal para aparelhos mobile e economizar recursos. O sistema já registrou 7 mil inscrições por minuto.

O Sisu é a principal maneira de acessar o ensino superior público com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), divulgada na semana passada. Para participar da seleção, é obrigatório não ter zerado a redação na edição de 2019 do exame. Neste semestre, são 237.128 vagas em 128 instituições de ensino superior públicas de todo o país. A inscrição é gratuita e deve ser feita na página do participante.

Leia Também:  Prazo para participar da lista de espera do ProUni começa hoje

Saiba como usar a nota do Enem para ter acesso ao ensino superior:

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Educação
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana